Auxílio Governo

Segurança Social no Brasil: tire suas dúvidas

Com a segurança social, todos os contribuintes podem contar com um apoio financeiro quando não puderem trabalhar: na aposentadoria ou, ainda, em caso de invalidez ou gravidez. Saiba mais aqui sobre esse seguro e como ele funciona no Brasil.

Anúncios

Segurança social: uma garantia de renda caso você não possa trabalhar

Agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Fonte: Wikimedia commons.
Agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Fonte: Wikimedia commons.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é o órgão público responsável por garantir a segurança social no Brasil. Ou seja, é o órgão que concede aposentadorias, pensões e outros benefícios para todos os trabalhadores que tenham contribuído para o sistema.

Portanto, a segurança social é um benefício imediato de quem faz as contribuições mensais ao sistema de previdência brasileiro.

Além disso, o seguro social funciona como uma garantia de renda caso você esteja impedido de trabalhar: seja por aposentadoria, maternidade, doença, invalidez ou deficiência.

Como esse sistema é essencial para quem mora e trabalha por aqui, que tal aproveitar para conhecer mais sobre ele? É exatamente isso que te mostramos em seguida, confira!

O que é a segurança social no Brasil?

Então, no Brasil, a segurança social é um direito de todos os trabalhadores que fazem contribuições ao INSS. Ela é responsável por manter a qualidade de vida de quem contribuiu e, por algum motivo, não pode trabalhar no momento, seja de forma permanente ou temporária.

Assim sendo, ao fazer a contribuição mensal, você tem direito aos benefícios do seguro social. Dentre eles, podemos destacar:

  • aposentadoria;
  • pensão por invalidez permanente ou temporária;
  • licença maternidade;
  • auxílio-doença;
  • pensão por morte;
  • salário família;
  • entre outros.

Basicamente, todos os meses você deve contribuir para a previdência e, assim, garantir acesso a toda a cobertura do sistema. Além disso, você garante acesso a uma renda quando não pode exercer uma atividade remunerada.

Quem trabalha com emprego formal, tem parte do seu salário descontado de forma direta. Já quem trabalha de forma autônoma, com serviços domésticos ou tem uma micro empresa individual, por exemplo, segue regras um pouco diferentes e pode fazer a contribuição voluntária.

Vale lembrar que pagar o INSS é importante pois dá acesso aos serviços e vantagens que a segurança social oferece.

Guia do INSS Autônomo: como pagar

Quem trabalha como autônomo no Brasil precisa seguir algumas regras na hora de contribuir com a previdência social. Saiba como isso funciona agora mesmo.

Como emitir o extrato da Segurança Social?

O Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) é um documento que contém todas as informações sobre as contribuições do trabalhador e também contém informações como, por exemplo:

  • quem é o empregador;
  • por quanto tempo o trabalhador está empregado;
  • qual o salário;
  • todas as contribuições já realizadas pelo trabalhador desde as que fez por conta própria até as que fez como prestador de serviços.

Para que você possa ter acesso ao seu CNIS, precisa entrar no sistema do “Meu INSS” (disponível pelo site ou aplicativo) e clicar na pergunta: “Do que você precisa?”.

Depois disso, escreva o nome do serviço, ou seja, “extrato de contribuição” ou “extrato CNIS”. Em seguida, clique em “Baixar PDF” para ter acesso ao seu extrato.

Seja para pedidos via app ou site, seu atendimento é imediato. Assim sendo, já têm acesso ao extrato da segurança social no Brasil na mesma hora.

Atenção. A Maria quer falar com você.

banner image

Estamos enviando diversas opções de cartões e empréstimos pré-aprovados no WhatsApp.

Você será redirecionado a outro site

O que é o Número de Segurança Social?

O NIT é o Número de Inscrição do Trabalhador. Isto é, o número que identifica cada trabalhador perante o sistema da segurança social no Brasil. Esse número pode ser obtido a partir do CNIS.

Com o NIT, você tem seu registro como trabalhador perante o governo e consegue fazer contribuições mensais ao INSS e ter acesso aos benefícios do seguro social.

Ademais, o número do seguro social permite que você acesse de forma mais rápida as informações do sistema. Assim sendo, é interessante ter esse número em mãos ou então, conseguir decorá-lo. 

Como tirar o NIT pela internet?

Você pode tirar seu NIT pelo portal do CNIS. Fonte: Pexels.
Você pode tirar seu NIT pelo portal do CNIS. Fonte: Pexels.

Para ter o NIT, o trabalhador pode fazer a carteira de trabalho. Além disso, o número individual de cada pessoa está disponível no CNIS e pode ser consultado a qualquer momento.

Aliás, é pelo site do CNIS que você pode tirar o seu NIT online, caso ainda não possua o registro. Nesse sentido, basta acessar o CNIS com seu cadastro, clicar na aba “Cidadão” e escolher a opção “Inscrição”. Em seguida, clique em “Filiado” e complete as informações solicitadas. Logo que concluir o seu NIT estará disponível.

Ademais, os modelos mais novos do documento de identidade, Cartão do Bolsa Família e Cartão Cidadão já contam com o NIT.

Como falar com atendente do INSS online?

Caso você tenha qualquer dúvida sobre a segurança social no Brasil, você pode acessar o portal “Meu INSS” e conversar diretamente pelo chat.

Para isso, é só entrar no site que você já confere o ícone do chat no canto inferior direito da sua tela. Ao passar o mouse por cima da imagem, você consegue ler a frase “Clique aqui para falar comigo”.

Na sequência, você insere seus dados cadastrados e conversa com a assistente virtual do INSS.

Qual o valor da Segurança Social no Brasil?

O valor da contribuição para a segurança social muda de acordo com a atividade e a renda aqui no Brasil. Além disso, quem trabalha no regime CLT, tem o valor do INSS descontado diretamente no holerite.

Agora, quem trabalha de forma autônoma, como microempreendedor individual ou como profissional do lar, tem acesso a outras condições e precisa fazer contribuições de acordo com as regras da sua categoria.

Estudantes maiores de 16 anos e quem não tem nenhum tipo de renda também podem pagar o seguro social brasileiro todos os meses.

Só para ilustrar, um trabalhador que ganha um salário mínimo, tanto a alíquota aplicada quanto a efetiva são 7,5%. Para quem recebe R$4 mil, por sua vez, tem alíquota aplicada de 14% e efetiva entre 9,5% e 11,7%.

Para entender melhor como funciona o cálculo da previdência, confira mais informações, no post recomendado abaixo.

Tabela INSS: veja como ficou o cálculo

Para a contribuição ao INSS você precisa considerar sua renda e as alíquotas aplicada e efetiva. Confira aqui como calcular sua contribuição com base no novo método.

O que é preciso para se inscrever no INSS?

Em suma, você precisa de documentos pessoais para poder se inscrever na segurança social do Brasil.

Assim sendo, para fazer seu cadastro, tenha em mãos um documento de identificação, como a carteira de identidade, a CNH ou a carteira de trabalho. Além disso, se seu CPF não constar no documento de identificação, lembre-se de que precisará desse número também.

Ademais, antes de se inscrever no seguro social, você precisa ter os números PIS, PASEP ou NIS.

Como fazer a inscrição na Segurança Social?

A inscrição no seguro social garante acesso a vários benefícios. Fonte: Pexels.
A inscrição no seguro social garante acesso a vários benefícios. Fonte: Pexels.

Para que você possa se inscrever no INSS e começar a contribuir para a segurança social no Brasil, precisa acessar o “Meu INSS”. 

Em seguida, clique em “Inscrever no INSS” e preencha o cadastro de adesão. Assim que enviar os dados, você deve aguardar pelo atendimento, sendo que a resposta ocorre na mesma hora.

Por fim, pelo próprio atendimento você conclui seu cadastro e tem a inscrição no INSS homologada.

Ademais, em caso de dúvidas, você pode entrar em contato com a linha de apoio especial do seguro social. Esta linha está disponível pelo número 135, de segunda à sábado entre às 7h e 22h.

Então, conseguimos explicar como funciona a segurança social no Brasil? Se sim, aproveite para conhecer também como você pode fazer a sua carteira de trabalho.

Carteira de trabalho

Como tirar a primeira carteira de trabalho

Para quem quer ter acesso a todos os benefícios enquanto trabalhador, a carteira de trabalho é essencial. Veja como tirar a sua primeira carteira de trabalho.

Sobre o autor  /  Fernanda Weber

Produtora de conteúdos digitais e redatora web com formação na área de Letras. Atua com produção de conteúdos sobre educação financeira e deseja levar seus conhecimentos práticos para mais pessoas e assim ajudá-las a lidar melhor com seu dinheiro.

Revisado por  /  Junior Aguiar

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Como solicitar o cartão Verde

Veja aqui como pode solicitar o cartão Verde, uma opção sem anuidade, com TAEG de 12,5% e com pagamento mínimo de 5% da fatura.

Continue lendo
content

Cartões American Express: qual o ideal para você?

Quer conhecer melhor as características dos cartões American Express, além de seus benefícios exclusivos? Então, clique aqui e confira!

Continue lendo
content

Confira como conseguir visto de trabalho para Brasil

Quer tirar visto de trabalho para Brasil para desenvolver atividades profissionais em terras brasileiras? Saiba mais e veja como tirar o seu.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Coinext é confiável?

Está começando a investir em criptoativos mas ainda não tem uma corretora? Confira o post de hoje e veja se a Coinext é confiável!

Continue lendo
content

Conheça o cartão de crédito Gerencianet

A opção perfeita para quem quer controlar melhor os gastos, sem abrir mão das vantagens. Conheça mais sobre o cartão de crédito Gerencianet.

Continue lendo
content

Como solicitar o Cartão Universo

Cartão Universo é uma opção excelente de pré-pago que reúne vários benefícios em apenas um cartão. Clique e saiba como solicitar o seu!

Continue lendo