Educação financeira

IPO: o que é?

Você sabe do que se trata IPO e suas vantagens e desvantagens para investidores e empresas? Te contamos abaixo.

Anúncios

por Maria Luísa Barbosa

Publicado em 09/04/2021

Descubra o que significa esse conceito

Afinal das contas, o que é IPO? Te contamos abaixo. Veja! | Imagem: Freepik
Afinal das contas, o que é IPO? Te contamos abaixo. Veja! | Imagem: Freepik

Toda empresa desde sua fundação, possui um objetivo em comum: crescer!

Uma vez dada essa palavra, os empresários juntamente com suas equipes, dedicarão esforços mútuos para que o progresso aconteça.

Após a instituição possuir uma estabilidade garantida, ela pode partir para um outro patamar de negócios: o IPO.

Ganhar capital abrindo ofertas públicas, fará com que a empresa evolua seus recursos e investimentos.

No post de hoje, iremos conhecer tudo sobre o famoso IPO: das informações mais básicas às mais complementadas. O importante é que você siga tudo com muita atenção para começar a projetar a abertura de ofertas de sua empresa.

Portanto, se esse assunto te interessa, basta continuar a leitura desse post.

Anúncios

O que é IPO e como funciona?

Inicialmente, a sigla IPO (Initial Public Offering), significa Oferta Pública Inicial. Ou seja, é um modelo de oferta em que as ações de uma determinada empresa são vendidas publicamente pela primeira vez. O IPO representa uma mudança positiva para empresas de médio porte, uma vez que elas poderão evoluir e crescer.

Para que IPO de uma empresa seja efetivado, é necessário um grande processo de reformulação e procedimentos. Durante este período, existem critérios que não podem passar despercebidos, uma vez que servirão para o sucesso desse projeto.

Vamos conferir ao longo do artigo todas as etapas necessárias.

Para que serve o IPO?

Vamos te contar para que serve o IPO. Veja! | Imagem: Freepik
Vamos te contar para que serve o IPO. Veja! | Imagem: Freepik

Abaixo, vamos iniciar a jornada entendendo para o que serve o IPO.

O IPO como citado anteriormente, nada mais é do que a venda de ações de uma determinada empresa.

Mas afinal, para o que serve?

O ponto de maior interesse no conceito do IPO, é a entrada de capital para a instituição. uma vez que os investidores comprarão as ações abertas e consequentemente irão gerar entrada ativa para a empresa.

Essa entrada pode ser usada para o aperfeiçoamento da instituição: infraestrutura, novas contratações, operação e todas as outras áreas desejadas que forem estipuladas pelos diretores.

Anúncios

O que é uma oferta pública?

Oferta pública, é nada mais do que a primeira ação vendida de uma empresa. A mesma posteriormente será negociada com investidores na bolsa de valores.

Quais são as ofertas públicas existentes?

Existem duas modalidades de ofertas no mercado de investimentos. Te contamos quais são logo abaixo. Veja:

  • Oferta Pública Primária: No caso da oferta primária, o vendedor das ações é a própria empresa, ou seja, todo o capital recebido será único e exclusivamente utilizado para o caixa da companhia.
  • Oferta Pública Secundária: Na oferta secundária, as cotas são oriundas de investimentos já existentes, de modo que os recursos não chegarão ao caixa da empresa, e sim aos acionistas.

No entanto, vale ressaltar que as operações podem ocorrer por intermédio de uma das modalidades. Independente de qual seja escolhida, os proprietários compartilharão fragmentos da companhia com os investidores.

IPO: Oferta OPA

Além das categorias citadas acima, não podemos esquecer que também existe a Oferta Pública de Aquisição (OPA).

O contexto dessa modalidade é inverso, e serve para casos de empresas que querem sair do mercado de capitais.

Isso funciona por intermédio de um acionista controlador. O mesmo fará uma oferta aos investidores menores e comprará os papéis restantes. Dessa forma ele assumirá o controle completo da instituição.

Iti Itaú: transfira seus recursos com facilidade

Você conhece a conta Iti Itaú e o que ela pode fazer por você e suas finanças? Te contamos aqui. Veja.

Por que as empresas escolhem investir em IPO?

Entretanto, você sabe o motivo que as empresas investem em IPO? Te explicamos nesse tópico. | Imagem: Freepik
Entretanto, você sabe o motivo que as empresas investem em IPO? Te explicamos nesse tópico. | Imagem: Freepik

É possível que essa seja uma dúvida frequente para quem deseja iniciar os investimentos.

Para exemplificar de forma mais exata, vamos analisar o valor coletado por algumas empresas no ano de 2020:

  • Cury Construtora: R$ 977,5 milhões
  • Plano & Plano: R$ 690 milhões
  • Petz Center Comércio: R$ 3,03 bilhões

Agora já imaginou toda essa quantia correndo pelo caixa de uma instituição?

Os valores mostrados acima correspondem à uma micro parcela de retorno quando comparados à quantidade de empresas que optam por publicar suas ofertas. Ou seja, a somatória de vários valores como esses resultariam em um número exorbitante.

Isso serve de demonstrativo para que se entenda, que o retorno previsto por essas ações são consideráveis, uma vez que não serão possíveis em outras fontes como: empréstimos ou investidores privados.

Todavia, não vamos nos esquecer que os grandes resultados exigem grandes esforços.

Como iniciar o processo de IPO?

Agora vamos começar a entender quais procedimentos são necessários para o início do processo.

Antes que a empresa publique as ações aos investidores, é necessário a organização estratégica da mesma. Afinal, é possível começar recrutando e moldando um grupo de especialistas específicos para traçar e desenhar todos os pontos úteis que serão utilizados durante o percurso.

Além disso, é necessário que a empresa contrate os serviços de um banco de investimentos, a fim de ele ofereça as ações que futuramente serão publicadas.

Segue mais alguns procedimentos que a empresa deverá realizar:

  • A empresa deverá realizar um cadastro de capital aberto na Comissão de Valores Imobiliários (CVM)
  • Também pela CVM, a empresa precisará registrar uma oferta pública de valores mobiliários.
  • As ações devem ser registradas na Bolsa de Valores, que no Brasil é a B3.

Desafios da abertura de ofertas

Como já citamos, o processo da abertura de ofertas é bastante burocrático. E justamente por isso é importante conhecer todos os obstáculos deste percurso.

Primeiramente, deve-se considerar que o valor desembolsado para executar o IPO pode chegar tranquilamente à casa dos seis dígitos. Por esse motivo, traçar um planejamento é indispensável.

Quanto mais sócios, menos controle por parte dos empresários. Isso não exclui o fato de que o empresário terá o dobro de responsabilidades, considerando que suas atitudes precisam ser muito bem planejadas para que não haja impacto negativo do mercado de ações.

Uma vez aberta as ofertas da empresa, a mesma passa a ser completamente vigiada pela Comissão de Valores Mobiliários.

Por fim, é recomendado que apenas empresas estáveis entrem no ramo de investimento, ao contrário, todos os deslizes podem se tornar públicos.

As desvantagens para a empresa

Uma vez imerso neste ambiente, a empresa deve se atentar à alta oscilação do mercado de investimentos. Isso é necessário, pois os valores das ações podem subir ou descer, e caso a companhia não tenha o desempenho esperado, a mesma pode perder dinheiro.

Os gastos são elevados, considerando que é necessário o custeamento de toda uma equipe para os balanços, controle e repasse de informações.

Toda empresa listada na bolsa de valores precisa estar atenta, pois a sua imagem e o seu desempenho estarão visíveis a todos os concorrentes.

As vantagens para a empresa

Por outro lado, se houver uma melhora na economia, todas as empresas por trás do ramo estarão favorecidas, considerando que conseguirão colher mais recursos no mercado de capitais.

Vale ressaltar que o IPO traz resultados benéficos para as empresas, pois o dinheiro que entra em caixa pode ser investido de diversas formas para a própria melhoria da companhia.

Outro benefício excelente, é que a maioria das empresas listadas atraem a contratação de ótimos profissionais, podendo oferecer o pagamento em ações.

As desvantagens para o investidor

No lado do investidor, temos que dizer que caso ocorra a supervalorização de uma ação, os papéis não poderão ser comprados pelo mercado. Portanto, quando existe excesso de ofertas a cotação tende a ser desvalorizada.

É importante nos atentarmos também que os investidores pessoa física não possuem acesso a informações privilegiadas. Para isso, é necessário que o acionista leia todo o conteúdo pertinente à empresa dentro do mercado de investimentos.

As vantagens para o investidor

O investidor tem a possibilidade de comprar ações com um valor menor antes que elas saiam no pregão. Isso significa que os bons lucros podem ser garantidos nos primeiros dias de negociações na bolsa.

Como investir em IPO?

Você sabe como investir em IPO? Te explicaremos abaixo. | Imagem: Freepik
Você sabe como investir em IPO? Te explicaremos abaixo. | Imagem: Freepik

Se você chegou até aqui e optou por realizar um investimento em IPO, siga as nossas instruções:

  • Primeiramente escolha uma empresa: esse é um dos passos mais importantes. E o motivo disso é que é nele que você irá estudar todo o status da instituição para ver se está investindo em um bom negócio. Como citado anteriormente, a instituição precisa ser bem posicionada e muito estável para que não ocorram perdas.
  • Crie uma conta na corretora de valores: Nesta etapa você irá informar a quantia financeira que deseja comprar de acordo com a média de valores estipulados. Vale lembrar que a sua participação só será considerada quando houver o pagamento de uma parte do valor das ações.
  • Valor Final: isso ocorre após a análise dos valores iniciais e da demanda. Posteriormente, o preço será estipulado e deverá ser pago por quem reservou os papéis.
  • Início das operações: Após consulta das demandas e aprovação do IPO, inicia-se a negociação das ações no mercado.

Como os bancos podem ajudar no processo de IPO?

Os bancos especialistas em investimentos, direcionam todas as etapas de acordo com o histórico de rotatividade referentes aos IPOs.

Os bancos de investimentos não possuem conta corrente, apenas captam recursos a prazo. Além disso, eles organizam e administram os fundos de investimento, carteiras de títulos, realizam os lançamentos das empresas e muitas outras atividades do gênero.

O mesmo apresentará as melhores condições e repassará ao investidor todo o cenário correspondente. Para mergulhar no mundo dos investimentos, é preciso contar com o auxílio de profissionais capacitados que desenharão o melhor percurso, levando em conta todas as oportunidades presentes no mercado.

E afinal das contas, para ter bom resultado é bom que você tenha em mente que não se deve tentar entrar nessa sozinho!

Como as bolsas de IPO brasileiras performam?

Te apresentamos as bolsas de IPO brasileira abaixo. Veja só. | Imagem: Freepik
Te apresentamos as bolsas de IPO brasileira abaixo. Veja só. | Imagem: Freepik

Como podemos notar, no mercado financeiro não há certeza absoluta de todos os resultados. Vimos até aqui que o ramo de investimentos exige muita atenção devido às suas mudanças frequentes.

Embora tenhamos essas oscilações, é possível conseguir uma média de performance correspondentes ao retorno dos investimentos feitos, exclusivamente de empresas que estão listadas na B3 – Bolsa de Valores de São Paulo.

Por meio de pesquisas em guias ou bancos de investimento, é possível acompanhar as movimentações do mercado financeiro, uma vez que as informações se tornam necessárias.

Portanto, vale ressaltar que ao mesmo tempo que o lucro é alto, a agressividade do mercado também é. E por essa principal razão, é que os investimentos devem ser muito bem controlados.

IPOS 2021

Afim de reforçar o parágrafo anterior, vamos analisar algumas empresas que abriram capital no ano de 2021. Os dados informados abaixo são correspondentes aos primeiros dias de abertura dos papéis:

Espaço Laser – abertura em 01 de fevereiro

Maior companhia de depilação do Brasil. Fechou suas ofertas iniciais em R$ 2,64 bilhão.

Intelbrás – abertura em 04 de fevereiro

Fabricante de telefones e equipamentos de segurança residencial. Fechou suas ofertas iniciais em R$ 1,3 bilhão.

Mobly – abertura em 5 de fevereiro

Companhia de móveis e decoração. Finalizou o primeiro dia tendo alcançado alta de 25,71%, cotado o papel a R$ 26,40.

Cruzeiro do Sul – abertura em 11 de fevereiro

papéis precificados a R$14,00. Queda de 7,29%

Orizon – abertura em 17 de fevereiro

abertura de capital movimentou R$ 554 milhões. Papéis precificados a R$22,00.

CSN – abertura em 18 de fevereiro

Companhia Siderúrgica Nacional. Ação precificada a R$ 8,50 cada, movimentando R$ 5,2 bilhões.

Aplicação dos recursos

Conforme nós citamos no início, todas as entradas de capital possuem uma finalidade. As empresas recolhem seus recursos para fins de desenvolvimento interno da própria companhia e das partes dela.

Alguns exemplos são: desenvolvimento tecnológico, quitação de dívidas ativas, expansão territorial, realização de projetos, investimentos em recruta, projetos ambientais e muitos outros.

Conclusão

Por fim, você sabe se investir em IPO é realmente vantajoso? Contamos aqui. Veja. | Imagem: Freepik
Por fim, você sabe se investir em IPO é realmente vantajoso? Contamos aqui. Veja. | Imagem: Freepik

Definitivamente, vimos que a abertura de ofertas públicas se trata de um processo burocrático que exige muita atenção.

Ainda que se possa considerar todas as informações e orientações, este tipo de investimento não é o mais indicado para acionistas iniciantes. Porém com a consulta de um banco de investimentos ideal, isso pode se tornar uma tarefa mais acessível.

Vale lembrar que atuar neste campo não é uma tarefa fácil. Foi possível visualizar apenas neste artigo, a quantidade de etapas, oscilações e burocracias necessárias para a execução. No entanto, é muito promissor para as empresas e para os investidores, receberem o retorno monetário de todo o investimento feito.

O segredo está em estudar todas as condições financeiras e criar um planejamento específico para o investimento. A partir daí, você poderá desenhar métricas para conciliar todas as etapas em seu cronograma, e realizá-las gradativamente.

Dúvidas de como começar a investir com segurança? Comente abaixo do post e nós te esclarecemos.

No mais, continue acompanhando o nosso blog para mais dicas e informações de finanças como essa. Te esperamos aqui novamente!

LCI ou Tesouro Direto: qual escolher?

Vamos te mostrar como investir em LCI e Tesouro Direto para que você escolha o melhor. Confira no post.

Sobre o autor

Maria Luísa Barbosa

Publicitária com vasta experiência em criação de conteúdo para web. Escrevo sobre finanças há mais de um ano com objetivo de te auxiliar a ter uma melhor experiência financeira. Nas horas vagas, sou mãe de pet, amante da arte e da moda. Prazer, Malu! (:

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Recebeu restituição do IR em 2021? Veja como declará-la no IR deste ano

Se você teve direito à restituição de 2021 do Imposto de Renda, deve declarar o valor recebido no IR deste ano. Saiba mais aqui!

Continue lendo
content

Cartão de crédito para quem está negativado em 2021

Confira aqui as melhores opções de cartão de crédito para quem está negativado e transforme a sua vida financeira. Saiba mais!

Continue lendo
content

Como ganhar dinheiro com Méliuz

Ganhar dinheiro com Méliuz é possível! E se você está precisando de renda extra, pode ser uma boa escolha. Então, confira nosso artigo!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

As melhores opções de empréstimo online

Confira as melhores opções de empréstimo online para você. Escolha a que melhorar se enquadra em suas necessidades financeiras e perfil.

Continue lendo
content

Cartão Digio ou Cartão Will Bank: qual o melhor?

Cartão Digio ou cartão Will Bank: confira mais informações sobre os dois cartões, ambos se anuidade, com app intuitivo e outros benefícios.

Continue lendo
content

Tarifas PIX para empresas podem chegar a até R$150,00!

Grande parte dos bancos cobram tarifa PIX para pessoa jurídica, e os valores podem chegar a R$150,00 sem o cliente ter conhecimento. Confira mais aqui!

Continue lendo