Finanças

Descubra o que é LCA, LCI e como investir

Quer fazer um investimento e não pagar Imposto de Renda? Então a melhor escolha são os LCAs e LCIs. Confira!

Anúncios

por Fernanda Weber

Publicado em 10/02/2021

O que é LCA, o que é LCI

Descubra o que é LCA e LCI.
Descubra o que é LCA e LCI. Foto: Pixabay / Nattanan23

Já pensou em fazer um investimento em renda fixa no qual você não precisa pagar nenhum imposto ou taxa? Então, apesar de não serem tão conhecidas, com as Letras de Crédito isso é possível. Por isso, saiba agora o que é LCA e LCI e invista o quanto antes.

Ao longo deste artigo vamos te mostrar tudo sobre cada uma dessas siglas, qual é a diferença entre elas, como funcionam e qual vale a pena investir.

Além disso, vamos te explicar tudo que precisa saber antes de começar a adquirir suas primeiras Letras de Crédito e, principalmente, como investir, que é fundamental, não é mesmo?!

Se quiser saber mais, vem com a gente!

Anúncios

O que é LCA e LCI: qual escolher?

Qual escolher?
LCA e LCI, qual escolher? Foto: Unsplash / Micheile Henderson

Tanto a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) quanto a Letra de Crédito Imobiliário (LCI) são ativos de renda fixa emitidos por bancos.

Enquanto que o primeiro está voltado para financiar o setor imobiliário, o segundo financia o setor de agronegócios.

Ou seja, as instituições que emitem a dívida, no caso, os bancos, usam esse dinheiro para financiar imóveis e empréstimos do agronegócio para outras pessoas e empresas.

Ambas as opções são muito parecidas e, ao contrário do CDB, estão isentas de Imposto de Renda.

Para investir em LCAs e LCIs, você precisa verificar se o seu banco ou corretora oferece essa opção, pois elas não são muito comuns.

Além disso, lembre-se que esse ativo costuma ter um valor mínimo para começar a investir e uma data de resgate do dinheiro.

Como vamos explicar em seguida, nem sempre os bancos permitem que você resgate o dinheiro antes do vencimento do papel. Por isso, fique de olho na data de validade do seu ativo e tenha certeza adequada para você!

Descubra a diferença entre LCA e LCI

Descubra a diferença entre os dois.
Descubra a diferença entre LCA e LCI. Foto: Pixabay / Stevepb

Em suma, esses dois tipos de investimentos são muito parecidos. Ambos estão atrelados a títulos de dívida emitidos por bancos e possuem baixa liquidez.

Talvez a maior diferença entre eles está no setor que financiam.

Isso porque, enquanto que a Letra de Crédito Imobiliário financia atividades e empreendimentos do setor imobiliário, a Letra de Crédito do Agronegócio financia o setor de agricultura e pecuária.

Ou seja, as LCIs são empréstimos que você faz ao banco e este repassa para sociedades de crédito imobiliário que precisam captar recursos. E as LCAs, por seu turno, são títulos para conseguir recursos para os participantes de toda a cadeia do agronegócio.

Além disso, quem investe em LCAs e LCIs, percebe uma ligeira diferença no valor inicial para investir em cada um desses ativos.

As Letras do Agronegócio demandam um investimento maior do que as Letras do setor Imobiliário. Mas, é preciso lembrar que isso não é uma regra e pode variar muito de banco para banco.

Anúncios

O que é LCA?

O que é LCA.
Conheça a Letra de Crédito do Agronegócio. Foto: Unsplash / Brahim Rifath

As LCAs são, em suma, títulos de dívidas emitidos por bancos para financiar qualquer atividade do agronegócio brasileiro.

Na prática, os bancos emitem esses títulos para que você empreste dinheiro em troca de uma rentabilidade fixa.

Depois que você adquire o ativo, os bancos usam o dinheiro captado para conceder empréstimos a agricultores e cooperativas do agronegócio.

Este dinheiro precisa ser usado, necessariamente, em atividades do campo e ligadas à agricultura e à pecuária.

Portanto, ao adquirir um título da Letra de Crédito do Agronegócio, você está investindo de forma direta no desenvolvimento do setor agrícola brasileiro.

Além disso, essas letras de crédito são um investimento bastante seguro e protegido pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Esse fundo, se você ainda não conhece, te protege em caso de falência da instituição que emitiu o título de dívida. Nesse sentido, você tem a segurança de que vai receber até R$250 mil por CPF ou CNPJ em cada instituição.

Ademais, os títulos de LCA podem ser bem variados e você consegue encontrar ativos de renda fixa de três tipos: prefixado, pós-fixado ou atrelados à inflação.

Ou seja, basicamente eles funcionam como um Certificado de Depósito Bancário (CDB). No entanto, possuem a vantagem de estarem isentos de Imposto de Renda.

Como este investimento funciona?

Como funciona a letra de crédito do agronegócio.
Como funciona o LCA. Foto: Unsplash / Markus Spiske

As LCAs funcionam de maneira bastante simples. Porém, antes de começar a investir nelas, é preciso prestar atenção em alguns detalhes, como vamos te mostrar agora.

Como já falamos, essas letras de crédito são emitidas por bancos que contam com o seu dinheiro para financiar o setor de agronegócio brasileiro.

E quando dizemos que os bancos contam com o seu dinheiro, significa que eles esperam que você empreste o valor pelo tempo de duração do papel. Ou seja, até a data de vencimento deste.

Dessa forma, antes de aplicar seu dinheiro em um ativo de renda fixa como este, lembre-se de que nem sempre você vai poder retirar o dinheiro antes do prazo final do papel.

Mesmo que alguns bancos emitam títulos de dívida que possibilitam o resgate do dinheiro depois de um prazo de 90 dias, isso não é tão comum.

Via de regra, as LCAs só remuneram depois que o papel chegar na data limite.

Com isso, podemos dizer que esse tipo de investimento é de baixa liquidez. Isto é, você não consegue ter acesso a seu dinheiro investido na hora que desejar e precisa esperar até ele estar disponível.

Por conta desta característica, apesar das letras de crédito serem boas opções de investimento, podemos afirmar que você deve evitar investir qualquer valor da sua reserva de emergência em uma LCA.

Isso porque você pode precisar do dinheiro de forma imediata e talvez não consiga retirá-lo pois precisa esperar até o vencimento.

O que é LCI?

O que é LCI.
O que é a Letra de Crédito Imobiliário. Foto: Unsplash / Christian Dubovan

Por seu turno, as Letras de Crédito Imobiliário, ou simplesmente LCIs, também são ativos de renda fixa. No entanto, como o próprio nome já diz, estão voltadas para o setor imobiliário.

Dessa maneira, uma LCI é um título de dívida emitido por bancos para financiar empreendimentos do setor de imóveis.

A respeito destes empreendimentos, os financiamentos cobrem tanto empréstimos para sociedades de crédito imobiliário, quanto associações de poupança e companhias hipotecárias que precisem de recursos.

Ou seja, ao investir numa LCI, você vai estar influenciando no crescimento e desenvolvimento do setor imobiliário.

Além disso, assim como a LCA, uma LCI está isenta de IR e você terá seu investimento protegido pelo FGC.

Na prática, isso significa que, caso aconteça alguma coisa com o banco emissor do título, você consegue reaver seu dinheiro investido até um limite de R$250 mil. Que é um valor considerável, não é mesmo?

Na prática, como funciona este investimento?

Como funciona a letra de crédito imobiliário.
Veja como funciona a LCI. Foto: Unsplash / Public Domain Pictures

Assim como a LCA, uma LCI tem baixa liquidez e nem sempre você consegue ter seu dinheiro de volta antes do vencimento do papel.

De modo geral, os títulos de Letra de Crédito do setor imobiliário costumam ter um valor inicial menor do que uma LCA. No entanto, como já explicamos, isso não é uma regra.

Para investir neste tipo de ativo de renda fixa, você vai precisar de, pelo menos, R$1000, que é o valor inicial encontrado nas corretoras de valores.

Por conta disso e também pela baixa liquidez, esses títulos são ideais para pessoas que já montaram a sua reserva de emergência e agora procuram por outras opções para diversificar a carteira.

A respeito da rentabilidade, tanto as LCIs quanto as LCAs geram menos lucro do que CDBs, por exemplo.

Mas, não podemos dizer que a rentabilidade é baixa. Afinal, como você não precisa pagar Imposto de Renda para este ativo, o lucro um pouco menor acaba sendo compensado.

Além disso, você pode encontrar três tipos de ativos em letras de crédito que seguem o padrão da renda variável:

  • Prexifadas: com uma taxa de juros já definida no momento em que a aplicação for feita.
  • Pós-fixadas: onde a taxa de juros está ligada a algum índice econômico como o IPCA ou o CDI. Neste caso, o retorno pela aplicação segue a variação destes índices ao longo do tempo.
  • Atreladas à inflação: por fim, neste caso a letra de crédito possui uma taxa prefixada e está também atrelada a um dos índices econômicos sendo, portanto, híbrida.

Quando vale a pena investir em Letras de Crédito?

Quando investir em LCA e LCI.
Descubra o melhor momento para investir em LCA e LCI. Foto: Pixabay / Annca Pictures

De modo geral, as letras de crédito demandam um investimento maior no momento de fazer a aplicação e ainda contam com a característica de terem baixa liquidez.

Muitas vezes, os bancos emitem títulos entre R$1000 e R$5000, com prazos entre um e três anos.

Além disso, às vezes, os títulos possuem uma carência de 90 dias em que você pode sacar todo ou parte do valor investido depois desse prazo. Mas isso não é uma regra e nem todos os bancos oferecem esta opção.

O mais comum é que você só consiga resgatar o valor investido com os juros depois que seu papel vencer.

Portanto, vale a pena investir nesses ativos de renda fixa quando você:

  • Já tem a sua reserva de emergência montada com títulos públicos, por exemplo.
  • Quer uma opção de investimento mais rentável que a poupança. Aliás, praticamente todos os ativos de renda fixa rendem mais que a caderneta e são tão seguros quanto ela.
  • Tem interesse em diversificar a sua carteira de investimento com uma opção que é isenta de IR.
  • Tem como meta adquirir um imóvel ou qualquer outro bem daqui um tempo e precisa de um investimento seguro para deixar seu dinheiro rendendo.

Enfim, nesses casos, as letras de crédito são, sim, ótimas opções para investir. Mas agora fica a dúvida, qual escolher?

LCA x LCI: qual é a escolha para você?

LCA ou LCI, qual escolher?
Qual investimento escolher: LCA ou LCI? Foto: Unsplash / Adeolu Eletu

Antes de escolher qualquer ativo para comprar, você precisa criar uma estratégia.

Ou seja, precisa definir:

  • Quais são suas metas financeiras e de vida?
  • Onde você quer chegar com o investimento?
  • Qual é o objetivo, isto é, por que você está guardando dinheiro?
  • Qual é o seu perfil de investidor?

Só depois que fizer isso você estará pronto para começar a investir, seja em letras de créditos seja em qualquer outro ativo.

Além disso, você precisa manter a sua estratégia sempre renovada. Isso significa que você precisa parar constantemente e analisar se os seus investimentos se encaixam no seu perfil, se as suas metas ainda são as mesmas.

Enfim, precisa fazer um balanço geral de tempos em tempos. Algumas pessoas costumam fazer isso uma vez por ano ou a cada 6 meses.

Ademais, para escolher seus ativos, você pode ter tanto LCA quanto LCI na sua carteira, não tem nenhum problema.

Inclusive, é muito bom que você diversifique seus investimentos para que, em caso de crise em um setor, o outro consiga equilibrar as pontas.

Como investir em LCA e LCI

Como investir em LCA e LCI.
Veja como investir em LCA e LCI. Foto: Unsplash / Jude Beck

Para que você possa investir tanto em LCAs quanto em LCIs, você precisa ter uma conta em uma corretora de valores.

Mesmo que alguns bancos também permitam investimentos, sempre recomendamos as corretoras pois elas possuem mais papéis disponíveis.

E, mais papéis são sinônimo de mais opções para você escolher aquela que achar melhor. Sempre de acordo com o seu perfil, sua necessidade e sua situação no momento.

Além disso, sempre cuide com o prazo de validade do ativo. Afinal, como já falamos antes, as letras de crédito possuem uma liquidez baixa e você pode levar um tempo até ter acesso a todo o dinheiro que investiu.

Se você ainda não tem conta em nenhuma corretora, veja o artigo que preparamos com sugestões.

Já separamos as melhores para investir e fazer seu dinheiro trabalhar em 2021. Saiba mais no link abaixo:

Sobre o autor

Fernanda Weber

Produtora de conteúdos digitais e redatora web com formação na área de Letras. Atua com produção de conteúdos sobre educação financeira e deseja levar seus conhecimentos práticos para mais pessoas e assim ajudá-las a lidar melhor com seu dinheiro.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Como empreender com pouco dinheiro

Conheça 7 ideias para começar a empreender com pouco dinheiro, até mesmo da sua própria casa ou então, abrindo uma franquia.

Continue lendo
content

Título de capitalização: como funciona?

Descubra aqui o que é e como funciona um título de capitalização em que você deposita mensalmente um valor e concorre a prêmios.

Continue lendo
content

4 motivos para ter um cartão Original Mastercard

Descubra 4 motivos para ter um cartão Original Mastercard. Saiba se esse é o cartão de crédito ideal para sua rotina diária.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Cartão Santander 1|2|3 Gold com múltiplo de pontos e cashback

Com o cartão Santander 1|2|3 Gold você tem mais vantagens no Programa Esfera com o múltiplo de pontos. Confira aqui se vale a pena ter o seu.

Continue lendo
content

6 bancos digitais com cartão de crédito para negativado

Conheça aqui os 6 principais bancos digitais com cartão de crédito para negativado e aproveite os recursos mesmo com restrições no seu nome.

Continue lendo
content

Consórcio ou Financiamento: o que é melhor para você

Consórcio ou Financiamento? Essa pode ser uma dúvida de muitas pessoas quando querem adquirir um bem ou seviço. Clique e tire suas dúvidas!

Continue lendo