Educação financeira

Confira as atualizações das regras de transição para solicitar a aposentadoria em 2022

Com a Reforma da Previdência no final de 2019, as exigências mínimas para se aposentar no país sofreram diversas mudanças e passam por alterações de forma anual. Então, veja agora mesmo o que está vigente para este ano!

Anúncios

por Aline Barbosa

Publicado em 03/02/2022

Os requisitos mínimos para se aposentar passaram por outra atualização no dia 01 de janeiro. Confira mais a seguir.

Confira as novas regras para se aposentar em 2022. Fonte: Unsplash.
Confira as novas regras para se aposentar em 2022. Fonte: Unsplash.

Pois bem, se você pretende se tornar um aposentado em 2022, é importante ficar atento às mudanças nas regras de transição das novas aposentadorias do INSS impostas pelo Governo Federal. Assim, as normas que permitem o cidadão contribuinte do Instituto Nacional do Seguro Social a se aposentar antes da idade mínima determinada pela Reforma da Previdência, passaram por atualizações que estão vigentes desde o dia 1 de janeiro. 

Para quem ainda está perdido com os novos termos, as regras de transição existem para auxiliar os contribuintes do INSS que ainda não haviam completado as exigências mínimas para solicitar o benefício de aposentadoria quando a Reforma foi aprovada. Em exercício desde o final de 2019, elas passam por renovações anuais. 

Com a Reforma, ficou estabelecido que a idade mínima para obter a aposentadoria é de 65 anos para homens e 62 anos para mulheres. Então, as regras foram criadas com o objetivo de auxiliar o contribuinte a se aposentar antes de atingir essa idade, e o beneficiário tem a opção de escolher qual alternativa é a mais favorável para a sua situação.

Portanto, confira a seguir as mudanças nas regras de transição. Dessa forma, você pode entender melhor como elas funcionam e se planejar melhor antes de pedir o seu benefício.

Qual o melhor investimento para aposentadoria?

Confira como gerenciar suas economias e se preparar para o futuro com essas sugestões.

Anúncios

Sistema de pontos

Sem dúvida, é a que alcança o maior número de trabalhadores no país, e tem como objetivo favorecer as pessoas que estão no mercado de trabalho a mais tempo. Através desta regra de transição, o cidadão deve alcançar um escore que é o resultado da soma de sua idade e dos anos de contribuição. Atualmente, esse escore é 99 para homens e 89 para mulheres, e tende a aumentar um ponto por ano conforme a atualização anual. 

Em relação aos valores, são pagos 60% do montante de maneira integral por 15 anos de contribuição para mulheres e 20 para homens, e adiciona-se mais 2% a cada ano subsequente. Então, mesmo com a possibilidade do percentual ultrapassar os 100% do salário médio, o teto máximo a se receber é de R$6.433,57. 

Tempo de contribuição + idade mínima

Com essa regra de transição, é exigido o tempo de contribuição de pelo menos 35 anos para homens e 30 anos para mulheres. Além disso, a idade mínima sobe meio ponto por ano até que seja atingida a idade possível para a solicitação do benefício segundo a Reforma.

Então, para se aposentar em 2022 utilizando essa regra é preciso que a mulher tenha pelo menos 57 anos e 6 meses, com 30 anos de contribuição. Já o homem precisa ter no mínimo 62 anos e 6 meses de idade, com 35 anos de contribuição. A aplicação do pagamento segue as regras do sistema de pontos, com a diferença que nesta modalidade, o valor pago é a média de todos os salários do contribuinte. 

Anúncios

Por idade

Pois bem, para se aposentar por idade é preciso que o homem atinja a idade mínima de 65 anos. Já para as mulheres, a solicitação pode ser feita a partir dos 60 anos de idade. No entanto, desde janeiro de 2020 são acrescidos 6 meses por ano conforme as atualizações. Por isso, em 2022, a idade mínima da mulher passa a ser 61 anos e 6 meses.

Ademais, o tempo de contribuição é de no mínimo 15 anos. E, a forma e aplicação da remuneração mensal segue as regras do tempo de contribuição + idade mínima. 

Pedágio 50%

Por fim, essa regra se aplica ao trabalhador que estava a até 2 anos de cumprir o tempo mínimo de contribuição quando a Reforma foi aprovada. Ou seja, ele poderá solicitar o benefício mesmo sem atingir o tempo exigido, mas será cobrado um pedágio de 50% do tempo restante. Nesse sentido, se o segurado estava a 1 ano da aposentadoria, precisará trabalhar mais 6 meses para poder se aposentar. 

O valor da remuneração engloba a média das maiores contribuições do trabalhador. No entanto, essa opção incide o valor previdenciário, o que acaba reduzindo o montante mensal. 

Sobre o autor

Aline Barbosa

Escritora e editora em diversas áreas. Amante da música e dos livros. Sempre em busca de novos desafios, acredita que aprender é um processo vitalício e busca passar o conhecimento que adquiriu na vida de forma prática e simples.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Tudo sobre Fundo de Previdência Privada

Saiba aqui todas as informações que você precisa sobre o Fundo de Previdência Privada e comece a investir no seu futuro o quanto antes.

Continue lendo
content

Confira os principais motivos que podem reprovar a solicitação do novo empréstimo Caixa

Teve o novo empréstimo Caixa TEM negado? Você não está só! Veja quais as situações que resultam na reprovação do pedido.

Continue lendo
content

Qual cartão mais fácil de ser aprovado

Se você está procurando um cartão mais fácil de ser aprovado, então, confira aqui nossas dicas e sugestões de cartões de crédito.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como consultar conta salário pela internet

Se você é empregado e possui uma conta salário, esse post é para você. Hoje ensinaremos como consultar a conta salário pela internet.

Continue lendo
content

Os 30 lugares proibidos no mundo: conheça onde os turistas não podem pisar

Você já pensou que há lugares proibidos no mundo para você!? Pois é! Então conheça agora mesmo 30 locais onde você jamais poderá pisar.

Continue lendo
content

Cartão Black Mastercard: como funciona

O cartão Black Mastercard é a versão completa da bandeira e oferece vantagens exclusivas para quem gosta de viajar e fazer compras. Confira!

Continue lendo