Finanças

Como renegociar e sair do SPC sem pagar juros

Infelizmente, muitos brasileiros estão endividados, não é verdade? Mas, que tal aprender a renegociar as dívidas e sair do SPC sem pagar juros? Então, leia este post e confira nossas dicas.

Anúncios

por Tathiane Mantovani

01/03/2021 | Atualizado em 27/07/2021

Renegocie suas dívidas e limpe o nome

Renegocie suas dívidas e limpe o nome. Fonte: SPC Brasil.
Renegocie suas dívidas e limpe o nome. Fonte: SPC Brasil.

Primeiramente, você sabia que os principais bureaus de crédito do Brasil são o SPC, o SCPC (Boa Vista) e a Serasa. Isso mesmo! Então, se você tem problemas com inadimplência e o seu nome consta nestes órgãos de proteção ao crédito. Que tal aprender como sair do SPC?

Para limpar o seu nome em qualquer um dos órgãos que mencionamos é necessário quitar as suas dívidas. Ademais, eles disponibilizam também plataformas e feirões que ajudam nesse processo. 

Então, se você quer sair do SPC, continue a leitura deste texto e confira todas as informações que separamos especialmente para você. Acompanhe!

Anúncios

O que é SPC?

O que é SPC? Fonte: Google.
O que é SPC? Fonte: Google.

Você, provavelmente, já ouviu falar do SPC Brasil, não é verdade? Essa é a sigla do Serviço de Proteção ao Crédito. Também conhecido como bureau de crédito, ele é vinculado à Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

O SPC é um banco de dados que contém informações sobre a adimplência e a inadimplência de pessoas físicas e jurídicas. Ou seja, ele processa e armazena todas as informações relacionadas às operações de crédito executadas no comércio de todo país.

Por isso, quando você vai fazer alguma compra no carnê em uma loja, normalmente, eles fazem uma consulta ao SPC. Além de oferecer o acesso ao seu banco de dados ao comércio, ele também se preocupa com a educação financeira dos brasileiros.

Diante disso, ele criou o Cadastro Positivo e o Negociar Dívida Online. São duas plataformas que ajudam as pessoas a melhorar a sua situação financeira e sair do endividamento.

Ademais, você deve estar se perguntando: afinal, qual é a diferença entre SPC, SCPC (Boa Vista) e Serasa? Todos têm a mesma função, que é a proteção do crédito no Brasil. Mas eles se diferem quanto à fonte dos dados que eles processam e armazenam.

No banco de dados do SPC e do SCPC existem informações de inadimplência fornecidas pelos lojistas credenciados a essas entidades. Ou seja, são os dados de pessoas que compraram um bem ou um serviço e não conseguiram pagar por eles.

Já na Serasa, o banco de dados é composto pelas pessoas com inadimplência em instituições financeiras. Portanto, ele contém o nome e o histórico financeiro das pessoas que têm dívidas com cartão de crédito, cheque especial, empréstimos, cheque, entre outros.

Como renegociar dívidas

Como renegociar dívidas. Fonte: Pexels.
Como renegociar dívidas. Fonte: Pexels.

Ninguém quer ficar endividado, não é verdade? Mas, às vezes, acontecem imprevistos em nossas vidas que atrapalham o orçamento quando não temos uma reserva de emergência. Isso mesmo! 

Normalmente, as pessoas entram em um ciclo vicioso de endividamento porque não têm o hábito de guardar dinheiro. Quando isso acontece você precisa renegociar as dívidas, ou seja, pedir um parcelamento ou um desconto que caiba no seu bolso.

Para isso, existem diversas maneiras, como negociar diretamente com o credor ou participar de feirões para limpar o nome. Esses eventos, normalmente, são oferecidos pelos órgãos de proteção ao crédito ou por entidades ligadas ao comércio.

Mas lembre-se de que antes de começar uma renegociação é necessário analisar as suas condições financeiras. Já que não quitar uma dívida renegociada pode render juros ainda maiores.

Ademais, vale destacar que renegociar uma dívida é a melhor maneira de fazer com que ela pare de aumentar, pois quanto mais tempo você fica sem quitá-la, maiores são os juros cobrados. Dessa forma, fica mais fácil reorganizar a vida financeira e pagar a sua dívida com mais calma.

Existem algumas dicas importantes que podem ajudar você a fazer uma boa renegociação. Pensando nisso, resolvemos descrevê-las aqui para que pessoas negativadas possam ter a chance de limpar o seu nome e retomar a sua saúde financeira. Vamos lá!

Anúncios

Consulte seu CPF

Consulte seu CPF
Consulte seu CPF. Fonte: Pexels.

O primeiro passo para renegociar uma dívida é consultar o seu CPF nos principais órgãos de proteção ao crédito para identificar se existem pendências financeiras em seu nome. Veja, a seguir, um breve resumo de como você pode fazer esse processo.

CadastroPresencialOnline
Serasa ExperianBasta comparecer ao Serasa com seus documentos pessoais para fazer a consulta do CPF gratuita.É possível consultar o seu CPF no site oficial, mas esse serviço é pago.
SCPC (Boa Vista)Basta comparecer ao SCPC com seus documentos pessoais para fazer a consulta do CPF gratuita.É possível consultar gratuitamente o seu CPF pelo site oficial.
SPC BrasilBasta comparecer na CDL ou na Associação Comercial da cidade com seus documentos pessoais para fazer a consulta do CPF gratuita.É possível consultar gratuitamente o seu CPF pela plataforma Negociar Dívidas Online.
Como consultar o CPF

Se o seu nome constar em algum destes órgãos, significa que você tem inadimplências que precisam ser quitadas para que o seu nome volte a constar com bom pagador.

Lembre-se de que negativados têm mais dificuldade de conseguir crédito no mercado, seja para fazer uma compra parcelada em uma loja ou, ainda, para obter um empréstimo ou um cartão de crédito.

Já que pessoas com o nome sujo têm maior probabilidade de não pagar as suas dívidas junto aos credores. Então, as empresas e as instituições financeiras evitam disponibilizar crédito para elas.

Procure canais oficiais para renegociar

Procure canais oficiais para renegociar. Fonte: Pexels.
Procure canais oficiais para renegociar. Fonte: Pexels.

Agora que você já sabe que tem pendências financeiras, chegou o momento de escolher como vai fazer a renegociação. Vale destacar que o ideal é procurar a loja na qual você fez a compra ou a instituição financeira onde você contratou o serviço ou o produto financeiro.

Ou, ainda, você pode participar dos feirões dos órgãos de proteção ao crédito ou da associação comercial da sua cidade. Lembre-se de que é importante procurar o canal oficial para evitar problemas com golpes.

Avalie o tamanho da dívida

Avalie o tamanho da dívida. Fonte: Pexels.
Avalie o tamanho da dívida. Fonte: Pexels.

O próximo passo é avaliar o tamanho da dívida, pois isso impactará no cálculo do saldo devedor, bem como na proposta para quitação da pendência. Para isso, você precisa entrar em contato com o credor. Peça para ele repassar por e-mail o valor atualizado da dívida incluindo juros e demais encargos. 

Também em relação ao tamanho da dívida, você pode trocar pendências mais caras por aquelas mais baratas. Como assim? Por exemplo, se você tem uma dívida com o cartão de crédito ou com o cheque especial, os juros são muito mais altos do que o cobrado em um empréstimo.

Então, você pode fazer um empréstimo para quitar a sua dívida, ou seja, você trocou uma dívida cara por uma barata. Nesse caso, é ideal tentar um crédito consignado ou com garantia, pois eles oferecem as menores taxas de juros do mercado.

Descubra as condições de pagamento e prazo

Descubra as condições de pagamento e prazo. Fonte: Pexels.
Descubra as condições de pagamento e prazo. Fonte: Pexels.

Agora que você já sabe o tamanho da dívida, precisa conversar com o credor sobre a proposta da renegociação, ou seja, você tem que entender as condições de pagamento. Essa informação é essencial para que você consiga saber se vai conseguir quitá-la.

Portanto, neste momento é necessário perguntar sobre a existência de algum desconto e como ele funciona. Assim como saber a quantidade e o valor das parcelas para pagamento. Além disso, verifique a taxa de juros aplicada.

Se você não gostar das condições da renegociação, não fique com vergonha de pedir um desconto ou um prazo de pagamento maior. Ademais, é importante esclarecer com o credor quanto tempo depois do pagamento demora para a sua situação ficar regularizada nos órgãos de proteção ao crédito.

Após a conclusão da renegociação, faça a formalização por meio de um documento, bem como solicite ao credor os boletos para pagamento. Além disso, faça uma planilha de controle para que você não perca as datas dos vencimentos.

Organize suas finanças pessoais

Organize suas finanças pessoais. Fonte: Pexels.
Organize suas finanças pessoais. Fonte: Pexels.

Vale destacar que essa é uma dica bônus, pois ela deve ser feita antes, durante e depois da renegociação. Dessa forma, você consegue manter uma vida financeira mais saudável. Se você ficou endividado uma vez, isso não quer dizer que essa situação deve durar para sempre.

Após você quitar a sua dívida, o seu nome fica limpo nos órgãos de proteção ao crédito e você volta a ter crédito no mercado. Diante disso, é necessário adotar uma postura menos impulsiva no momento das compras.

Assim, você evita um novo endividamento. Para isso, é essencial fazer um planejamento financeiro e segui-lo à risca. Ademais, não se esqueça de fazer uma reserva de emergência para que em caso de imprevistos o seu orçamento não seja prejudicado.

Como organizar as finanças pessoais?

Todo mundo tem sonhos a realizar, mas muitos se esquecem que organizar as finanças pessoais é um passo muito importante na caminhada rumo às conquistas financeiras.

Como negociar dívida no SPC?

Como negociar dívida no SPC. Fonte: Negociar Dívida Online.
Como negociar dívida no SPC. Fonte: Negociar Dívida Online.

Como mencionamos, o SPC Brasil tem uma plataforma de renegociação de dívidas: o Negociar Dívida Online. Nela os brasileiros podem localizar os seus credores e negociar as suas pendências para sair do SPC.

Portanto, ela é uma ferramenta que ajuda consumidores e empresas a entrar em um acordo na qual ambas ganham. Ademais, na plataforma você pode ter acesso ao Cadastro Positivo e a dicas de educação financeira.

O acesso a ferramenta é gratuito e você pode fazer quantas renegociações quiser. Para ajudar na usabilidade desta plataforma. Separamos aqui o passo a passo para você negociar a sua dívida e sair do SPC. Confira!

Conheça os melhores cursos gratuitos para sair das dívidas.

Como negociar uma dívida

Aprenda como negociar sua dívida sem comprometer seu orçamento familiar. Fique alerta a golpes e saiba se precaver!

Faça o cadastro

Faça o cadastro
Faça o cadastro. Fonte: Unsplash.

O primeiro passo é acessar o site Negociar Dívida Online. Em seguida, clique em “Cadastre-se” e preencha o formulário com as informações solicitadas, que incluem e-mail, CPF e telefone, bem como login e senha. Feito isso, selecione a opção que indica como você conheceu o site e clique em “Quero negociar”.

Após esse processo, você receberá um e-mail com um link e um código de SMS. Na sequência, clique no link e finalize o seu cadastro. Dessa forma, será possível ter acesso a relação de empresas com negociação disponível.

Selecione a dívida

Selecione a dívida. Fonte: Pexels.
Selecione a dívida. Fonte: Pexels.

Acesse novamente o site com o seu login e senha. Depois disso, clique em “Negocie agora”. Assim, você terá acesso a todas as empresas que estão disponíveis para negociação. Na sequência, escolha e clique na dívida que tem interesse em pagar. 

Feito isso, verifique as condições de pagamento oferecidas pelo credor, bem como selecione a data e a forma de pagamento (boleto ou cartão de crédito) do acordo que cabem no seu bolso. 

Se você não concordar com a proposta do credor, pode entrar em contato com ele pelo telefone informado pela plataforma. Assim, é possível fazer uma contraproposta com condições mais favoráveis à sua situação financeira. 

Vale destacar que se você não encontrar uma proposta de negociação de uma determinada empresa. Basta clicar em “Indicar empresa” e preencher os dados da dívida que você quer negociar.

O SPC envia um comunicado para essa empresa, se ela tiver interesse pode inserir sua proposta de negociação na plataforma para que você possa quitar essa dívida.

cartão pão de açúcar Gold

Como quitar dívida cartão de crédito

Quer sair do vermelho antes de terminar o ano? Confira nossas dicas para quitar dívida de cartão de crédito.

Finalize a negociação

Finalize a negociação. Fonte: Pexels.
Finalize a negociação. Fonte: Pexels.

Para finalizar a negociação basta aceitar as condições da proposta clicando no botão “Finalizar negociação – parcelado” ou “Finalizar negociação – à vista”. Em seguida, leia o contrato ou o termo da negociação, se estiver tudo certo basta clicar em “Aceitar”.

Por fim, baixe o boleto ou preencha o campo com os dados do cartão de crédito. Caso a negociação seja parcelada, você precisa acessar todo mês a plataforma para baixar o boleto correspondente para pagamento.

Faça o pagamento da dívida

Faça o pagamento da dívida. Fonte: Pexels.
Faça o pagamento da dívida. Fonte: Pexels.

Se você fez a negociação à vista, basta fazer o pagamento. Caso seja parcelado, não deixe de pagar os boletos em dia. Assim, que a dívida for quitada o credor tem a responsabilidade de solicitar a baixa do seu nome no cadastro de devedores do SPC. Esse processo pode demorar até 5 dias úteis.

Dessa forma, você voltará a ter o nome limpo, bem como crédito no mercado para fazer compras parceladas ou contratar produtos e serviços financeiros. Lembre-se de que você pode continuar usando a plataforma para consultar seu CPF, negociar novas dívidas, atualizar o cadastro, entre outros.

Cuidado: não aceite qualquer proposta

Afinal, não aceite qualquer proposta
Afinal, não aceite qualquer proposta? Fonte: Pexels.

Você está endividado, mas isso não quer dizer que precisa aceitar qualquer proposta para quitar as suas dívidas. Lembre-se de que o credor sempre vai tentar fazer uma proposta inicial que seja favorável para ele.

Então, a nossa dica é que leia com muita atenção a proposta e não aceite se ela não estiver de acordo com as suas condições financeiras. Caso contrário, você não conseguirá pagá-la e a sua situação ficará mais complicada.

Também é importante não ter vergonha de perguntar caso tenha uma dúvida sobre alguma informação ou cálculo presente na proposta. Assim como se você achar necessário, faça uma contraproposta para tentar reduzir os juros ou aumentar a quantidade de parcelas, por exemplo.

Lembre-se de que a proposta precisa ser vantajosa tanto para você quanto para o credor, bem como ela deve estar alinhada com as suas condições financeiras para que seja possível quitá-la sem comprometer ainda mais o seu orçamento.

Podemos concluir que é possível renegociar suas dívidas e sair do SPC. Basta você procurar a plataforma disponibilizada pelo órgão de proteção ao crédito. Ademais, depois que você resolver as suas pendências, organize suas finanças para não se endividar novamente.

Agora, que tal ler outro artigo do nosso site para aprender como sair das dívidas definitivamente em 2021? Boa leitura!

Como sair das dívidas em 2021

Ninguém quer ficar endividado, não é mesmo? Mas, se você não sabe como resolver essa situação, leia abaixo nosso passo a passo definitivo para sair das dívidas em 2021.

Sobre o autor

Tathiane Mantovani

Jornalista (Mtb 0012333/PR), Estrategista de Conteúdo, Redatora SEO, Conteudista EAD e Escritora com mais de 9 livros publicados nas áreas de Recursos Humanos e Segurança do Trabalho. Estudante de Jornalismo e Publicidade. Bacharel em Administração. Especialista em Marketing de Conteúdo, Design Instrucional, Gestão de Pessoas e Psicopedagogia Institucional. Apaixonada pela arte da escrita e amante dos livros técnicos.

Em Alta

content

Os 30 hotéis mais surpreendentes do mundo

Que tal conhecer os 30 hotéis mais surpreendentes do mundo?! Saiba agora mesmo quais são e já se prepare a querer ficar hospedado em um deles!

Continue lendo
content

Conheça o curso de inglês online edX

Deseja ingressar em um bom curso de inglês gratuito? O curso de inglês online edX é uma boa opção para você. Clique e saiba mais.

Continue lendo
content

Como solicitar cartão Pan Mastercard Internacional

Veja como solicitar o cartão Pan Mastercard Internacional e participe você também dos programas de pontos Mastercard Surpreenda e Pan Mais!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Cartão BMG ou Cartão Nubank: qual escolher?

Cartão BMG ou Cartão Nubank? Qual cartão escolher? Leia o nosso post e saiba tudo sobre estes dois produtos financeiros.

Continue lendo
content

Usuários da corretora NuInvest relatam desaparecimento de aplicações

Clientes da corretora NuInvest, do Nubank, relatam sumiço de investimentos e dificuldade em acompanhar suas aplicações. Confira!

Continue lendo
content

Empréstimo imobiliário KeyCash : o que é e como funciona

Quer uma opção de crédito pessoal com taxas menores, muita segurança e praticidade sem igual? Conheça a opção de empréstimo da Keycash.

Continue lendo