Cartões

Cartão Submarino ou Cartão Vooz: qual o melhor?

Está em dúvida entre o cartão Submarino ou o cartão Vooz? Vamos te ajudar! Clique aqui e saiba o que cada um deles pode fazer pela sua vida financeira!

Anúncios

Submarino x Vooz: descubra qual escolher

Então, cartão Submarino ou cartão Vooz? Qual o melhor? Fonte: Pexels.
Então, cartão Submarino ou cartão Vooz? Qual o melhor? Fonte: Pexels.

Antes de tudo, o cartão Submarino ou o cartão Vooz são duas opções de crédito bastante interessantes para quem busca um maior poder aquisitivo e gestão financeira simplificada. Isso porque, com eles, você tem acesso a um aplicativo exclusivo com todas as funcionalidades dos produtos na palma da sua mão.

Então, apesar de serem cartões com poucas características em comum, ambos oferecem maior liberdade financeira e poder de compra através do crédito, além de benefícios especiais e os programas de fidelidade das bandeiras.

Assim, preparamos um comparativo com as principais características dos dois cartões, além de seus aspectos positivos e negativos. Dessa forma, você entende melhor como eles funcionam e decide qual das duas alternativas é a mais completa para alavancar sua vida financeira! Confira a tabela, a seguir, e continue a leitura para saber mais!

Como solicitar o cartão Submarino

O cartão Submarino tem um ótimo programa de recompensas e limite duplo. Além disso, você conta com a cobertura da bandeira Mastercard.

Como solicitar o cartão Sicoobcard Vooz

O cartão Sicoobcard Vooz é o novo lançamento da cooperativa Sicoob. Descubra como sair da agência com o cartão impresso na hora e ter R$1.000 reais de limite disponível.

Cartão SubmarinoCartão Vooz
Renda MínimaSalário mínimoNão informada
Anuidade12x de R$15,7012x de R$9,90
BandeiraMastercardVisa ou Mastercard
CoberturaNacionalInternacional
BenefíciosDescontos exclusivos;
Cashback.
Possibilidade de isenção da anuidade;
Programas de fidelidade das bandeiras.
Mas, quais são as principais características dos cartões?

Anúncios

Cartão Submarino

Conheça o cartão Submarino. Fonte: Submarino.
Conheça o cartão Submarino. Fonte: Submarino.

Antes de mais nada, o cartão Submarino surgiu da parceria do site de e-commerce com o banco Cetelem, uma das principais instituições do país no setor de crédito. Então, ao adquirir este produto, você pode ter certeza de que está contratando um serviço de qualidade para efetuar suas compras. 

Assim, o cartão oferece ampla cobertura nacional sob a bandeira Mastercard, e é aceito em milhões de estabelecimentos credenciados em território nacional. É necessário comprovar renda de um salário mínimo ao fazer a solicitação, e o valor da anuidade é de R$15,70 por mês. 

Ele oferece programas de fidelidade da bandeira e da própria Submarino, além de descontos e ofertas exclusivas, e parcelamento flexível em produtos por todo o site.

Para pedir o seu, basta preencher o formulário disponível no site oficial do Submarino e aguardar a análise de crédito. Ao ter o cartão aprovado, a empresa envia o plástico diretamente para o endereço informado no cadastro e você só precisa efetuar o desbloqueio para começar a aproveitar todas as vantagens!

Cartão Vooz

Conheça o cartão Vooz. Fonte: Sicoob.
Conheça o cartão Vooz. Fonte: Sicoob.

Sem dúvida, o cartão Vooz é o produto com maior integração tecnológica oferecido pela cooperativa de crédito Sicoob. Isso porque todo o gerenciamento pode ser feito através de um aplicativo que te dá acesso à todas as funcionalidades do seu cartão.

Assim, a Sicoob oferece um limite inicial de R$1.000,00 que pode ser ainda maior dependendo da análise de crédito. E, você pode escolher entre as bandeiras Mastercard e Visa, ambas com cobertura internacional. O valor da anuidade é de R$9,90 mensais com possibilidade de isenção com pelo menos uma compra feita por mês utilizando o seu Vooz. 

Mas, este é um produto oferecido exclusivamente aos cooperados Sicoob. Então, se você não se enquadra nesta categoria, saiba que existem outros produtos de crédito similares no mercado que podem atender às suas necessidades financeiras. 

Anúncios

Quais as vantagens do cartão Submarino?

Antes de tudo, se você é um cliente assíduo de um dos maiores e-commerces em atividade no país, então, o cartão Submarino pode ser a opção ideal para você! Seus benefícios são voltados principalmente para quem compra bastante no site, e com o cartão aprovado, você tem acesso à centenas de ofertas e descontos em produtos exclusivos!

Além disso, com o Programa Léguas, você acumula 3 pontos ao utilizar o cartão no site e 1 ponto ao comprar em qualquer outro estabelecimento com o seu cartão Submarino. Então, você pode trocar os pontos acumulados por vale-presentes que vão de R$50,00 a R$250,00 no Submarino.

Se você quer comprar um produto no site mas não quer comprometer seu limite de crédito, a Submarino oferece o serviço SuperLimite. Com ele, você ganha crédito extra para compras parceladas no e-commerce sem alterar em nada o seu limite para compras em qualquer outro estabelecimento. Aliás, o parcelamento é facilitado em até 36x iguais. 

Ademais, você conta com os benefícios do programa de fidelidade Mastercard Surpreenda, e ao cadastrar seu cartão na AME, ganha cashback na compra de centenas de produtos selecionados. 

Quais as vantagens do cartão Vooz?

Podemos destacar o limite inicial de R$1.000,00 como uma das principais características positivas do cartão Vooz. Na maioria das instituições financeiras, o seu limite só é definido após a análise de crédito. Com a Sicoob, esta análise serve apenas para decidir se o limite será maior ou não. 

Então, com a cobertura internacional oferecida por ambas as bandeiras, você tem maior poder de compra e pode utilizar o seu cartão em milhões de estabelecimentos no Brasil e no exterior. Além disso, ainda conta com os programas de fidelidade Mastercard Surpreenda e Vai de Visa, que oferecem descontos em diversas lojas e restaurantes parceiros.

Por fim, a Sicoob oferece um aplicativo exclusivo para gerenciamento do seu cartão Vooz. Assim, você pode controlar todas as funcionalidades do plástico no conforto da sua casa e com muito mais praticidade!

Quais as desvantagens do cartão Submarino?

Primeiramente, o cartão Submarino não oferece tantos benefícios se você não tem o costume de comprar no site com uma boa frequência. Isso porque além de limitar o seu poder aquisitivo por conta da cobertura oferecida, que é somente nacional, você ainda precisa pagar a mensalidade de R$15,70 sem possibilidade de isenção. Já existem no mercado outras opções de cartão de loja com vantagens parecidas e que não cobram nenhuma anuidade.

Além disso, é preciso comprovar renda mínima e, ainda, passar por uma análise de crédito ao solicitar o produto. Nesse sentido, se você é autônomo ou tem alguma restrição no nome, dificilmente terá o pedido aceito. Portanto, antes de contratar o cartão, avalie com cautela se os pontos negativos são maiores que os positivos para que você não tenha nenhuma surpresa.

Quais as desvantagens do cartão Vooz?

Sem dúvida, não podemos destacar apenas os pontos positivos de um produto, não é mesmo? Para que você tome uma decisão responsável, é importante conhecer também os contras e avaliar se mesmo assim vale a pena solicitar o cartão. Nesse sentido, conheça, a seguir, os aspectos negativos do Vooz. 

Primeiramente, o cartão não está disponível para todos os públicos e você só consegue pedir o seu se for um associado Sicoob. Infelizmente, o processo de associação não é tão simples, e você precisa desembolsar dinheiro na integralização de cotas.

Além disso, você também passa por uma análise de crédito criteriosa, que além de verificar todo o seu histórico financeiro e capacidade de pagamento, também leva em consideração o seu bom relacionamento com a instituição antes de liberar o produto para você.

Cartão Submarino ou Cartão Vooz: qual escolher?

Mas, afinal, qual cartão escolher? Fonte: Pexels.
Mas, afinal, qual cartão escolher? Fonte: Pexels.

Pois bem, agora que você conhece todas as características de ambos os cartões através do nosso comparativo entre o cartão Submarino ou o cartão Vooz, decidir qual o melhor para você depende primeiramente do que você está buscando ao contratar um produto de crédito.

Assim, se você tem o costume de comprar no Submarino e quer aproveitar benefícios, como cashback, descontos e ofertas exclusivas, o cartão Submarino deve suprir todas essas necessidades e, ainda, oferece ampla cobertura nacional para utilização em milhares de estabelecimentos pelo país.

Mas, se você é um associado Sicoob, o Vooz é sem dúvida a melhor opção para você! Com vantagens como cobertura internacional e limite inicial pré-definido, você tem a segurança de um produto de qualidade para efetuar suas compras. 

E, se nenhuma das alternativas é o que você está buscando para transformar a sua vida financeira, vamos te ajudar! Continue a leitura através do nosso conteúdo recomendado abaixo e confira outro comparativo especial entre dois cartões populares no mercado!

C6 Bank ou Digio: qual o melhor cartão de crédito?

C6 Bank ou Digio? Ambas as opções podem ser boas escolhas de bancos digitais e cartões de crédito. Clique e saiba mais sobre cada.

Em Alta

content

Cartão Santander 1|2|3 Gold com múltiplo de pontos e cashback

Com o cartão Santander 1|2|3 Gold você tem mais vantagens no Programa Esfera com o múltiplo de pontos. Confira aqui se vale a pena ter o seu.

Continue lendo
content

Conheça os cartões de crédito dos famosos

Os cartões de crédito dos famosos e ricos possuem muitas vantagens exclusivas. Tem curiosidade sobre esses cartões? Clique e saiba mais!

Continue lendo
content

Como investir no Inter?

O Inter é um banco digital e também uma plataforma de investimentos. Confira aqui como começar a investir no Inter e, ainda, não pagar corretagem.

Continue lendo

Investimentos

Mercado Futuro: o que é e como funciona?

O Mercado Futuro é um setor da bolsa de valores onde você investe com base no valor que espera para um ativo no futuro. Saiba aqui como funciona.

Uma maneira de investir pensando no futuro

Apesar de não ser tão conhecido, o Mercado Futuro é um espaço dentro da bolsa de valores em que podemos negociar contratos de ativos. A partir dos contratos de compra e venda, é possível lucrar de acordo com a valorização ou não dos ativos.

Mas você sabe como este mercado funciona de verdade? O que podemos negociar e como ele pode ajudar a diversificar a carteira de quem investe?

Além disso, sabe como investir em contratos futuros?

Para conferir as respostas para essas perguntas, confira o guia completo que preparamos para você.

O que é Mercado Futuro?

Em suma, o Mercado Futuro é um setor dentro da bolsa de valores em que é possível negociar contratos futuros para compra e venda de papéis derivados de ações.

Mas, o que isso significa?

Em outras palavras, nesse tipo de operação, não existe a compra das ações de uma empresa, moedas ou de commodities, por exemplo. 

O que se faz é negociar um contrato com termos definidos para lucrar com a valorização de um ativo, no caso de ser o comprador, ou lucrar com a desvalorização, se você estiver vendendo o ativo.

Para que isso aconteça, os contratos possuem data de liquidação, quantidade e preço definidos para uma data no futuro.

No entanto, os ganhos e as perdas são calculadas todos os dias pelo que se chama ajuste diário. Nesse ajuste, os preços do contrato se atualizam diariamente e quem tem o papel recebe ou precisa pagar a diferença.

Ainda está complicado para entender? Então, confira a próxima seção deste texto e descubra como esse mercado de investimentos funciona.

Como funciona o Mercado Futuro?

No Mercado Futuro, você compra ou vende um contrato para receber ou perder com os reajustes diariamente, com a condição de liquidar seu papel a qualquer momento. Enquanto que você estiver ‘comprado’ ou ‘vendido’ passa a ter uma posição de mercado na qual pode:

  • operar comprado: ao fazer um contrato de compra de índices, moedas, commodities, entre outros, você ganha com a valorização deste, mas perde em caso de queda da cotação;
  • operar vendido: ao vender contratos, você ganha quando o ativo desvaloriza e perde em caso de aumento de preço.

Além disso, existe a possibilidade de operar com um dinheiro que não precisa estar na sua conta. Na prática, funciona assim:

Para comprar ou vender um contrato, você precisa de valores relativamente altos, porém, esse dinheiro não precisa estar na sua conta da corretora caso você tenha uma margem de garantia para operar.

Ou seja, se você tem ativos de renda fixa ou até mesmo um “limite” na conta da corretora, pode fazer uma operação e, caso você tenha perda, a corretora tem a segurança de receber o montante devido.

Assim sendo, você tem o benefício de poder operar sem ter todo o dinheiro e a empresa de corretagem tem uma garantia de que, se algo der errado, vai receber o valor necessário para cobrir a perda.

Ademais, os resultados das operações podem ser medidos dia a dia com base no valor que está sendo negociado e a cotação de acordo com o ajuste diário que já comentamos.

Como funciona o Mercado Futuro da soja?

A soja é um dos principais produtos da economia brasileira e é conhecida por ser uma commodity agrícola (saiba mais sobre esse tipo de ativo no artigo recomendado abaixo). 

Assim como outras commodities, você pode investir em soja no Mercado Futuro por meio da bolsa de valores. Aqui, vale lembrar que cada contrato deste produto é equivalente a 450 sacas de 60kg. Com isso, se uma saca custa R$80, o contrato será esse valor multiplicado por 450, isto é, R$36.000.

Para isso, você faz um contrato usando o ticker (código) para este papel, sendo que ali contém informações sobre as condições deste contrato.

Em suma, assim como em qualquer investimento nesse mercado, não é necessário carregar o contrato até a data de validade. Ou seja, você pode se desfazer dele emitindo uma ordem de venda quando achar interessante.

Mas, voltando ao assunto, o código para negociar soja é SJC. Além disso, o restante do ticker é completado pelo mês de vencimento do contrato e ano da safra. 

Desse modo, para comprar um contrato de soja no Mercado Futuro com data para março de 2022, por exemplo, o ticker será: SJCH22. Para saber a letra que corresponde a cada mês, confira a tabela abaixo: 

JaneiroF
FevereiroG
MarçoH
AbrilJ
MaioK
JunhoM
JulhoN
AgostoQ
SetembroU
OutubroV
NovembroX
DezembroZ
Mês do ano x Letra para o código do contrato

Descubra o que são as commodities agrícolas

As commodities agrícolas são produtos "in natura", como soja, café e boi gordo que você pode investir sem precisar comprar os itens em si. Descubra aqui como fazer isso.

Quais são os riscos do Mercado Futuro?

Sem dúvida, o Mercado Futuro representa uma boa opção para quem quer proteger a carteira ou espera ter bons lucros. No entanto, assim como pode garantir excelentes resultados, também está associado a riscos.

O primeiro risco, por exemplo, é operar alavancado, ou seja, com o dinheiro da sua margem de garantia e sem ter o montante na conta da corretora. Isso porque, como os ajustes são diários, caso você não tenha o valor da variação em conta, precisará pagar alguns juros.

Em segundo lugar estão as variações do mercado. Afinal, mesmo analisando os gráficos, o mercado nem sempre age de forma racional, o que gera certo risco. Esse risco está presente em todos os investimentos, não apenas nos contratos futuros.

Por último, as mudanças no meio do caminho podem comprometer a sua rentabilidade. Seja uma mudança na corretora, seja no ajuste diário, é preciso estar preparado para o inesperado.

Para que serve?

Operar contratos no Mercado Futuro, em síntese, serve para duas coisas:

  • diversifica sua carteira ao se expor a outros tipos de ativos para além de ações e fundos imobiliários. Isso garante que sua carteira fique mais equilibrada em caso de movimentos bruscos do mercado;
  • oferece mais proteção para produtores e investidores, que podem garantir um preço para o futuro contando com a valorização ou não do ativo (o lucro ou o prejuízo depende do tipo de operação, como falamos antes).

Como funciona o contrato futuro?

Os contratos futuros são um tipo de acordo que você faz dentro do Mercado Futuro. Eles são padronizados e têm o compromisso reajustado todos os dias pelo ajuste diário. 

Por meio desses contratos, é que você adquire o direito de operar um determinado ativo que podem ser:

  • índices: como, por exemplo, o Índice Bovespa (IBOV) que é composto pelas maiores empresas listadas na bolsa brasileira ou o S&P 500, que representa o conjunto das maiores empresas listadas nas bolsas norte-americanas;
  • moedas: você consegue negociar contratos de dólar, euro e outras moedas;
  • commodities: nesse caso, cada uma terá sua própria unidade de medida. Para a soja, vimos que um contrato é composto por 450 sacas de 60kg. Já para o café, será de 100 sacas de 60 kg enquanto que, para o boi gordo, o que conta são 330 arrobas.

No último dia de contrato, ocorre a liquidação do mesmo. Nesse caso, calcula-se a diferença entre o preço de início e o de final para se ter uma ideia do lucro. Além disso, a operação será zerada.

Quer saber como investir neste tipo de ativo e descobrir que pode ser tão simples quanto comprar ações? Então aproveite para conferir o post abaixo.

Como investir no Mercado Futuro em 2022

Aprenda o passo a passo para investir no Mercado Futuro e passe a lucrar com a subida ou não dos ativos por meio de contratos futuros. Saiba mais aqui.

Você também pode gostar

content

Conheça o empréstimo pessoal LuizaCred

O empréstimo pessoal LuizaCred é uma ótima opção para quem precisa de dinheiro rápido pois depois que o crédito é aprovado, já cai na conta!

Continue lendo
content

Como diminuir o limite do cheque especial

Você sabe como diminuir o limite do cheque especial? Então, leia este post e confira como fazer esse processo e evitar a inadimplência.

Continue lendo
content

Conheça tudo sobre a corretora Clear

Se você quer uma corretora com taxa zero, precisa conhecer a Corretora Clear. Entenda se a Corretora Clear é boa e confiável nesse post.

Continue lendo