Empréstimo

Empréstimo BMG ou Empréstimo Agibank: qual o melhor?

Está negativado e procurando por crédito? Então, veja as principais características e depois escolha o empréstimo BMG ou empréstimo Agibank.

Anúncios

BMG x Agibank: descubra qual escolher

Empréstimo BMG x empréstimo Agibank, qual escolher? Fonte: Senhor Finanças.
Empréstimo BMG x empréstimo Agibank, qual escolher? Fonte: Senhor Finanças.

Quem está passando por um aperto financeiro sabe como é difícil precisar de dinheiro e não encontrar opções para sair dessa situação. Por isso, hoje queremos te apresentar dois créditos para quem está negativado para que escolha qual é melhor: empréstimo BMG ou empréstimo Agibank.

Em suma, os dois créditos se destinam para quem é consignado e apresentam algumas características parecidas. No entanto, não são de todo iguais.

Afinal, enquanto o BMG libera o empréstimo de forma mais rápida, o Agibank possui juros menores.

Assim sendo, veja agora as principais características de cada um deles e, depois, decida qual vale a pena solicitar!

Crédito PessoalBMGAgibank
Renda MínimaNão InformadaNão informada
Taxa de Juros1,8% ao mês1,2% ao mês
Prazo para pagarAté 84 mesesAté 84 meses
Prazo para liberação1 dia5 dias
Valor do empréstimoNão informadoAté R$10.000
Aceita negativadoSimSim
VantagensCrédito rápidoJuros reduzidos
Comparação entre o BMG e o Agibank

Como solicitar empréstimo BMG para negativados

Se você está com o nome sujo e quer equilibrar as contas, o empréstimo BMG para negativados pode ser uma boa opção. Descubra como solicitá-lo.

Como solicitar empréstimo para negativado Agibank

Está com as contas no vermelho e precisa de uma ajudinha? Conheça o empréstimo para negativado Agibank. Você conta com taxas reduzidas e até 84 meses para pagar.

Anúncios

Empréstimo BMG

Conheça o Empréstimo Consignado BMG. Fonte: BMG.
Conheça o Empréstimo Consignado BMG. Fonte: BMG.

Para começar nossa jornada vamos iniciar explicando como funciona o empréstimo BMG para, em seguida, falar sobre o Agibank. 

Em resumo, o empréstimo para consignado BMG é uma linha de crédito disponível para aposentados, pensionistas do INSS e servidores públicos.

Esse dinheiro extra pode te ajudar a pagar dívidas, planejar férias ou reformar a casa, por exemplo. Isso porque é você quem decide o destino do dinheiro.

Além disso, disponibiliza o dinheiro em até 24h depois que o contrato estiver assinado e dá um prazo de até 84 meses para pagar. Só lembrando que esses prazos podem variar de cliente para cliente.

Também leve em consideração que, a depender da situação, o valor disponível para empréstimo também varia. Nesse sentido, se você estiver com pouca margem no consignado, pode ter dificuldades para conseguir aprovar o crédito.

Ademais, como o desconto das parcelas ocorre diretamente na folha, quem está negativado pode solicitá-lo. Isso porque o banco não corre o risco de ficar sem receber a prestação.

Aliás, é por conta dessa característica que o empréstimo consignado BMG, assim como outros dessa categoria, conseguem ofertar créditos com juros menores. Para o BMG, por exemplo, a taxa de juros é a partir de 1,8% ao mês.

Empréstimo Agibank

Conheça o empréstimo consignado Agibank. Fonte: Agibank.
Conheça o empréstimo consignado Agibank. Fonte: Agibank.

Assim como o empréstimo do BMG, o Agibank também se destina para quem está negativado e é um crédito consignado. Desse modo, reforçamos que está disponível para quem é aposentado, pensionista do INSS ou servidor público.

Além disso, os dois créditos são similares no prazo de até 84 meses e na maneira de contratar online. Com isso, o Agibank pode ser solicitado do sofá de casa (o BMG também).

No entanto, esse empréstimo se diferencia por conta dos juros mais baixos, a partir de 1,2% ao mês e pelo crédito entre R$200 e R$10.000 liberado em até 5 dias depois de firmar contrato.

O valor liberado, bem como o prazo para pagamento está sujeito à análise do banco e também ao limite disponível na margem de consignação. Assim sendo, as prestações não podem superar 30% do salário ou pensão do beneficiário. 

Esse tipo de cuidado é importante, pois o empréstimo consignado Agibank desconta as parcelas diretamente da folha. Portanto, por determinação do Banco Central e das leis brasileiras, não pode comprometer mais de 30% do salário, como acabamos de falar.

Agora que entendemos como funcionam os créditos dos bancos, é hora de conhecer os pontos positivos e negativos de cada um. Confira mais detalhes em seguida.

Anúncios

Quais as vantagens do empréstimo BMG?

Em primeiro lugar, destacamos as vantagens do crédito consignado que o BMG oferece. Desse modo, podemos dizer que os juros reduzidos desse crédito são um ponto positivo. Afinal, quando comparado ao crédito pessoal, crédito rotativo e cheque especial, o juro de 1,8% ao mês é uma taxa bem reduzida.

Além disso, esse empréstimo possui outros benefícios como os descritos abaixo.

  • Parcelamento de crédito em até 84 vezes fixas;
  • Desconto das prestações direto na folha do beneficiário;
  • Contratação online ou em uma das lojas Help! espalhadas por todo o Brasil;
  • Sem consulta ao SPC e Serasa, portanto, ideal para quem está negativado;
  • Crédito disponível em 24 horas.

Quais as vantagens do empréstimo Agibank?

Agora, em relação às vantagens do empréstimo Agibank, podemos dizer que seu principal ponto positivo também está na taxa de juros. 

Isso porque, assim como o BMG, o Agibank também oferece a linha de crédito para consignados com juros menores do que outros empréstimos pessoais. Mas, consegue disponibilizar uma taxa de juros ainda mais baixa, de 1,2% ao mês.

Mas, não é só isso!

O crédito consignado do Agibank possui ainda outras vantagens como a mencionadas, a seguir.

  • Parcelas descontadas do benefício ou salário, assim sendo, você não precisa se preocupar;
  • Pode parcelar em até 84 meses;
  • Disponível para quem está com restrições de crédito;
  • Solicitação online, sem precisar sair de casa para nada;
  • Crédito aprovado e depositado na sua conta em até 5 dias.

Diante disso, podemos concluir que os dois empréstimos possuem boas vantagens. Porém, não podemos esquecer que sempre apresentam alguns pontos negativos. Saiba quais são os contras de aderir a cada um desses créditos, a seguir.

Quais as desvantagens do empréstimo BMG?

Para começar, tanto o BMG quanto o Agibank são linhas de empréstimos consignados. Desse modo, podemos dizer que a primeira desvantagem dos dois é estarem limitados à beneficiários do INSS e servidores públicos.

Além disso, em relação ao BMG, precisamos destacar abaixo mais dois problemas.

  1. Primeiramente, você precisa abrir uma nova conta corrente para poder solicitar seu crédito. Ademais, as melhores condições de crédito são para aqueles que optam por receber o benefício ou salário pelo banco;
  2. Segundo, o banco não informa qual é o limite disponível. Com isso, mesmo que o empréstimo seja também para negativados, é possível que você tenha à disposição limites e prazos menores, assim como taxas de juros maiores.

Quais as desvantagens do empréstimo Agibank?

Bom, como acabamos de falar, o Agibank e o BMG possuem créditos para quem já recebe benefício do INSS e também para quem trabalha para o governo (municipal, estadual e federal). Portanto, uma desvantagem desse empréstimo é a limitação do público-alvo.

Mas, o crédito consignado do Agibank tem também outra desvantagem: está limitado pela margem de consignação. Assim sendo, se você já possui outro crédito como esse, provavelmente terá um pouco de dificuldade para contratar um novo.

Nesse caso, a solução é consolidar a dívida mais antiga com a nova. Com isso é possível pagar os dois créditos em apenas uma parcela.

No entanto, apesar dessa prática ser possível no Agibank tanto quanto no BMG, sempre recomendamos cautela. Afinal, se você precisa solicitar novos empréstimos o tempo todo, é um sinal de alerta de que seus hábitos de consumo não estão adequados.

Empréstimo BMG ou Empréstimo Agibank: qual escolher?

Faça a simulação online para decidir qual é o melhor crédito. Fonte: Pexels.
Faça a simulação online para decidir qual é o melhor crédito. Fonte: Pexels.

Então, depois que falamos praticamente tudo sobre os dois tipos de crédito, chegou a hora de escolher aquele que oferece as melhores condições de crédito.

Em síntese, como o Agibank oferece uma taxa de juros inicial menor, a partir de 1,2% por mês, podemos julgá-lo melhor num primeiro momento.

No entanto, antes de contratar esse crédito, nossa sugestão é que faça uma simulação de crédito nos dois locais. Ou seja, acesse o site do BMG e do Agibank, procure pelos créditos, simule o valor e prazo que deseja, bem como compare as duas opções.

Às vezes, mesmo que um crédito parece melhor, ele pode ter outros custos envolvidos e se tornar mais caro.

Além disso, se você está sempre enrolado com as contas, sugiro que, primeiro, procure um modo de organizar as contas e, depois, escolha o serviço de crédito.

Nesse sentido, que tal aprender como sair das dívidas de uma vez por todas?

Para isso, basta conferir nossas dicas disponíveis no post abaixo e, até mesmo, baixar nosso ebook exclusivo!

Como sair das dívidas até o final de 2021

Está com problemas para sair das dívidas? Então, confira aqui como sair dessa situação com um bom planejamento financeiro, bem como veja como negociar com o credor.

Sobre o autor

Fernanda Weber

Produtora de conteúdos digitais e redatora web com formação na área de Letras. Atua com produção de conteúdos sobre educação financeira e deseja levar seus conhecimentos práticos para mais pessoas e assim ajudá-las a lidar melhor com seu dinheiro.

Em Alta

content

7 melhores cartões para mulheres em 2021

Se você está procurando um cartão com benefícios exclusivos para o público feminino. Leia o post e confira os melhores cartões para mulheres.

Continue lendo
content

Como solicitar empréstimo online Noverde

Você conhece o empréstimo online Noverde? Ele é ideal para quem deseja praticidade na hora de solicitar um crédito. Leia este post e confira!

Continue lendo
content

Empréstimo pessoal Midway: ideal para você

O empréstimo pessoal Midway é oferecido para os clientes que têm os cartões Riachuelo. Quer saber mais? Então, leia este post e confira!

Continue lendo

Finanças

Como fazer o CPF Digital ou e-CPF

Ter um CPF é muito importante para sua vida, pois ele é essencial para ter acesso a serviços públicos. Aprenda como fazer o CPF digital.

Este ano o Governo Federal lançou o aplicativo para criar o seu CPF Digital, que permite que você acesso todas as informações vinculadas ao número do seu CPF.

Ademais, você consegue resolver problemas de cadastro sem sair de casa. O nome do app é CPF Digital mesmo e está disponível para download tanto no Android quanto no iOS. 

O programa foi idealizado e desenvolvido pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) e auxiliará na regularização do CPF e também as pessoas que estão com problemas para acessar auxílios emergenciais, que exigem o número do documento, por exemplo.

Você pode solicitar o número do seu CPF diretamente pela internet, mesmo que seja a segunda via. Basta preencher um formulário completamente gratuita, que está disponível 24 horas por dia, sem custo algum.

Entenda a importância de ter um número de identificação e o motivo de solicitar sua versão virtual para sua vida rotineira e segurança de dados, além de praticidade e desburocratização.

No texto a seguir iremos te ensinar como fazer o CPF Digital.

O que é um CPF e qual seu objetivo?

Basicamente, o CPF é um cadastro realizado para que se saiba quantas pessoas físicas residem no Brasil. Ou seja, é uma forma de organização para que o governo saiba exatamente quem é cada pessoa. Afinal, muitas têm até mesmo nome iguais!

O CPF tornou-se um documento obrigatório para indivíduos acima de 12 anos, residentes ou não em território nacional. Hoje em dia, até mesmo bebês podem ter um CPF.

O CPF possui 11 dígitos que são inalteráveis e é um controle dos órgãos reguladores. Ele serve, por exemplo, como instrumento de monitoramento de renda. 

Primeiramente, conforme mencionamos, o principal objetivo do CPF é a identificação de cada cidadão, como na declaração no Imposto de Renda. Entretanto, ele não tem apenas esse objetivo.

Todos os indivíduos precisam de um CPF para se matricular em uma universidade, inscrever-se em um concurso público, fazer compras, solicitar um cartão de crédito, abrir uma conta em um banco, etc. Ou seja, você precisa de um CPF para, basicamente, tudo.

Para quem se destina o CPF?

É importante que todos entendam o que é o CPF e qual o seu objetivo. Entretanto, também vale ressaltar a quem ele se destina. 

  • Profissionais liberais;
  • Qualquer indivíduo acima de 18 anos de idade; 
  • Indivíduos que residam fora do país, mas tenham bens sujeitos a registro público no Brasil;
  • Brasileiros com investimentos que são retidos na fonte ao declarar o Imposto de Renda;
  • Titulares de contas bancárias ou qualquer instituição financeira;
  • Investidores que operam na B3 (Bolsa de Valores);
  • Locadoras de imóveis;
  • Inventariantes, Cônjuges ou conviventes com quem precisa realizar a DIRF (Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física);
  • Indivíduos que precisam declarar a DIRF.

Ademais, o CPF também destina-se a quem tem uma carteira de trabalho, que é um documento fundamental para qualquer pessoa inserida no mercado de trabalho. 

Há mais de um ano o CPF é a chave principal para acesso aos serviços públicos. 

O que é um certificado digital e quais são suas facilidades?

Antes de entender o que é um CPF Digital ou e-CPF, é preciso compreender o que é um certificado digital e quais são as facilidades que ele habilita.

A certificação digital é a forma de compreender como você irá aproveitar as facilidades dos documentos digitais, como o e-CPF.

O certificado digital funciona como uma assinatura digital e tem validade jurídica. Ou seja, protege o indivíduo nas transações realizadas virtualmente nos mais diversos serviços oferecidos pela internet.

Além do e-CPF, também é possível emitir o e-CNPJ, para pessoa jurídica. Assim, é possível identificar de forma digital qualquer pessoa ou negócio de maneira segura e prática. 

Dentre as facilidades que a emissão de um certificado digital, como o e-CPF, permite, são:

  • Assinatura eletrônica de documentos; 
  • Efetuar transações bancárias;
  • Emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e);
  • Validade jurídica em documentos eletrônicos;
  • Possibilidade de realizar a declaração e restituição de Imposto de Renda;
  • Consulta de situação fiscal na Receita Federal. 

Com o seu CPF digital você economiza tempo, podendo contratar e utilizar serviços essenciais de forma prática e segura e diversos outros sem burocracia, sem necessidade de reconhecimento de firma, por exemplo. 

Como emitir um certificado digital?

Primeiramente, é importante ressaltar que o certificado digital não é emitido pela Receita Federal. Mas, por empresas que são credenciadas no Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

Assim, você pode solicitar a emissão do seu certificado, o seu e-CPF, no caso, em qualquer uma das empresas afiliadas.

O que é o CPF digital ou e-CPF?

O CPF digital ou o e-CPF é um certificado digital utilizado como identidade digital. Ele é utilizado em transações pela internet, por exemplo, garantindo a segurança dos seus dados e acesso a serviços essenciais pela internet, sem burocracia.

Conforme mencionamos, ele pode ser utilizado como assinatura digital, tem valor jurídico em todas as transações em que é utilizado e substitui a assinatura em papel e caneta. Ademais, pode ser utilizado para autenticação em sistemas.

Quais os benefícios e aplicações do CPF digital?

Basicamente, por ser uma assinatura digital, o e-CPF permite muito menos burocracia, mais agilidade, redução de custos com papel e operação, além de promover a sustentabilidade. 

Mas, quais são as aplicações do CPF Digital? Basicamente, são elas:

  • Participação em leilões da Receita Federal;
  • eSocial;
  • CAC – Serviços do Centro Virtual de Atendimento ao cliente;
  • Peticionamento Eletrônico;
  • Imposto de Renda;
  • Programa Conectividade Social;
  • Assinatura digital tanto em documentos como contratos, atas e recibos quanto em contratos de câmbio.

Como posso utilizar o CPF Digital no Imposto de Renda?

Uma pergunta muito comum é como utilizar o e-CPF no Imposto de Renda. O Certificado Digital fornece um acesso à sua declaração pré-preenchida, em que você só precisa conferir seus dados e informações, fazendo os ajustes que possam ser necessários. 

 O contribuinte só precisa incluir os dados de despesas e deduções, o que facilita o preenchimento do IRPF e diminui as possibilidades de erro, que pode levá-lo à malha fina.

Para a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2020 você tem acesso a um aplicativo da Receita Federal chamado “ChatBot”, que simula uma conversa humana por meio de um chat.

Com ele, você pode tirar suas dúvidas de como preencher a declaração, saber sobre o prazo de apresentação, consultar sua restituição, multa por atraso ou não apresentação, declaração em conjunto, carnê leão, isenção para certos indivíduos e outras situações de exceção. 

Ademais, com o CPF Digital você pode conferir as seguintes informações acerca do Imposto de Renda:

  • informações sobre as fontes pagadoras;
  • regularização de sua situação com a Receita Federal no mesmo dia em que cair na malha filha;
  • acesso à declaração do ano anterior;
  • obtenção de cópias de suas declarações;
  • acompanhamento do processo da declaração e possibilidade de ajuste, caso necessário. 
  • retificação de pagamentos;
  • impressão de comprovantes;
  • eliminação de divergências das informações fornecidas pelas fontes pagadoras. 

Como solicitar o CPF Digital

Para solicitar o seu CPF digital, você precisa de alguns documentos. São eles:

  • Dois documentos de identificação diferentes, que podem ser: Carteira de Trabalho, CNH, RG, RNE, etc. 
  • O número do seu CPF;
  • Comprovante de residência recente;
  • Foto 3×4.

O e-CPF é fornecido da forma de um cartão inteligente, que se assemelha a um cartão bancário. É preciso uma leitora para identificá-lo e um token conectado diretamente em um USB. Ele é armazenado como um arquivo de computador do tipo PFX, no celular, ele pode ser armazenado na nuvem. 

A foto é cadastrada durante o próprio registro e o app irá exibir a situação do CPF Digital, que pode ser regular ou irregular, o seu nome completo e a data de nascimento.

Ademais, o aplicativo tem um QR Code, que é o número do seu CPF codificado.

Os recursos interativos são apenas para fins de declaração de imposto de renda.

Para utilizar o aplicativo você precisa ter uma CNH com identificação por meio de biometria, atualizada. E o seu CPF regularizado. Você pode realizar o download pelo Android ou iOS.

Como instalar o aplicativo?

Primeiramente, após o download, confirme os seus dados pessoais. Caso não tenha feito a validação biométrica, não será possível utilizar o app. Se você já tiver essas informações cadastradas basta clicar em “Próximo. 

Em seguida, o aplicativo pede para que você aceite a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e dois artigos do Marco Civil da Internet. Após ler os termos, clique em “Aceitar”.

Depois, o app irá solicitar que você faça uma prova de vida com sua câmera e verificação dos dados biométricos que foram cadastrados com a CNH.

Após ler as instruções, tire a foto. Mas, lembre-se de que não pode estar utilizando boné, fones de ouvido, óculos escuros ou qualquer outro tipo de acessório ou objeto que cubra o seu rosto. 

Você fará uma selfie, posicionando o seu rosto conforme as orientações do app. Você terá que sorrir, fechar os olhos e virar a cabeça. Essa foto será a original do seu CPF digital. 

Por fim, depois de feita a comprovação de vida e verificação biométrica, o aplicativo pedirá que você cria uma senha de de quatro dígitos para os seus futuros acessos.

Como fazer a segunda vida do seu CPF

Para tirar a segunda via do se e-CPF você precisa entrar na página de reimpressão denominada “Comprovante de Inscrição – 2ª via CPF”.

Você pode solicitar a reimpressão em caso de não ter apresentado sua declaração de IR ou em caso de ter apresentação em pelo menos um dos últimos dois exercícios ou se possuir um código de atendimento realizado no Banco do Brasil, Caixa Econômica, Correios ou em alguma instituição diplomática brasileira no exterior.

Dependendo do caso, você irá ser direcionado para a Impressão Simplificada, Impressão por Código de Atendimento ou para o Atendimento Virtual (e-CAC).

Cuidados necessários com o seu e-CPF

Agora que você já sabe como solicitar o e-CPF e fazer o download do app, precisa entender que são necessários alguns cuidados com ele.

Sabemos da quantidade de pessoas mal intencionadas, principalmente no meio virtual. Não são incomuns crimes virtuais, fraudes e ataques cibernéticos. De fato, eles têm aumentado. Contudo, a proteção aos dados também se intensificaram, para sua segurança. 

  • Cuidado com senhas na internet. Não importa como o seu certificado digital foi instalado, é preciso cuidar ao utilizar o e-CPF. Não deixe sua senha salva em computadores compartilhados. Pois, se sua senha ficar armazenada nesse computador, ela pode ser utilizada por alguém que não é você.
  • Criação de senha forte. Nada de utilizar data de nascimento ou número de telefone. Crie uma senha forte para autenticação de operações virtuais. Para isso, combine letras maiúsculas, minúsculas, símbolos e números. Informações pessoais e características físicas nunca devem ser utilizadas. 
  • Utilize uma empresa credenciada. Conforme mencionamos, você precisa emitir seu certificado digital com uma empresa afiliada ao ITI. Por isso, confirme se essa é a realidade antes de solicitar seu e-CPF.
  • Prazo de renovação. Atente-se ao prazo de validade do seu e-CPF, que pode variar de 1 a 5 anos, conforme os critérios do órgão que define as regras de certificação do Brasil, o ICP-Brasil. Se você perder o prazo, todas as transações virtuais que realizar não terão validade jurídica, deixando-o vulnerável a qualquer situação.

Como você pode perceber, o CPF digital facilita – e muito, a sua vida rotineira. Desde fazer compras pela internet como matricular-se em uma universidade, dependem desse número. Ademais, você poupa muito tempo e custos utilizam a versão virtual do seu número de identificação.

Participe da transformação digital

Digitalize-se, fuja da burocracia e colabore para a sustentabilidade do planeta como um todo fazendo a solicitação do seu e-CPF.

Contudo, lembre-se dos cuidados necessários, procure empresas de credibilidade, que são credenciadas, e utilize senhas fortes para suas transações virtuais, sem salvá-las em computadores compartilhados.

Se você seguir essas instruções e não perder seu prazo de renovação, poderá desfrutar de todas as facilidades que esse certificado digital lhe permite, com agilidade, praticidade e segurança.

Você também pode gostar

content

Negativação indevida: como resolver essa situação

Entenda mais sobre negativação indevida, como funciona e quais são seus direitos. Saiba como sair dessa situação e ter o seu nome limpo outra vez.

Continue lendo
content

O que levar em conta na hora de abrir conta digital?

Descubra como cuidar das finanças sem sair de casa, utilizando apenas o celular ou computador. Conheça as vantagens de abrir conta digital!

Continue lendo
content

Como solicitar cartão Itaú Credicard

O cartão Itaú Credicard possui conta digital totalmente gratuita, zero anuidade e descontos especiais. Confira como solicitar o seu aqui.

Continue lendo