Educação financeira

Hiperinflação, deflação e inflação: entenda as diferenças

Você sabia que a deflação e inflação influenciam de forma direta as suas finanças? Para entender melhor esses conceitos e saber como eles se aplicam à sua vida financeira, continue a leitura com a gente e confira!

Anúncios

por Maria Luísa Barbosa

Publicado em 07/10/2022

Entenda um pouco mais sobre cada conceito e como eles influenciam nas suas finanças e poder de compra

Antes de mais nada, veja tudo sobre deflação e inflação. Fonte: Freepik.
Antes de mais nada, veja tudo sobre deflação e inflação. Fonte: Freepik.

A economia mundial depende de diversos indicadores para definir o nosso poder de compra e o quanto cada moeda vale. Para isso, os conceitos de deflação e inflação são de extrema importância.

Afinal, eles explicam como funciona a dinâmica de valor de uma moeda, porque o dinheiro que ganhamos hoje não tem o mesmo poder de aquisição daqui um ano e tudo mais.

Sendo assim, é importante que tenhamos uma noção não só de como funciona cada um desses indicadores, mas também qual a diferença entre eles.

Veja como fazer o IR de seus investimentos.

Como declarar empréstimo no Imposto de Renda

Pediu empréstimo, mas não sabe como declará-lo em seu imposto de renda? Sem problemas, te explicaremos tudo sobre o assunto aqui. Continue a leitura e confira!

Ficou curioso e quer entender melhor como funciona a inflação, a deflação e qual é a diferença entre um e outro? Então, vem com a gente e confira!

Anúncios

O que é inflação?

Mas afinal de contas, do que refere-se a inflação? Te contamos abaixo, continue a leitura e confira. Fonte: Freepik.
Mas afinal de contas, do que refere-se a inflação? Te contamos abaixo, continue a leitura e confira. Fonte: Freepik.

A inflação é indicador econômico utilizado para designar o aumento dos preços em geral, na sociedade. Ele representa de forma sistemática o aumento do custo de vida para o consumidor e para as empresas. Sendo este, o resultado da elevação dos preços dos produtos ou serviços e da desvalorização das moedas em geral.

Sendo assim, quando notamos que alguns produtos são mais caros hoje do que antigamente, e que antes comprávamos mais com a mesma quantidade de dinheiro que compramos uma série limitada de produtos, podemos entender que o preço de uma moeda inflacionou.

Normalmente, esse processo é natural e não costuma ser prejudicial para nós, consumidores. Isso porque, os reajustes também acontecem nos salários mínimos vigentes, para que a moeda e o poder de compra acompanhem o máximo possível as taxas de inflação.

Mas, é importante saber que a inflação torna-se prejudicial para a sociedade somente quando o seu nível aumenta mais do que o esperado e em uma velocidade muito grande, o que se chama hiperinflação.

E é exatamente isso que vamos explicar ao longo do artigo. Uma vez que, os ajustes salariais levam um pouco mas de tempo para serem implementados, o que pode levar a diminuição do poder de compra do consumidor durante uma boa parte do ano.

O que significa a inflação e indexação da economia

Aqui, você encontra tudo sobre inflação e indexação da economia para descobrir de uma vez por todas o que significa estes termos. Continue a leitura e veja!

O que é deflação?

Já a deflação, é a queda generalizada de preços de produtos e serviços de forma contínua, por um período razoavelmente longo ou maior do que o esperado.

Embora seja comum ver a maioria das pessoas, principalmente leigos no assunto, chamado o recuo que acontece pontualmente nos índices de inflação de deflação, a queda dessa porcentagem em um ou dois meses apenas não configura por si só um processo deflacionário real.

Ainda não há consenso entre os economistas sobre qual deve ser a duração mínima de um processo de queda de preços para que seja configurado um quadro de deflação. Mas, sabe-se que deve ser um período de tempo maior do que seis meses para que o fenômeno seja considerado uma tendência.

Também, para que seja configurado um quadro de deflação, os economistas explicam que os preços devem cair de forma sistemática. Pois um índice abaixo de zero em um mês não pode ser considerado deflação. É também preciso que os recuos sejam generalizados, ou seja, deve afetar uma ampla gama de produtos e serviços, não somente uma área específica. 

Dessa forma podemos argumentar que reduções de preço em poucos segmentos ou apenas em um não configura um quadro de deflação, mesmo que influencie de forma negativa os índices inflacionários.

Por fim, podemos entender que a deflação ocorre quando a oferta de produtos e serviços é maior do que a demanda de consumo e contratação. Logo, é quando há mais itens à venda do que pessoas dispostas ou com condições de comprar.

Anúncios

O que é hiperinflação?

Por fim, a hiperinflação é um conceito dado à inflação que atinge níveis muito maiores que o esperado, em um curto período de tempo. Em geral, podemos dizer que a ocorrência da hiperinflação é quando o seu índice se mantém acima de 50% ao mês, de acordo com especialistas no assunto. 

Esse fenômeno, ao contrário da inflação em níveis moderados, pode trazer graves problemas à economia do país, afetando de forma negativa o poder de compra da população e causando uma alta sem precedentes nos preços dos bens de consumo. 

Dentro de uma economia que esteja enfrentando o temido fenômeno da hiperinflação, os preços aumentam tão rápido que o dinheiro ganho pelo seu trabalho é gasto de forma quase que imediata, com poucos bens de consumo e muitas vezes faltando recursos para o básico.

Essa velocidade sem freios do aumento dos preços surge a partir da insegurança do mercado em geral a respeito do valor dos seus produtos.

E no meio desse problema, os produtos e lojistas agem de antemão para proteger o seu lucro e as suas empresas, aumentando seus preços e segurando a sua margem de faturamento, mesmo com uma economia desregulada.

Qual a diferença entre hiperinflação, deflação e inflação?

Por fim, descubra agora mesmo a diferença entre os termos e veja os impactos na sua vida econômica. Fonte: Freepik.
Por fim, descubra agora mesmo a diferença entre os termos e veja os impactos na sua vida econômica. Fonte: Freepik.

De forma simplificada, a inflação é a realidade que se opõe à deflação. No contexto onde há inflação, ocorre uma subida generalizada de preços de bens e produtos em um nível médio. Mas, na deflação, há uma redução contínua a longo prazo do índice de preços no consumidor em nível médio dos preços.

A inflação faz com que o poder de compra de uma moeda diminua. Dessa forma, não permitindo com que seja possível adquirir os mesmos produtos com a mesma quantia de dinheiro em determinado cenário econômico.

Já na deflação, o valor da moeda sobe, possibilitando com que se compre o mesmo ou mais com a mesma quantia de dinheiro em um contexto econômico determinado.

Por fim, a hiperinflação é um tipo de inflação mais severa, trazendo consequências maiores a economia mundial, e se opõe a deflação da mesma forma como a inflação, pois desvaloriza ainda mais a moeda, ao passo que a deflação faz o contrário, valoriza a moeda durante um determinado período de tempo.

E aí, o que você achou dos conceitos de inflação, deflação e hiperinflação? É extremamente importante saber um pouco mais sobre cada um deles e, assim, compreender como influenciam as nossas finanças, não é mesmo?

Esperamos que o nosso conteúdo te ajude com as principais dúvidas sobre o tema. Para mais textos como esse, acesse o nosso conteúdo recomendado abaixo.

Até mais!

Como economizar dinheiro ganhando pouco - Banner.

Valor previsto para a aposentadoria em 2023

É aposentado e deseja saber qual será o reajuste da aposentadoria no próximo ano? Sem problemas, te contamos agora mesmo. Continue a leitura aqui e descubra!

Sobre o autor

Maria Luísa Barbosa

Publicitária com vasta experiência em criação de conteúdo para web. Escrevo sobre finanças há mais de um ano com objetivo de te auxiliar a ter uma melhor experiência financeira. Nas horas vagas, sou mãe de pet, amante da arte e da moda. Prazer, Malu! (:

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Conheça o cartão C6 Business

O cartão C6 Business é o cartão PJ da sua conta digital C6 MEI ou C6 Empresas, conheça esse produto cheio de vantagens e veja como ele funciona!

Continue lendo
content

Nucoin: conheça a cripto do Nubank

Conheça a Nucoin, moeda digital do Nubank, exclusiva para clientes em 2023, com diversas vantagens e diferenciais. Confira e saiba mais aqui!

Continue lendo
content

Como solicitar o cartão Uniprime Platinum

Quer solicitar o cartão Uniprime Platinum? Pois é direto na cooperativa. Então, confira o passo a passo deste processo e mais informações!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

O que é Serasa Score 2.0?

Você já conhece a atualização Serasa Score 2.0? Com ele, obter um score de crédito mais preciso é ainda mais fácil. Veja as mudanças aqui.

Continue lendo
content

Cartão Saraiva ou cartão Mooba: qual escolher?

Cartão Saraiva ou cartão Mooba: qual escolher? Ambos possuem descontos exclusivos e programas de vantagens. Confira o post e descubra!

Continue lendo
content

Como antecipar FGTS pelo Meu Tudo? Confira aqui

Quer antecipar parcelas do saque-aniversário ou movimentar o saldo parado do FGTS? Então descubra como antecipar FGTS pelo Meu Tudo agora!

Continue lendo