Dicas

Como diminuir o limite do cheque especial

Você sabe como diminuir o limite do cheque especial? Então, continue a leitura e confira como fazer esse processo e evitar a inadimplência.

Anúncios

por Tathiane Mantovani

Publicado em 26/05/2021

Saiba como reduzir os custos com cheque especial

Saiba como reduzir os custos com cheque especial. Fonte: Pexels.
Saiba como reduzir os custos com cheque especial. Fonte: Pexels.

O cheque especial pode ser considerado um benefício para os clientes que sabem administrar a sua conta corrente de maneira correta. Caso contrário, pode gerar dor de cabeça, pois se você usar o seu limite terá que pagá-lo acrescido de juros. Mas, afinal, como diminuir o limite do cheque especial?

Essa é a pergunta que muitas pessoas fazem quando têm problemas com esse recurso oferecido pelo banco. Por isso, vamos abordar como fazer esse processo. Assim, você poderá fazê-lo sem complicações.

Ficou interessado? Quer saber mais sobre este assunto? Então, continue a leitura e confira!

Anúncios

Como funciona o cheque especial?

O cheque especial, também conhecido como LIS, é um crédito pré-aprovado que é liberado na sua conta corrente no momento da sua abertura, ou seja, ele tem liberação automática sem análise de crédito.

Esse recurso é uma espécie de empréstimo automático, pois no momento em que você usa todo o saldo da sua conta, mas continua a fazer movimentações, começa a utilizar o limite automaticamente.

Por exemplo, se você tem um boleto para pagar de R$ 500,00 em débito automático, mas na sua conta tem apenas R$ 250,00 de saldo, os outros R$ 250,00 serão retirados do limite do seu cheque especial.

Esse valor que você utilizou deve ser devolvido para o saldo da conta acrescido dos juros correspondentes. Vale lembrar que em algumas instituições você tem o benefício da não cobrança do juros por um pequeno período.

Vale destacar que o cheque especial é um crédito fácil, mas em compensação a sua taxa de juros é uma das maiores do mercado. Isso porque o risco de inadimplência é maior nesse tipo de modalidade de crédito.

Por isso, é essencial que você evite utilizá-lo com frequência, especialmente, se não tem dinheiro para devolver ao banco. Diante disso, tenha muito discernimento para evitar entrar em um ciclo de endividamento e, consequentemente, se tornar inadimplente.

Quais as novas regras do cheque especial?

A partir de 2020, as pessoas que têm limite acima de R$ 500,00 devem pagar uma taxa fixa de 0,75% sobre o limite excedente. Essa cobrança pode ser feita mesmo que você não use o limite disponível.

A maioria dos bancos decidiram isentar o pagamento dessa taxa, mas se você não quer correr esse risco, pode pedir a redução do seu limite para um valor menor que R$ 500,00 ou, ainda, pode solicitar o cancelamento do limite. Lembre-se de que a adesão do cheque especial é automática, mas o cancelamento ou a redução é uma opção sua.

Vale destacar que os juros cobrados pela utilização do limite não podem ultrapassar 8% ao mês ou, aproximadamente, 150% ao ano. Ou seja, é uma das maiores taxas em comparação com outras modalidades de crédito, como cartão de crédito, financiamento, empréstimo, entre outros.

Ademais, o banco precisa deixar bem discriminado no extrato o que é o saldo e o que é o limite do cheque especial. Assim, você não corre o risco de confundir os dois. Além disso, a instituição financeira também precisa enviar um aviso para o cliente quando o limite estiver sendo utilizado.

Assim como precisa facilitar o processo de cancelamento ou redução do limite quando o cliente desejar fazer essa solicitação. Essas novas regras foram criadas para ajudar as pessoas a fazer um uso mais consciente do cheque especial.

Como transformar o cartão de crédito num aliado?

Está com problemas com o cartão de crédito? Então veja aqui como transformar ele num aliado para o seu dia-a-dia.

Anúncios

Por que é preciso tomar cuidado com o cheque especial?

Cuidado! Fonte: Pexels.
Cuidado! Fonte: Pexels.

O cheque especial é uma espécie de empréstimo pessoal, mas ele não precisa de análise de crédito para ser aprovado. Quando você abre a sua conta corrente no banco, ele já é liberado para que você possa utilizá-lo.

Mas, afinal, por que é preciso tomar cuidado com o cheque especial? Simplesmente, porque se você não faz um bom planejamento financeiro pode usar esse benefício de maneira errada, ou seja, pode usufruir dele sem ter dinheiro para cobri-lo.

E, consequentemente, pode criar uma dívida com juros elevados. Já que você terá que pagar o valor utilizado acrescido de juros sempre que ultrapassar o saldo da sua conta e começar a usar o limite.

Vale destacar que quanto mais você demorar para cobrir o valor do cheque especial, maior será a cobrança dos juros. Além disso, todo o dinheiro que entrar na sua conta será utilizado automaticamente para cobrir o valor do cheque especial.

Diante disso, use esse recurso de maneira consciente para não correr o risco de comprometer o seu orçamento com os juros. Portanto, planejamento financeiro é primordial para que isso aconteça.

Não se esqueça que esse dinheiro não é uma extensão do saldo da sua conta, ele é um tipo de crédito fornecido automaticamente pelo banco para te socorrer em caso de urgências, mas o ideal é não utilizá-lo.

Vale mencionar que se você utilizar o cheque especial e não pagar para o banco o seu nome pode ser incluído na lista de mau pagadores dos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa, Boa Vista e SPC.

Ademais, lembre-se de que a taxa de juros do cheque especial é uma das maiores em comparação com outras modalidades de crédito. Por isso, em caso de emergência, pesquise outras opções de empréstimo antes de usar o limite disponível.

Como diminuir o limite do cheque especial?

Para diminuir o limite do cheque especial, você precisa entrar em contato com o banco pelos seus canais de atendimento e solicitar a redução do limite. A instituição financeira tem obrigação de fazer essa atualização sem custos. Caso você tenha algum problema, faça uma reclamação na ouvidoria do banco para que eles resolvam o seu problema.

Então, no momento em que você decidir fazer essa mudança fale com o seu gerente e peça a redução do limite do cheque especial. Dessa forma, você corre menos riscos de usar esse dinheiro de maneira inadequada.

Diferença entre conta salário e conta corrente?

Conta salário e conta corrente são diferentes, já que a conta salário deve ser solicitada pelo seu empregador ao banco. Saiba mais diferenças!

É possível cancelar o cheque especial?

É possível cancelar o cheque especial? Fonte: Pexels.
É possível cancelar o cheque especial? Fonte: Pexels.

Mas, afinal, é possível cancelar o cheque especial? Sim, você pode tanto ativar quanto cancelá-lo no momento que desejar. Para isso, é necessário entrar em contato com o banco no qual você tem a conta corrente e pedir o cancelamento ou a ativação do cheque especial.

Esse processo é simples e não tem custo. Mas, lembre-se de que se você usar o limite precisará pagar os juros pela sua utilização, bem como cobrir a conta, ou seja, repor o dinheiro que você emprestou do banco em um curto período de tempo.

Podemos resumir que o cheque especial precisa ser usado com muito discernimento e apenas em caso de emergências. Dessa forma, você evita problemas posteriores com inadimplência, caso não tenha dinheiro para cobrir o saldo negativo da sua conta.

Agora que você já sabe como diminuir o limite do cheque especial, que tal aprender quando pode utilizar esse benefício a seu favor? Então, leia o nosso conteúdo recomendado abaixo e confira!

Quando podemos utilizar o cheque especial?

Saiba quando utilizar o cheque especial, como ele funciona e quais são os juros desse tipo de crédito!

Sobre o autor

Tathiane Mantovani

Estrategista de Conteúdo, Redatora SEO e Escritora com mais de 9 livros publicados nas áreas de Recursos Humanos e Segurança do Trabalho. Estudante de Jornalismo. Bacharel em Administração. Especialista em Marketing de Conteúdo, Design Instrucional, Gestão de Pessoas e Psicopedagogia Institucional. Apaixonada pela arte da escrita e amante dos livros técnicos.

Em Alta

content

Superdigital x Itaucard Click: descubra qual escolher

Quer fazer um cartão de crédito mas não consegue comprovar sua renda? Confira os cartões Superdigital e o Itaucard Click

Continue lendo
content

Investir no Nubank: veja como funciona

Ao investir no Nubank você tem opções de CDBs Pós-Fixados e Fundos de Investimentos com aplicação mínima de R$1. Veja aqui como funciona.

Continue lendo
content

Governo Federal estuda acabar com o seguro-desemprego

Por conta do aumento nas solicitações, especialistas financeiros do governo estudam acabar com o seguro-desemprego e a multa de 40% do FGTS.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Conheça a Plataforma emDia: negocie suas dívidas

Você conhece a plataforma emDia? Essa é uma excelente opção para negociar suas dívidas e sair do vermelho. Clique aqui e saiba mais.

Continue lendo
content

Conheça o cartão de crédito American Express Gold

Você conhece o cartão de crédito American Express Gold? Esse cartão famoso no mundo inteiro é feito para quem quer vantagens e segurança em um só lugar.

Continue lendo
content

Como abrir conta na corretora Modalmais

A Modalmais é uma corretora que permite investir em renda fixa e variável e, ao mesmo tempo, ainda facilita sua vida. Veja aqui como abrir conta.

Continue lendo