Dicas

Como se organizar com pouco dinheiro

Está com pouco dinheiro? Ganha apenas um salário mínimo, mas tem sonhos enormes? Não se preocupe! Mesmo assim, é possível organizar suas finanças pessoais e conquistar sua liberdade financeira. Confira nossas dicas!

Anúncios

Organize suas finanças para 2021

Como se organizar com pouco dinheiro

Como se organizar com pouco dinheiro? O Natal já está na porta.

Você já começou a planejar suas finanças para 2021?

Este ano não foi fácil para quase ninguém. Muito provavelmente você passou por situações financeiras difíceis, não é mesmo?

Os brasileiros encontraram dificuldades para pagar suas contas e administrar seu dinheiro de maneira mais assertiva.

Sabemos que você pode encontrar diversos motivos para não ter se organizado financeiramente. Contudo, quem tem o controle de suas finanças é quem planeja como irá utilizar seu dinheiro ao longo dos próximos 12 meses.

Ademais, essa organização te deixará mais tranquilo e te proporcionará mais segurança também. Ainda mais se você estiver em uma situação de nome negativado, desemprego ou em transição de carreira.

Imagine se você tiver algum imprevisto com sua saúde ou moradia? Sem organização financeira, será difícil lidar com essas situações inesperadas.

Se tem algo que aprendemos em 2020 é que nunca sabemos o que o amanhã não reserva. Por isso, precisamos começar a pensar no hoje. E agora é a hora de se organizar com pouco dinheiro. Continue lendo e confira nossas dicas!

O que significa ter organização financeira?

Anúncios

O que significa ter organização financeira?

Primeiramente, precisamos entender o que é ter organização financeira, não é mesmo?

Em linhas gerais, significa que você tem a capacidade de controlar suas finanças dentro da sua renda mensal e em longo prazo também. Ou seja, você tem controle de tudo que entra e tudo que sai. Assim como consegue realizar previsões de gastos inesperados.

Para conseguir se organizar com pouco dinheiro você precisa:

  • Manter um registro bem detalhado de suas despesas fixas nos próximos 12 meses;
  • Estimar quais serão suas despesas variáveis nos próximos 12 meses.

Por exemplo, você sabe que o custo com a luz é variável. Assim, nos meses de verão você pode gastar mais com a energia por conta do ar-condicionado em comparação aos meses de inverno. Essa variação precisa estar detalhada nas suas projeções.

Em contrapartida, se você paga aluguel e não há previsão de nenhuma aumento, você já sabe quanto dispenderá ao longo do ano em moradia, por exemplo.

Essa organização financeira permitirá que você faça planos de longo prazo e conquiste seus objetivos, como: uma viagem, a compra de um carro, realizar seu casamento, começar uma reserva financeira, realizar investimentos, etc.

Qual a importância de organizar seu dinheiro?

Qual a importância de organizar seu dinheiro?

Conforme mencionamos, a organização financeira irá te auxiliar a alcançar seus objetivos. Ademais, também permitirá que você mantenha suas contas no azul. Afinal, ao saber o que entra e o que sai de suas finanças, você não vai gastar mais do que tem!

Além disso, com o passar do tempo, você conseguirá enxergar com maior clareza o seu fluxo de caixa e planejar ainda melhor suas finanças pessoais.

Aliás, aproveitamos para destacar que esse é um dos motivos de muitos brasileiros estarem endividados: não compreendem o próprio orçamento e seu estilo de vida não é compatível com a sua renda mensal. Ou seja, acabando excedendo seus gastos e, normalmente, isso acontece com o cartão de crédito.

Contudo, os juros do crédito rotativo e do cheque especial são muito altos. Dessa forma, você acaba se encaminhando para um superendividamento. Ou seja, você não tem mais capacidade financeira de quitar suas dívidas.

Portanto, a organização financeira torna-se fundamental para manter a saúde financeira das suas finanças. Assim como evitar que você corroa o seu patrimônio por conta de dívidas.

Entender o seu orçamento e planejar seu orçamento de maneira se enquadre na sua renda mensal é o primeiro passo a ser tomado.

Como se organizar com pouco dinheiro

Anúncios

Como se organizar com pouco dinheiro

Agora que você compreendeu a importância de planejar suas finanças pessoais, vamos às nossas dicas de como se organizar com pouco dinheiro!

Quite suas dívidas

1. Quite suas dívidas

Não tem como se organizar sem analisar suas dívidas primeiro. Afinal, você precisa entender quanto do seu orçamento é consumido por elas e se tem capacidade financeira de pagar as parcelas já acordadas em possíveis parcelamentos.

Mas, como quitar uma dívida? Primeiramente, você deve listar todas as suas receitas e despesas fixas. Então, perceba onde está o desequilíbrio no seu orçamento. Ou seja, o que está de deixando no vermelho?

Conforme mencionamos, normalmente as dívidas surgem porque você tem um estilo de vida que sua renda mensal não comporta. Ou então, teve algum imprevisto em termos de saúde ou reparos na casa, por exemplo.

Nesse caso, é hora de negociar com os fornecedores para quitar à dívida ou então, firmar uma acordo com parcelas que cabem no seu bolso. Aliás, as parcelas não devem ultrapassar 30% da sua renda mensal líquida. Caso contrário, você corre o risco de entrar na zona de superendividamento.

Para ajudar na hora do acordo, verifique quais despesas podem ser reduzidas ou cortadas do seu orçamento, mesmo que temporariamente.

Controle suas despesas

2. Controle suas despesas

Para cortar ou reduzir despesas, você precisa ter controle sobre elas. Portanto, você precisa de um meio eficaz para registrá-las.

Para isso, planilhas no Excel ou Google Sheets são uma boa escolha. Assim, você pode deixar tudo documentado e ainda colocar o valor “previsto” e o “realizado” em colunas diferentes.

Afinal, você pode prever uma despesa de luz em R$100 reais, mas acabar gastando R$99,87, por exemplo. Ainda que seja uma diferença de apenas R$0,03 centavos, registros precisos são fundamentais.

As planilhas permitem que você faça categorização de despesas, crie gráficos, faça projeções de médio e longo prazo, dentre diversas outras atividades de controle e análise.

Mas, caso você não tenha muita familiaridade com elas, pode optar por um aplicativo para organizar suas finanças pessoais. Aliás, muitos deles fazem a categorização de forma automática e também mostram gráficos e análises. E o melhor de tudo: de forma gratuita!

Para saber mais sobre esses aplicativos, clique no botão abaixo.

Faça uma portabilidade de crédito

3. Faça uma portabilidade de crédito

Conforme mencionamos, se você já estiver com dívidas, isso prejudica sua organização financeira. Ainda mais se a parcela não cabe no seu bolso ou a taxa de juros é muito alta.

Muitos pensam que uma dívida cara é aquela em que a parcela é maior. Contudo, você deve prestar atenção na taxa de juros e no Custo Efetivo Total do empréstimo.

Portanto, se você estiver com uma dívida com taxa de juros altas, opte por uma portabilidade de crédito.

Ou seja, consolide todas as suas dívidas em um empréstimo só e com uma instituição que ofereça melhores condições de pagamento.

Dessa forma, você limpa seu nome, firma um acordo que cabe no seu bolso e consegue organizar seu orçamento familiar com maior tranquilidade.

O mercado oferece diversas opções de empréstimo online para que você faça a portabilidade. Clique no botão abaixo para conhecer algumas delas.

Reduza suas despesas

4. Reduza suas despesas para se organizar com pouco dinheiro

Muito provavelmente você não consegue reduzir suas despesas fixas. Entretanto, as variáveis merecem maior atenção. Afinal, você pode reduzi-las ou até cortá-las de seu orçamento.

Por exemplo, que tal economizar na conta de água e luz? Essa é uma forma de organizar melhor suas finanças.

Além disso, evitar almoços e jantares fora também é uma alternativa. Assim como cortar aquela “saída” aos finais de semana. Ao invés disso, opte por fazer comida em casa, convide os amigos para assistir Netflix ou jogar um jogo de tabuleiro.

Além disso, serviços de beleza e estética também podem ficar de lado. Assim como pagar a academia. Opte por fazer exercícios em casa ou uma caminhada ao ar livre, por exemplo.

Pode parecer meio “chato” ter que fazer isso. Contudo, é uma forma eficaz de colocar sua vida financeira nos eixos outra vez.

É importante mencionarmos que muitos gastos pequenos da nossa rotina diária pode impactar mais do que imaginamos em nosso orçamento se pensarmos em um período de 12 meses.

Invista na renda extra para juntar dinheiro em 2020

5. Faça renda extra

Embora você não deva contar com a renda extra na hora de fazer um parcelamento, você pode utilizar essa renda para antecipar parcelas.

Ou então, para complementar a renda mensal de casa. Afinal, mais da metade dos brasileiros ganham menos de um salário mínimo. Ou seja, sabemos que ter uma segunda fonte de renda provavelmente é importante pra você.

Para isso, você pode trabalhar como freelancer, motorista de aplicativo, alugar um quarto no Airbnb, dentre diversas outras opções. Para conferir outras ideias, clique no botão abaixo.

Construa uma reserva de emergência

6. Construa uma reserva financeira

Conforme mencionamos, ter uma reserva financeira é bem importante para situações inesperadas. Aliás, essa reserva pode garantir que você não contraia dívidas por precisar de um dinheiro extra.

O que aconteceria se o seu carro estragasse agora? Ou então, você precisasse de medicamentos mais caros?

Provavelmente, se você não tem um dinheiro guardado, precisaria recorrer a um empréstimo, não é mesmo?

Muitas vezes é nessa situação que uma pessoa acaba se endividando, pois com esse gasto não programado, não consegue incorporar a parcela do empréstimo em sue orçamento.

A reserva financeira (ou de emergência) entra justamente nesse cenário. Por isso, junte 15% da sua renda todo mês e aplique-a. Para considerar que você possui, de fato, uma reserva, precisa ter economizado o equivalente a seis meses do seu salário.

Economize mais dinheiro primeiro

7. Economize mais dinheiro primeiro

Como você pode perceber, economizar é um dos primeiros passos para conseguir se organizar com pouco dinheiro.

Adotar o hábito de poupar em sua rotina é uma forma de garantir mais tranquilidade financeira no médio e longo prazo. Portanto, antes mesmo de você pagar suas contas e dívidas do mês, guarde o valor necessário para compor sua reserva de emergência.

Invista seu dinheiro

8. Invista seu dinheiro

Quando você estiver formando sua reserva financeira, pode investir o dinheiro em um ativo de renda fixa com liquidez diária, como o CDB.

Assim, se precisar resgatar o valor antes do tempo, não terá problemas. Ao mesmo tempo, estará tendo rendimentos, ao invés de deixar o dinheiro parado na conta ou na poupança, que também não apresenta bons rendimentos.

Ao ter sua reserva de emergência consolidada (de 6 a 12 meses do seu salário guardados em um CDB), é hora de criar uma carteira de investimentos. Dessa forma, você pode começar a pensar em outras metas financeiras e até mesmo na sua aposentadoria.

O objetivo dos investimentos é ter uma renda passiva que te dará liberdade financeira. Ou seja, você não dependerá de seu salário para viver.

Planeje seus investimentos

9. Planeje seus investimentos

Conforme mencionamos, depois de ter a reserva financeira pronta, é hora de investir de outras formas.

Mas, para isso, você precisa se planejar. Você precisa garantir que terá um valor mensal estipulado para aplicar em seus investimentos. Logo, não basta você saber o dia de amanhã ou o próximo mês, precisa ter uma projeção dos próximos anos para realizar investimentos de médio e longo prazo.

Recomendamos que você consulte um especialista em investimentos ou procure uma corretora para te auxiliar a determinar o seu perfil, objetivos e quais são as melhores opções no mercado.

Sem comprovação de renda

Bônus: Lembre-se que o cartão de crédito é forma de pagamento

Conforme mencionamos, o cartão de crédito pode ser o vilão no orçamento de muitas pessoas. Por conta do crédito rotativo e do cheque especial.

Mas, ele não deve ser encarado como algo negativo. Na realidade, o objetivo de um cartão de crédito é trazer mais autonomia financeira para os consumidores e funcionar como uma forma de pagamento.

Sendo assim, ele não é uma categoria de despesa em seu orçamento. Por isso, se você ainda tem dificuldades de administrar seu dinheiro utilizando um cartão de crédito, opte pela modalidade pré-paga ou de débito.

Dessa forma, você só consegue utilizar o cartão se tiver saldo na conta. Logo, não corre o risco de gastar mais do que tem e precisará separar o valor para o cartão.

Destacamos aqui que o cartão ajuda bastante a otimizar sua rotina, sem ter que enfrentar longas filas para pagar contas, realizar depósitos ou transferências. Além disso, fica mais fácil de visualizar para onde seu dinheiro está indo, pois tudo fica registrado no app do cartão.

Ademais, se você não tem conta bancária, não gosta de comprar no crédito ou está com um score baixo, existem diversas alternativas para você também. Clique no botão abaixo e confira.

E então?

E então: como se organizar com pouco dinheiro?

Sabemos que viver com pouco dinheiro é um desafio. Afinal, o custo de vida no Brasil em muitas regiões não é nem um pouco barato. Mas, isso não significa que não é possível se organizar com pouco dinheiro.

Na realidade, é bastante necessário. Caso contrário, você pode ter bem mais problemas, com uma dívida enorme no seu nome e sem ideia de como irá pagar, pois não tem renda suficiente.

Mesmo que você seja um estagiário ou viva com um salário mínimo, ainda sim é possível organizar suas finanças pessoais e atingir suas metas financeiras.

Como você pode ver, não significa que é uma tarefa fácil. Mas, com disciplina, foco e alguns investimentos (não encare como um sacrifício cortar despesas!), você pode conquistar sua liberdade financeira, sim.

Quer mais dicas de como organizar suas finanças? Clique no botão abaixo.

Em Alta

content

Como solicitar o empréstimo com garantia de veículo Bradesco

Saiba mais informações sobre o empréstimo com garantia de veículo Bradesco e solicite o seu para usufruir dos benefícios, confira!

Continue lendo
content

7 corretoras com corretagem zero em 2022

Começou a investir agora e está procurando por uma corretora com taxa zero? Confira no post de hoje 7 opções de corretora com zero corretagem em 2022

Continue lendo
content

Tem algum banco que faz empréstimo com nome sujo?

Descubra como conseguir empréstimo com nome sujo e transforme a sua vida financeira. Então, conheça aqui as melhores opções para negativados!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Cartão de crédito PagBank: o que é o cartão PagBank?

Você conhece o cartão de crédito PagBank? Ele é um produto financeiro internacional sem anuidade. Quer saber mais? Leia o post e confira!

Continue lendo
content

Conheça o Cartão Santander Unique Visa

Saiba tudo sobre o cartão Santander Unique Visa. Conheça as características benefícios e como funciona o programa de pontos Esfera.

Continue lendo
content

Quais são as opções de saque do Fundo de Garantia este ano?

Confira quais são as modalidades de saque do FGTS 2022 disponíveis para os trabalhadores em regime CLT e como resgatar os valores.

Continue lendo