Educação financeira

O que é transferência de custódia?

Quer trocar seus investimentos de corretora e não sabe como fazer? Então veja agora como funciona a troca e um jeito simples de fazer.

Anúncios

por Fernanda Weber

Publicado em 08/04/2021

Transferência de custódia

Veja como fazer a transferência de custódia. Foto: Unsplash / John Schnobrich
Veja como fazer a transferência de custódia. Foto: Unsplash / John Schnobrich

Ao começar a investir temos muitas opções de corretora para abrir contas e cada uma funciona de uma maneira diferente. No entanto, pode acontecer de, no meio do caminho, você querer trocar seus ativos para outra. Para isso, existe a transferência de custódia.

Existem vários motivos que podem fazer você querer trocar. Por exemplo: caso o site da corretora atualize e você não goste ou não consiga mexer, atendimento ruim, mudança nas taxas cobradas, entre outros.

Portanto, se você tem alguns ativos em uma corretora e tem desejo de passar estes para outra, fique com a gente. Hoje eu vou te mostrar como transferir a custódia é simples e se vale a pena ou não fazer isso.

Anúncios

Entenda o conceito de transferência de custódia

Em suma, a transferência de custódia é apenas um conceito para explicar a troca de ativos entre uma corretora de valores e outra quando o cliente quiser.

Basicamente, o que você vai fazer é trocar as coisas de lugar.

Só para ilustrar é mais ou menos parecido com isso é a portabilidade de operadoras de celular. Quando você quiser, pode trocar de operadora sem precisar trocar de número.

Portanto, quando você achar necessário, pode solicitar à sua corretora atual, a ‘portabilidade’ para outra. 

Ao fazer isso, você não tem nenhum custo e todos os seus ativos ficam preservados. Ou seja, você não precisa vender todos e depois recomprar em outra corretora. Até porque esse processo não é nada lucrativo para você.

O que é transferência de custódia?

A transferência de custódia é um recurso usado para fazer a troca de investimentos de um lugar para o outro.

Dessa forma, ela funciona como uma portabilidade, como já explicamos. Assim sendo, você transfere a custódia de seus ativos de uma corretora de valores para outra.

Na prática, você estará mudando os ativos de lugar e também mudando a empresa que vai ‘cuidar’ e ‘proteger’ deles. 

E o melhor de tudo, é que você não precisa vender nenhum ativo para depois tentar comprar novamente por outra corretora.

Até porque, ao fazer esse processo, você corre o risco de perder a rentabilidade do investimento, pagar imposto de renda e ainda contar com uma valorização de seus ativos que vão te impedir de tê-los na mesma quantidade.

Por isso, antes de tentar vender tudo, procure a sua corretora atual e veja como pode transferir a custódia de suas aplicações.

Anúncios

Como funciona a portabilidade de ativos?

Fazer a portabilidade dos ativos não é difícil. Foto: Pexels / Andrea Piacquadio
Fazer a portabilidade dos ativos não é difícil. Foto: Pexels / Andrea Piacquadio

Desde 2020 ficou mais fácil fazer a transferência de custódia. Isso porque a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que cuida das operações com investimentos no Brasil, exigiu que as corretoras colaborassem mais no momento de fazer a portabilidade.

Com isso, hoje, quando você solicita a troca de custódia, em até 3 dias o processo está concluído.

Em relação ao modo como a portabilidade funciona, podemos resumir assim:

  • Primeiro, você precisa abrir uma conta numa nova corretora.
  • Em seguida, faz a Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários (STVM).
  • A partir do pedido, os ativos ficam bloqueados e você não consegue mais vendê-los até que o processo esteja concluído.
  • Quando há algum problema no pedido, as corretoras entram em contato para que você resolva as pendências e o processo continue.

Assim sendo, podemos dizer que o funcionamento da transferência de custódia é bem simples. Afinal, boa parte dele é feito entre as corretoras, você precisa apenas preencher a STVM e acompanhar o processo.

Como realizar a transferência?

Realize a transferência sem sair de casa. Foto: Pexels / Vlada Karpovich
Realize a transferência sem sair de casa. Foto: Pexels / Vlada Karpovich

Para realizar a transferência de custódia, você encontrará algumas diferenças entre as corretoras. Em algumas, o processo é muito simples, como por exemplo em trocas de custódias entre a Rico, a Clear e a XP Investimentos.

Se você quiser transferir os ativos entre essas corretoras, basta acessar o site da cessionária (corretora que vai receber os ativos), preencher um formulário simples e ela mesma envia o pedido para a cedente (sua corretora atual).

Isso acontece porque essas corretoras pertencem ao mesmo grupo, o que facilita muito o processo.

Agora, para transferir a custódia dos ativos entre outras corretoras, a troca acontece com mais detalhes. Vamos fazer um passo a passo geral, mas lembre-se de confirmar com a sua corretora pois ela pode incluir mais algum documento ou exigência.

Rico: passo a passo para investir

Veja como você pode investir com a corretora Rico. Ela não cobra taxa de corretagem e oferece tanto ativos de renda fixa quando de renda variável para você.

Passo a passo para a troca de ativos entre corretoras

  1. Em primeiro lugar, abra a sua conta na nova corretora.
  2. Depois que fizer isso, acesse o site da cedente para conseguir a STVM.
  3. Preencha todos os dados. Lembre-se de que a cedente é a corretora de origem e a cessionária é sua nova corretora.
  4. Ao final, será necessário assinar o documento. Você pode fazer isso com uma assinatura eletrônica ou então imprimir o documento, assinar e depois digitalizar o papel.
  5. Feito a assinatura, envie a STVM para a corretora de origem. Adicione os outros documentos que ela pode solicitar.

Depois que finalizar esta parte, aguarde a conclusão do processo. Você será informado de qualquer novidade por meio do portal das corretoras.

Quais as vantagens e desvantagens deste tipo de operação?

Em resumo, podemos dizer que as vantagens de fazer a transferência de custódia são:

  • Conseguir melhores taxas em outra corretora;
  • Ser uma operação com custo zero;
  • Não precisar pagar imposto de renda pela venda do ativo, afinal, ele não precisará ser vendido;

Em relação a desvantagem, a única coisa que destacamos é que a corretora de origem pode complicar um pouco a sua saída. Em suma, as corretoras estão deixando a troca de custódia mais simples e rápida.

No entanto, ainda é um pouco difícil para encontrar algumas informações. Por isso, recomendamos que você tenha paciência.

Vale a pena fazer a transferência de custódia?

Descubra se vale a pena fazer a troca. Foto: Pexels / Andrea Piacquadio
Descubra se vale a pena fazer a troca. Foto: Pexels / Andrea Piacquadio

Para dizer se vale a pena ou não transferir a custódia dos seus ativos, você precisa avaliar o que essa troca te trará de benefícios:

  • A nova corretora cobra menos taxas?
  • O site dela é mais fácil de entender?
  • O serviço de atendimento ao cliente funciona bem?

Se sua resposta for sim, então podemos afirmar que vale a pena.

Por fim, avalie ainda porque quer fazer a troca e depois é só abrir o processo na sua corretora de origem. 

Se você está começando a investir agora e quer aprender mais, veja este artigo que separei especialmente sobre o tema:

Vale a pena investir em renda fixa em 2021?

Neste artigo vou te contar se ainda vale a pena investir na renda fixa em 2021. Isso porque a Selic anda em baixa e nem sempre a rentabilidade dos ativos é boa, confira.

Sobre o autor

Fernanda Weber

Produtora de conteúdos digitais e redatora web com formação na área de Letras. Atua com produção de conteúdos sobre educação financeira e deseja levar seus conhecimentos práticos para mais pessoas e assim ajudá-las a lidar melhor com seu dinheiro.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Existe aplicativo para aumentar score?

Está com algum problema para solicitar um serviço por conta da reputação financeira? Veja no post de hoje como usar um aplicativo para aumentar o score.

Continue lendo
content

Qual é a melhor plataforma de investimento em 2022?

Conheça as opções de melhor plataforma de investimento de 2022, com diversas funcionalidades e benefícios, para começar a investir hoje!

Continue lendo
content

Como solicitar o empréstimo GPAtiva

O empréstimo GPAtiva ajuda a realizar algum sonho pagando menos juros a cada mês. Veja como pedir e ter prazo de até 36 meses para pagar.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Saiba as vantagens do cartão de crédito Santander SX

O cartão de crédito Santander SX veio para substituir o Santander Free, mas ainda carrega boas vantagens do seu antecessor e mais. Confira!

Continue lendo
content

Review cartão BTG+ 2021

Confira o nosso review cartão BTG+ e conheça um produto que oferece cobertura internacional, além de anuidade zero e muitos benefícios! Veja aqui!

Continue lendo
content

Contas digitais para investimento: conheça as melhores opções

contas digitais para investimento têm sido uma ótima escolha para quem quer iniciar no mundo do mercado financeiro. Saiba mais sobre!

Continue lendo