Finanças

Quanto devo guardar do meu salário por mês?

Quanto devo guardar do meu salário por mês? Para chegar a um valor é preciso um bom planejamento financeiro e controle de gastos. Saiba como!

Anúncios

Quanto se deve guardar por mês?

Quanto se deve guardar por mês?
Quanto se deve guardar por mês?

Saber quanto devo guardar do meu salário por mês pode ser uma dúvida muito comum. E, embora não existe uma fórmula pronta e perfeita para responder, existem alguns métodos eficientes para atingir tal fim é basicamente se dedicar a economizar. 

Mas caso você não possua nenhuma reserva de emergência ou ainda não tenha começado a pensar na aposentadoria, investimentos… apenas o hábito de economizar já é algo saudável e extremamente necessário para que você consiga atingir sua independência financeira. 

Contudo, especialistas afirmam que o simples ato de poupar não basta, você precisa ter um propósito. Por exemplo, você pode começar a pensar em metas de curto, médio ou longo prazo, como:

  • Como juntar 5 mil reais rápido?
  • O que fazer para ganhar 100 reais por dia?
  • Quanto devo guardar por mês para ter um milhão em três anos?
  • Como juntar mil reais em dois meses?

Pois apenas com um objetivo concreto você conseguirá se motivará a manter-se no curso e guardar uma parte do seu salário por mês. Afinal, economizar seus recursos, ainda mais se você não está habituado, requer esforço e sacrifícios.

Mas é exatamente esse esforço que poderá gerar um incômodo no curto prazo, que com certeza valerá a pena quando você conquistar sua liberdade, não sendo mais escravo do dinheiro. Então, se você está se perguntando ainda “quanto devo guardar do meu salário por mês?”, vai adorar o conteúdo que reunimos para você a seguir

Assim, vai conseguir uma boa reserva e investir, fazendo o dinheiro trabalhar para você. Então, continue com a gente e confira nossas dicas para começar a juntar dinheiro rápido mesmo ganhando pouco.

Vamos lá?

Anúncios

Como começar a guardar dinheiro?

Primeiramente, ressaltamos que a pergunta “Quanto guardar do meu salário por mês?” é válida para você que ganha um salário mínimo ou cinco salários mínimos.

Mas na verdade, não importa sua renda mensal, todos estão passíveis de contrair dívidas e também de criar hábitos financeiros saudáveis e sustentáveis a longo prazo. 

Planejamento financeiro e o ato de economizar são para todas as pessoas, principalmente se você se encontra endividado.

Livre-se das preocupações de uma vez por todas e viva uma vida financeira tranquila guardando parte do seu salário por mês. 

Primeiramente, precisamos destacar que é quase impossível guardar parte do seu salário por mês caso você não tenha um planejamento.

Ou seja, é preciso se organizar, entender suas finanças pessoais, para começar essa jornada. 

O controle financeiro é o que permitirá que você entenda suas contas mensais.

Assim, é possível analisar e diagnosticar suas finanças.

Ou seja, verificar dívidas contraídas, contas vencidas, parcelamentos e financiamentos em aberto, etc. 

Para isso, levante todas as despesas que você possui dentro de um mês: água, luz, aluguel, internet, telefone, mensalidades, alimentação, transporte, supermercado, parcelamentos no cartão de crédito ou crediário, dívidas, etc. 

Essas informações são consideradas a fotografia das suas finanças pessoais.

E, assim, fica mais simples entender o seu fluxo financeiro e como controlá-lo.

Afinal, você saberá quanto da sua renda mensal está comprometida com os gastos essenciais da casa, com alimentação e transporte (que podem ser otimizados), custos supérfluos que podem ser cortados e qual o seu nível de endividamento e sua capacidade de pagamento para organizar-se financeiramente e ainda economizar. 

10 dicas para não faltar dinheiro no fim do mês

Aprenda aqui como economizar e organizar as finanças para nunca mais faltar dinheiro no final do mês!

Aplicativo de gestão financeira

Assim que você tiver a fotografia das suas finanças, recomendamos que utilize um aplicativo de gestão financeira para computar as informações.

Isso porque não basta listar seus gastos dentro de um mês e de que forma otimizar seus recursos.

É preciso acompanhar mês a mês, ou até mesmo diariamente no início, para onde vai o seu dinheiro. 

Você precisa saber exatamente quanto da sua renda mensal vai para cada categoria, como: alimentação, transporte, lazer, gastos essenciais, como: água, luz, telefone, condomínio, aluguel, etc.

Ao categorizar seu consumo por tópicos você consegue perceber quais são os seus gargalos financeiros, de que forma pode reduzir os custos e otimizar seus recursos. 

Não conte apenas com papel e caneta. Se você deseja ser independente financeiramente precisa de tecnologia.

Afinal, só assim conseguirá provisionar os seus gastos para os próximos meses e, consequentemente, o quanto deve guardar do seu salário por mês para ter liberdade e conquistar suas metas e objetivos.

Quanto mais você conseguir guardar do seu salário e aplicar em ativos de renda fixa, por exemplo, maior será o seu retorno financeiro no longo prazo.

Isso porque você estará fazendo os juros compostos trabalharem a seu favor.

Esse é o grande segredo para maximizar o valor economiza. 

Perceba que por se tratar de uma economia voltada para metas e objetivos financeiros, que dependem do seu orçamento familiar e o quanto você consegue economizar, a resposta para a pergunta “Quando devo guardar do meu salário por mês?” é bastante individual.

O que pode ser o melhor para o seu vizinho, talvez não seja o melhor para você. 

O importante é descobrir como você pode reduzir custos desnecessários e para isso você precisa de uma estratégia. 

Os melhores aplicativos para organizar finanças

Que tal 2021 com novos hábitos? Ter uma vida financeira saudável é um bom início. Conheça os melhores aplicativos para organizar sua vida financeira em 2021 aqui!

Anúncios

Elabore um planejamento financeiro

Depois de listar suas despesas e escolher o aplicativo de gestão financeira que melhor se encaixa com você, é hora de economizar, de fato.

Para isso é preciso traçar uma estratégia. 

O quanto você irá poupar depende da sua capacidade de economizar.

Sendo assim, talvez você tenha que começar de forma tímida para aumentar com o passar do tempo.

O objetivo é sempre economizar cada vez mais.

Por isso, trace metas financeiras. 

Especialistas afirmam que um bom cenário é economizar 30% do seu salário por mês.

Sendo assim, os seus gastos essenciais e parcelamentos para quitação de dívidas e outras despesas não deve ultrapassar 70% da sua renda mensal.

Afinal, a primeira regra é não gastar mais do que você ganha – e não correr o risco de contrair mais dívidas!

Caso você não consiga começar com 30%, não tem problema!

Mas, se você não consegue poupar nem uma parte de seu salário é hora de repensar.

Provavelmente você precisará rever suas despesas e cortar gastos no curto prazo.

Por isso, a separação em essencial e supérfluo é tão importante. 

Muitas vezes, para colocar sua estratégia em prática será preciso reduzir o plano de celular e internet, cortar as idas ao cinema, realizar as compras de supermercado com trocas inteligentes e até mesmo realizar alguns outros trabalhos para conseguir uma renda extra. 

Ademais, ao mesmo tempo que você se concentra em quitar suas dívidas, deve pensar na aposentadoria e em uma reserva de emergência.

Por isso, tenha isso em mente ao traçar a sua estratégia para guardar uma parte do seu salário mês a mês. 

Mantenha um padrão de vida abaixo do que você ganha

padrão de vida abaixo do que você ganha
padrão de vida abaixo do que você ganha

Assim, após fazer todo o seu planejamento financeiro e entender como funciona o seu fluxo de renda mensal, é preciso tomar atitudes mais práticas para conseguir guardar uma parte do seu salário por mês. Mas quais?

Agora, a pergunta não é mais “quanto devo guardar do meu salário por mês?”, mas “quanto devo gastar do meu salário por mês?”. Pois é preciso começar a pensar em viver com menos gastos.

Primeiramente, é preciso ter o compromisso de manter seu padrão de vida abaixo do que você ganha. Mas o que isso significa? Bem, basicamente isso significa gastar menos do que você ganha. Assim, seus gastos essenciais devem estar rm primeiro lugar, e os gastos supérfluos devem ocorrer pensando como se você ganhasse menos do que realmente ganha.

Pois quem não se planeja dessa forma acaba gastando tudo o que recebe, e até mais! Então, como conseguiria guardar uma parte do salário por mês dessa forma? Por exemplo:

  • Se você ganha 2 mil reais, cote o seu orçamento mensal como se o seu salário fosse de 1.700 reais por mês.

Ou seja, você começa a se planejar para viver com menos, e essa sobra que você “ignorou” pode começar a entrar na sua reserva de emergência ou nos seus investimentos. Muito legal, não é? Assim, após um bom período se planejando dessa forma, você nem vai mais perceber que está vivendo com menos do que ganha de salário por mês.

Mas isso é só um exemplo. Então, é interessante você pensar em termos de porcentagem, que é o que vamos explicar melhor a seguir. Confira!

Quantos por cento devo guardar do meu salário por mês?

Para que você saiba quanto do seu salário deve guardar por mês, é interessante pensar em porcentagem. Primeiramente, é essencial fazer o planejamento e entendimento dos seus gastos, como se fosse um fluxo de caixa de uma empresa.

Mas vamos a algumas dicas para que você saiba com mais detalhes quantos por cento deve guardar do seu salário mensalmente. Entao, continue com a gente, vamos lá?

Comece a guardar 5% do seu salário por mês

Conforme mencionamos, vale a pena começar timidamente.

Estipule a meta de economizar 5% da sua renda mês a mês.

Esse é um percentual um tanto quanto baixo, mas para quem ainda não tem o hábito de economizar, é um ótimo início. 

O importante aqui é cultivar o hábito.

Então, trace uma estratégia para economizar 5% todos os meses. E, com o passar do tempo, tenha como objetivo aumentar esse percentual. 

Para economizar 5% você pode utilizar as seguintes dicas:

Assim que chegar o seu salário, já guarde os 5% dele em sua conta.

Pode ser na conta poupança, em um CDB, etc.

Tem que ser em uma conta em separado, que você não utiliza no dia-a-dia.

Por isso, nada de deixá-lo em sua conta corrente e correr o risco de gastar o dinheiro!

Você também pode utilizar a regra dos 5% em cada compra.

A cada compra que você fizer, você deverá adicionar 5%.

Ou seja, se você irá gastar R$10,00 em uma refeição, R$0,50 irá para sua economia do mês. 

Contudo, realmente recomendamos que você já guarde os 5% no início do mês para não correr riscos.

E, ao mesmo tempo, também vale utilizar a regra dos 5% em cada compra, para economizar ainda mais, aos pouquinhos.

Pode não parecer, mas esses passos tímidos irão te ajudar a construir uma grande reserva financeira e sair das dívidas, se for o caso. 

Suba para 10% do seu salário

A partir do momento que já for fácil para você economizar 5% do seu salário é hora de desafiar-se ainda mais.

Passe a guardar 10% da sua renda mês a mês.

Trace uma estratégia para ir aumentando gradativamente 5% no primeiros três meses, 6% nos próximos três meses. Ou então, da melhor forma que você consiga… até chegar aos 10%.

Esse é o mínimo recomendado pelos especialistas.

Lembre-se de que quanto mais você conseguir economizar o seu salário, mais rápido você irá quitar suas dívidas e construir uma reserva financeira.

Além disso, mais você conseguirá aplicar em investimentos e fazer os juros compostos trabalharem, te dando tranquilidade financeira. 

Mesmo que 10% do seu salário seja pouco, não desanime! Pois mesmo com pouco você já consegue começar a investir!

Qual o melhor lugar para guardar dinheiro e render?

Qual o melhor lugar para guardar dinheiro e render?
Qual o melhor lugar para guardar dinheiro e render?

Pois às vezes a pergunta não deve ser “quanto devo guardar do meu salário por mês”, mas “como devo fazer o meu salário render”. Mas não se assuste, é possível começar a investir com apenas R$30 reais em títulos públicos do Tesouro Direto, programa do governo federal. Mas vamos lhe dar algumas dicas rápidas para guardar e fazer render o seu salário.

Assim, não vai só economizar, mas também investir. Ou seja, mesmo que ainda seja um valor mais simbólico, isso irá te motivar a seguir em frente e te ensinar mais sobre foco e disciplina. Ademais, vai ficar mais fácil entender quanto guardar do salário por mês e também irá tornar isso um hábito.

Então, para você que quer saber qual o melhor lugar para guardar dinheiro e render, nós indicamos:

  • Tesouro Direto
  • Tesouro Selic
  • IPCA.

Pois a rentabilidade é bem mais interessante do que a da caderneta de poupança, por exemplo, e tão seguro quanto. 

Mas outra opção são os Fundos DI. Pois esse investimento também ocorre por meio de aplicações em títulos de renda fixa, e é possível atingir valores bem interessante.

Entretanto, para isso, fique atento: eles precisam render, pelo menos, 110% do CDI. 

10 dicas de como economizar dinheiro para investir

Você anda se perguntando como economizar dinheiro para investir? Pois são suas mudanças de hábito que irão ajudar. Clique e sabia como!

Como utilizar a regra 50-15-35 para guardar dinheiro

Como utilizar a regra 50-15-35 para guardar dinheiro
Como utilizar a regra 50-15-35 para guardar dinheiro

Agora o assunto ficou sério.

Para quem vive se perguntando “quanto devo guardar do meu salário por mês”, a melhor estratégia é de quanto chegar na famosa regra 50-15-35. Mas como é isso?

De acordo com ela, você deve utilizar 50% da sua renda mensal em gastos essenciais, 15% em prioridades financeiras e 35% para o restante do seu orçamento.

Ou seja, é hora de realmente colocar suas finanças pessoais no eixo e saber exatamente para onde está indo cada centavo do seu dinheiro e chegar no mínimo recomendado pelos especialistas de 15% de economia do salário.

Conforme mencionamos, essa regra é uma forma de dividir suas despesas em três macro categorias e depois, é claro, subdividi-las conforme mencionamos no início do texto, para possuir não apenas a fotografia da sua vida financeiras, mas também a evolução das suas despesas e economias mês a mês.

O objetivo é conseguir economizar cada vez mais.

Essa divisão em grandes categorias irá te ajudar a identificar quem são os verdadeiros vilões do seu orçamento, que geralmente se encontram nos 35% destinados para outras despesas. 

A seguir, entenda, de fato, como funciona a regra dos 50-15-35 e como aplicá-la. Siga adiante!

50% dos salário para contas essenciais

Primeiramente, ressaltamos que você deve levar em consideração sua renda líquida.

Sendo assim, 50% dela será reservada para suas despesas essenciais, que incluem: moradia, transporte, alimentação, saúde, educação, supermercado e qualquer outro custo do qual você depende para se manter no seu dia a dia.

15% do salário para objetivos financeiros

As prioridades financeiras são um ponto crítico do seu orçamento. Afinal, por meio deles você conseguirá construir sua reserva financeira e quitar suas dívidas.

Por isso, 15% serão destinados para seu financiamento, parcelamentos no cartão ou crediário. 

Lembre-se de quitar primeiramente as dívidas com taxas de juros mais altas e conseguir as melhores negociações tentando quitá-las à vista. 

Mesmo que você possua dívidas altas, guarde uma parte desses 15%, nem que seja R$30 reais, em sua reserva de emergência. O hábito de poupar deve ser estimulado mesmo quando você está endividamento. 

35% do seu salário para outras despesas

Os 35% restantes são destinados para despesas ligadas ao seu estilo de vida, como: lazer, hobbies e afins. Por exemplo, se você costuma sair para bares e restaurantes aos finais de semana, ir ao cinema, frequenta uma academia ou salão de beleza. Contudo, aqui se encontram os verdadeiros vilões do equilíbrio do seu orçamento. 

Como você pode perceber, 35% é um percentual considerável. Ele é interessante para manter sua qualidade de vida e bem-estar, é claro. Entretanto, se você encontra-se em um cenário de endividamento, esse percentual precisa ser repensado. 

Quantas vezes você pagou a mensalidade da academia e não usufruiu?

E aquele serviço de assinatura esquecido?

Você realmente precisa ir ao cinema toda semana?

Questione-se sempre. Essa é uma boa dica para conseguir guardar parte do seu salário. E, além dos 15%, guardar uma partes desses 35% também. 

Como aplicar a regra 50-15-35

Para aplicar a regra dos 50-35-15 você precisa gerir seu dinheiro de forma inteligente. Para isso, organize suas contas, trace uma estratégia e fique dentro dos limites estabelecidos pela mesma.

Como você pode perceber, existem diversas formas de guardar uma parte da sua renda mensal de forma constante. Você pode começar com apenas 10% e aumentar progressivamente.

O importante é adotar o hábito de economizar de forma consistente. Ademais, um dos segredos é fazer o dinheiro trabalhar para você com seus investimentos.

Por isso, leia a seguir qual a melhor forma para guardar o seu dinheiro mesmo ganhando um salário mínimo.

Então, confira nosso conteúdo recomendado abaixo.

Como economizar dinheiro com um salário mínimo?

É possível economizar dinheiro com um salário menor e ter reserva emergencial, seja com melhor planejamento financeiro ou até com renda extra. Saiba mais em nosso artigo!

Em Alta

content

LG oferece vagas de emprego em diversas áreas para trabalhar em São Paulo

A LG oferece vagas de emprego com contratação imediata para profissionais de diversos setores atuarem em São Paulo. Confira mais agora mesmo!

Continue lendo
content

Como conseguir cartão de crédito sem limite

O cartão de crédito sem limite existe mesmo? O que você deve fazer para conseguir o seu? Clique aqui neste post e confira agora mesmo!

Continue lendo
content

Conheça o consórcio imobiliário Porto Seguro

Com o consórcio Porto Seguro, você adquire a sua casa própria ou reforma o seu lar, de forma simples e descomplicada. Veja mais aqui.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Conheça o cartão de crédito Pan Mastercard Anuidade Zero

O cartão de crédito Pan Mastercard Anuidade Zero traz benefícios exclusivos, como descontos em lojas parceiras e isenção de tarifas. Veja mais aqui!

Continue lendo
content

Como transferir dinheiro do Caixa Tem para o PicPay 2021?

Você sabia que é possível transferir dinheiro do Caixa Tem para o PicPay? Te contamos tudo sobre esse processo nesse post. Veja!

Continue lendo
content

Qual o valor da fortuna de Jayme Drummond?

A fortuna de Jayme Drummond vem de família, mas ele atua com dicas de viagem e tem um canal no Youtube. Saiba mais sobre ele e seu patrimônio!

Continue lendo