Educação financeira

Qual o melhor investimento a longo prazo?

Tudo o que você precisa saber sobre investimento a longo prazo está aqui. Esse é o conteúdo mais completo que você vai encontrar sobre o tema! Leia o artigo e descubra qual o melhor investimento a longo prazo e como começar a investir ainda em 2021.

Anúncios

por Carla Molina

Publicado em 19/03/2021

Conheça as melhores opções de investimento a longo prazo

Investimento a longo prazo | Imagem: Freepik
Investimento a longo prazo | Imagem: Freepik

Se você é alguém que se preocupa com o futuro seu e de sua família e quer aprender a fazer um bom investimento a longo prazo, de modo correto e colher bons frutos lá na frente, parabéns! 

Aqui é exatamente o seu lugar.

Assim como você, nós, do Senhor Finanças, nos preocupamos com o futuro e desejamos que você alcance todos os seus objetivos financeiros. 

Para isso, fazer um investimento assertivo a longo prazo é essencial.

Por isso, vamos te contar exatamente tudo o que você precisa saber sobre investimento a longo prazo, incluindo como começar e quando fazer isso.

Basta continuar lendo!

Anúncios

Melhor aplicação financeira a longo prazo em 2021

O melhro investimento a longo prazo de 2021 | Imagem: Freepik
O melhro investimento a longo prazo de 2021 | Imagem: Freepik

Uma das melhores opções para ter sucesso com seus investimentos financeiros no longo prazo é, justamente, diversificar sua carteira de investimento.

Isso significa apostar em diversas modalidades de investimentos ao longo da sua jornada.

Infelizmente, todos nós tendemos a ser imediatistas, focando apenas no curto prazo. 

Se você parar para analisar, pode notar que a maioria das suas metas pessoais e financeiras gira em torno do curto prazo. 

Talvez você nem perceba, mas trocar de carro, reformar a casa e comprar uma geladeira nova não são metas que trarão benefícios sólidos lá na frente. 

Dessa forma, você precisa repensar suas metas e atitudes. Liste quais metas você quer estabelecer a longo prazo verdadeiramente. 

Repense quais são os seus objetivos a longo prazo para fazer um investimento correto!

Por isso, a melhor aplicação financeira a longo prazo para fazer em 2021 é: depende.

Depende de quanto você está disposto a investir, de qual o seu perfil investidor (conservador, moderado ou arrojado) e por quanto tempo você quer investir até ver os resultados do seu investimento.

Mas, não fique desanimado! Você pode escolher uma das opções que vamos citar abaixo se ela se encaixar na sua realidade. 

Algumas das opções que detalharemos mais à frente, são excelentes opções de aplicações financeiras a longo prazo para investir ainda em 2021.

Elas são: os fundos imobiliários, multimercados, de previdência, de ações e o tesouro direto. 

Mas, não para por aí! As opções de investimento a longo prazo são inúmeras. 

Antes de ver em detalhes cada uma delas, porém, tenha certeza de qual é o seu perfil investidor. 

Descubra qual é o seu perfil investidor

Descubra seu perfil de investidor para um bom investidor a longo prazo | Imagem: Freepik
Descubra seu perfil de investidor para um bom investidor a longo prazo | Imagem: Freepik

Antes de começar a pensar sobre o melhor investimento a longo prazo, é preciso que você:

  • conheça exatamente qual o seu perfil investidor;
  • descubra quais as melhores opções de investimento a longo prazo para esse perfil.

Se tratando de dinheiro, as formações culturais e socioeconômicas de cada pessoa importam muito, porque determinam seu ponto de vista sobre dinheiro, riquezas e sucesso. 

Por isso, no geral, existem 3 tipos de investidores, com diferentes metas, disponibilidades e formações.

São eles: conservadores, moderados e arrojados. 

Anúncios

Conservador

Perfil conservador para investimento a lonfo prazo | Imagem: Freepik
Perfil conservador para investimento a lonfo prazo | Imagem: Freepik

O perfil conservador, como o próprio nome sugere, não é muito aberto a riscos, mudanças e instabilidades. 

Por isso, quando o assunto é dinheiro, o investidor conservador se esforça ao máximo para não correr riscos e ter certeza de qual será a rentabilidade do seu investimento. 

Se você se identificou com esse perfil investidor, saiba que as melhores opções para você, especialmente a longo prazo, são:

  • baseadas em renda fixa;
  • alguns exemplos são Tesouro Direto, Tesouro Selic e CDB. 

Essas modalidades de investimento têm a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Essa instituição protege o capital e também a rentabilidade do investidor em renda fixa. 

Por isso, caso a Instituição Financeira em que você pretende investir seu dinheiro “quebrar” ou declarar falência, o FGC assume todas as consequências e se responsabiliza em devolver todo o dinheiro investido. 

Assim, o investidor não se prejudica e resgata 100% do seu dinheiro.

Por isso, esse é um excelente investimento a longo prazo.

Legal, né?

Moderado

Perfil moderado investimento a longo prazo | Imagem: Freepik
Perfil moderado investimento a longo prazo | Imagem: Freepik

O investidor que tem o perfil moderado está disposto a correr mais riscos do que o conservador.

Mas sempre calcula bem os possíveis lucros e prejuízos de cada decisão. 

Nesse caso, o investidor com perfil moderado pode se interessar em investir seu dinheiro em tesouro IPCA+, debêntures, fundos imobiliários e ações.

Porém, no caso de ações, o investidor moderado não se arriscaria a comprar e vender ações no mesmo dia (day trade), por exemplo.

Com certeza, o recomendado para esse perfil é o aporte de ações.

Assim, o investidor pode lucrar com os dividendos da empresa em questão, ou ainda vender a ação adquirida por um preço maior do que o valor de compra. 

Esses são investimentos seguros, porém um pouco mais ousados, não acha?

Mesmo assim, podem ser ótimas opções de investimento a longo prazo!

Arrojado

Perfil arrojado para investimento a longo prazo | Imagem: Freepik
Perfil arrojado para investimento a longo prazo | Imagem: Freepik

Por fim, o terceiro perfil investidor é o arrojado ou agressivo, que é aberto a desafios e grandes riscos envolvendo seu dinheiro. 

Investidores com esse perfil preferem apostar em renda variável ao invés de renda fixa.

Além disso, mesmo que, para alcançar uma rentabilidade maior, haja um risco considerável de perder dinheiro, os arrojados decidem investir.

Isso não os torna irresponsáveis, nem nada do gênero.

No caso deles, é marcante a presença de ações em sua carteira de investimentos.

Isso acontece porque o investidor arrojado pretende lucrar com a diferença do valor de compra e venda de ações de grandes empresas. 

Além das ações, existe também a possibilidade de investimento em opções, minicontratos futuros, fundos imobiliários e fundos multimercados.

Portanto, é preciso escolher o investimento certo a longo prazo, de acordo com o seu perfil investidor.

Por que adicionar investimento a longo prazo na sua carteira?

Por que apostar em investimento a longo prazo? | Imagem: Freepik
Por que apostar em investimento a longo prazo? | Imagem: Freepik

Mas, por que investir a longo prazo é tão importante na sua jornada investidora? 

A resposta é simples: não só de metas a curto prazo se vive o investidor. 

Tenho certeza absoluta que você tem, no mínimo, 2 metas ou grandes sonhos para o futuro.

E, novamente, tenho certeza que eles envolvem dinheiro para sua concretização.

Assim, é preciso que você tenha investimentos que garantirão resultados a longo prazo enquanto trabalha para atingir as metas de curto e médio prazo presentes em seu planejamento atualmente. 

Além disso, os investimentos a longo prazo garantem uma rentabilidade altíssima quando comparada às outras modalidades. 

Por isso, vale a pena escolher um ou mais modelos de investimento a longo prazo para colher os resultados futuros. 

Por fim, gostaria de apresentar uma reflexão extremamente válida nesse caso: o tempo vai passar de qualquer jeito, não vai?

Pense nisso!

Então, por que não usar esse tempo a seu favor e ganhar dinheiro com isso?

É exatamente esse o significado de investir a longo prazo: deixar o tempo trabalhar para você.

Quantas aplicações de investimento a longo prazo ter na carteira?

Quantas opções de investimento a longo prazo ter? | Imagem: Freepik
Quantas opções de investimento a longo prazo ter? | Imagem: Freepik

Você quem decide! Não existe um limite quando o assunto é investir. 

Tudo depende dos fatores:

  • sua realidade e cotidiano;
  • a quantia de dinheiro que você tem disponível para investir;
  • e quanto tempo pode reservar para acompanhar seus investimentos e usufruir da rentabilidade que eles têm a oferecer. 

Você precisa ter em sua carteira de investimentos ao menos uma aplicação de longo prazo

Aquele ditado sobre não depositar todos os ovos em uma cesta só também se aplica nesse caso. 

Não adianta ter apenas um tipo de investimento. 

A sua jornada financeira vai ser incrivelmente mais satisfatória se você diversificar a aplicação do seu dinheiro em investimentos de curto, médio e, principalmente, longo prazo. 

Mas, lembre-se: quanto mais opções de longo prazo você tiver em sua carteira de investimentos, maiores as possibilidades de rendimento lá na frente. 

Assim, exercite sua paciência e aposte em investimentos a longo prazo!

10 opções de investimento a longo prazo

10 opções de investimento a longo prazo | Imagem: Freepik
10 opções de investimento a longo prazo | Imagem: Freepik

Apesar de terem sido citadas mais acima, existem várias opções de investimento a longo prazo que são realmente viáveis e rentáveis. 

Confira a seguir algumas delas e escolha as que mais fizerem sentido para você de acordo com a sua realidade e expectativas.

Tesouro Direto: a melhor opção a longo prazo para quem quer algo mais seguro

Tesouro Direto | Imagem: Freepik
Tesouro Direto | Imagem: Freepik

Quando o assunto é investimento a longo prazo, sem dúvidas o Tesouro Direto é uma excelente opção. 

Isso se deve ao fato de existirem opções de investimento que vencem só no ano de 2045, por exemplo.

Quanto mais tempo passar, maior a rentabilidade do título devido à inflação e aos juros.

Lembre-se também de que o Tesouro Direto possui uma rentabilidade muito maior do que a poupança tradicional.

Porém, para investir em Tesouro Direto, ou em qualquer outro tipo de investimento de renda fixa ou variável, será necessário que você abra uma conta em uma corretora de valores. 

 Existem várias corretoras de valores no mercado, atualmente. A principal delas, que tem se destacado muito por suas taxas zeradas, é a Clear

Temos um artigo completo aqui no blog falando sobre as vantagens e desvantagens ao escolher a Clear como sua corretora de valores. 

Dê uma olhada quando terminar de ler esse artigo! 

LCI e LCA

Investimento a longo prazo | Imagem: Freepik
Investimento a longo prazo | Imagem: Freepik

Não se assuste! Essas siglas significam, respectivamente, Letras de Crédito Imobiliário e Letras de Crédito do Agronegócio

As Letras são títulos de renda fixa emitidos por bancos, com o objetivo de recolher dinheiro para financiar os setores imobiliário e de agronegócio. 

Por serem isentas de Imposto de Renda, sua lucratividade é maior.

O único fator negativo desse modelo de investimento é que você não pode resgatar quando quiser, apenas no prazo determinado.

Por isso, é preferível que você escolha a LCI e a LCA como alternativa a outros investimentos de longo prazo, para que seu dinheiro não dependa só dela. 

CDB

CDB | Imagem: Freepik
CDB | Imagem: Freepik

Assim como as Letras, citadas acima, o Certificado de Depósito Bancário (CDB) também é um título de renda fixa emitido por bancos. 

Como o tempo é o aliado dos investimentos de renda fixa, quanto mais tempo você fica com o título, maior a rentabilidade e também menores os valores dos impostos pagos. 

Diferentemente das opções citadas acima, o CDB está sujeito à tributação do imposto de renda. 

Além disso, ele apresenta liquidez diária, ou seja, você pode resgatar o dinheiro assim que quiser. 

Os CDBs também rendem mais do que a poupança e são tão seguros quanto, já que têm a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Fundo de Ações

Ações | Imagem: Freepik
Ações | Imagem: Freepik

Investir em ações exige uma atenção maior sua, investidor iniciante. 

Isso fica nítido quando paramos para pensar que você, investidor, se torna sócio da empresa que comprou a ação. 

Por isso, antes de comprar uma ação, de fato, estude o histórico de lucratividade e oscilações da empresa que tem em mente. 

Assim, você faz um investimento mais assertivo e consciente. 

Além disso, vale ressaltar que, caso haja, em determinado período, algum tipo de oscilação ou prejuízo no rendimento da empresa escolhida por você, não é motivo de desespero. 

Isso porque, no longo prazo, essas pequenas oscilações são compensadas, e os investimentos em ações são livres de Imposto de Renda.

Fundo DI

DI | Imagem: Freepik
DI | Imagem: Freepik

Os Fundos DI recebem esse nome por estarem relacionados aos Certificados de Depósitos Interbancários (CDI) ou acompanharem a taxa básica de juros (Selic). 

Assim, ele é composto por títulos públicos do Tesouro Direto relacionados à taxa Selic.

Por isso, ele é considerado de baixo risco, alta segurança e se adequa perfeitamente ao perfil de investidor conservador. 

Como a liquidez do fundo DI é alta e diária, ele pode ser usado como uma reserva de emergência. 

Além disso, o fundo DI também rende mais do que a poupança e não possui período de carência para resgatar o seu dinheiro. 

Fundos Imobiliários

FII | Imagem: Freepik
FII | Imagem: Freepik

O risco ao investir em fundos imobiliários é bem menor do que o risco existente ao comprar um imóvel. 

Os Fundos de Investimento Imobiliários (FII) podem ser classificados em dois tipos:

  • fundos de tijolo: possuem imóveis físicos como hotéis, edifícios e shoppings center;
  • fundo de papel: aplicações financeiras no setor imobiliário, como LCI, LCA, CRI e CRA.

Ao investir na segunda opção, em papel, você compra partes pequenas de imóveis físicos, como por exemplo, ser dono de uma rede de hotéis, mesmo que pequena parte dela. 

O rendimento dos FIIs é mensal ou semestral e são isentos de Imposto de Renda.

Fundos multimercado

Multimercado| Imagem: Freepik
Multimercado| Imagem: Freepik

O fundo multimercado, como o próprio nome sugere, possibilita investimentos em mais de um mercado. 

Por exemplo, o investidor não precisa escolher investir apenas em ações.

Ele pode escolher aplicar um pouco do dinheiro em cada opção presente no mercado, como renda fixa, câmbio e outras modalidades de renda variável. 

Isso garante ao investidor uma carteira diversificada com maior rentabilidade e menor risco, comparado a outras opções de investimento.

Além disso, a responsabilidade de procurar os melhores investimentos e as maiores margens de lucro não é sua.

Pois é, pasme!

O trabalho pesado fica sob a responsabilidade do gestor de fundos imobiliários que você contratar. 

Assim, é o gestor que vai pesquisar, todos os dias, as oportunidades de ganho dentro do mercado. 

Por isso, vale investir em um bom gestor de fundos de investimento, até porque, grande parte do sucesso do seu investimento dentro do fundo multimercado é dele.   

Fundos de previdência: o melhor investimento a longo prazo para quem quer segurança

Previdência | Imagem: Freepik
Previdência | Imagem: Freepik

Todos os que trabalham duro hoje sonham em descansar, quando atingirem certa idade.

Esse pode ser o seu caso também, não é?

Por isso, você pode investir em fundos de previdência privada, que garantirão uma velhice mais  confortável e livre de preocupações financeiras. 

Assim, ao investir no fundo de previdência privada, você, investidor, decide quanto e como receberá, na sua velhice, o dinheiro investido agora. 

Para começar a investir, você precisa primeiro decidir qual tipo de previdência combina mais com você e o seu bolso. 

Nesse sentido, existem dois principais tipos de investimentos em previdência: 

  • o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL);
  • e o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL), que se diferenciam na questão de impostos e descontos.

O VGBL tem desconto parcial do Imposto de Renda, sendo ele incidido no valor do rendimento.

Por isso, ele é indicado para quem não declara Imposto de Renda.

O PGBL, por sua vez, tem o desconto integral do Imposto de Renda.

O desconto não é feito apenas sobre o valor do rendimento, mas também do valor aplicado.

Mas, é possível deduzir até 12% da renda anual, permitindo a declaração no Imposto de Renda. 

Assim, o PGBL é ideal para quem paga o Imposto de Renda direto na fonte, porque existe a possibilidade de receber descontos durante a declaração anual.

Debêntures

Debêntures | Imagem: Freepik
Debêntures | Imagem: Freepik

Apesar de parecer um nome assustador, debêntures nada mais são do que títulos de dívidas que certas empresas emitem, dentro da categoria de renda fixa.

Basicamente, os debêntures funcionam assim:

  • você, investidor, empresta dinheiro para uma empresa;
  • depois, ela te paga com uma rentabilidade anual.

Essa é uma ótima opção a longo prazo por conta da possibilidade de rendimentos maiores, de acordo com o tempo investido. 

Mas, você já deve estar careca de saber que, antes de qualquer investimento, você precisa investigar o histórico de mercado e solidez da empresa que emitirá seu debênture.

Além disso, não são todas as debêntures que têm liquidez, ou seja, nem todas elas você poderá retirar a qualquer momento. 

Algumas delas, também, são isentas de Imposto de Renda, mas isso acontece apenas com empresas de infraestrutura aprovadas pelo governo.

Portanto, os debêntures são ótimas opções de investimento a longo prazo.

Mas, se atente a todos esses detalhes antes de investir em debêntures!

Ações

Ações | Imagem: Freepik
Ações | Imagem: Freepik

Como todos sabem, investir em ações não é um processo tão seguro e estável, uma vez que apresenta certos riscos

Porém, mesmo investidores com perfil conservador podem investir em ações sem medo. 

Como? Por meio da compra e venda de ações a longo prazo

Assim como citamos mais acima, no tópico “Fundo de Ações”, quando investimos pensando no longo prazo, mesmo que ocorram certas oscilações no mercado, esses pequenos prejuízos serão diluídos ao longo do tempo. 

Independente do seu perfil investidor, uma boa alternativa é:

  • construir seu patrimônio a longo prazo;
  • por meio de operações na bolsa e ações específicas.

Para essa estratégia de investimento em ações a longo prazo, você pode se basear no exemplo do bilionário Warren Buffett, atualmente o sexto homem a ter mais de US$ 100 bilhões acumulados. 

Buffett prega o seguinte:

  • Compre ações e segure-as o máximo de tempo possível. Essa técnica, chamada Buy and Hold, permite que as ações se valorizem ao máximo e tragam o melhor retorno possível;
  • Analise os fundamentos do negócio que pretende investir, ao invés de fazer a comum análise técnica;
  • Com base nos dados colhidos nessa análise fundamentalista, invista nas ações mais promissoras.

Investimento a longo prazo em startups online

Startup | Imagem: Freepik
Startup | Imagem: Freepik

Investir em startups online é uma modalidade que vem chamando muita atenção de grandes investidores ultimamente.

Isso se deve ao fato de as startups apresentarem alto índice de crescimento futuro. 

Assim, a ideia desse tipo de investimento é analisar a capacidade de mercado de uma startup que já validou sua ideia ou produto e investir certa quantia nela por comprar equity.

Equity, nada mais é do que a sociedade de uma startup por meio de compra de título, ações ou outros valores mobiliários. 

A lógica é simples: você investe em uma startup que tem forte potencial de crescimento e, quando ela estiver decolando, fazendo sucesso e tendo um bom faturamento, parte desse dinheiro volta para você.

Mas, como nem tudo são flores, existem riscos consideráveis nessa modalidade de investimento. 

Porém, você, como investidor, pode estudar todos os fatores de uma startup e analisar se, de acordo com a competição de mercado, ela tem potencial de crescer rápido ou não. 

Assim, você pode investir um pouco em cada startup que acredita ser promissora e montar uma carteira de investimentos bem diversificada, com grandes chances de sucesso. 

investimento a longo prazo

Quanto preciso para começar a investir?

Já parou para pensar que apenas guardar dinheiro não é o suficiente? Tudo o que você precisa é começar a a investir para ver seu dinheiro se multiplicar. Aprenda como.

Conclusão sobre o melhor investimento a longo prazo

Conclusão | Imagem: Freepik
Conclusão | Imagem: Freepik

Vimos até agora quais são as principais modalidades de investimento que podem compor sua carteira a longo prazo. 

Mas, você deve estar se perguntando qual delas é a melhor, afinal.

Antes de escolher, de fato, um investimento a longo prazo, leve em conta o que foi abordado aqui.

Não só isso, selecionei as melhores opções de acordo com o seu perfil investidor e orçamento disponível abaixo:

  1. Perfil conservador:
  • Investimento em Tesouro Direto, com valor mínimo de R$ 30,00;
  • Pode investir em LCI e LCA, com valor mínimo de R$ 5.000;
  • Além de investir em CDB, com valor mínimo de R$1.000;
  • E, por fim, investimento em Fundo de Previdência, o valor mínimo é quanto você desejar investir de acordo com o rendimento futuro que deseja.
  1. Perfil moderado:
  • Investimento em Fundo de Ações, com valor mínimo variável de empresa para empresa (algumas cobram a partir de R$1,00, por exemplo);
  • Possível investimento em Fundos Imobiliários e Multimercados, com valor mínimo de R$5.000;
  • Investir em Debêntures, com valor mínimo de R$ 1.000;
  • Investimento em Startups Online, com valor mínimo de R$ 1.000;
  1. Perfil arrojado:
  • Investimento em ações, com certeza! Aqui, mesmo que a longo prazo, o investidor pode optar por empresas mais caras, estipulando quanto deseja gastar;
  • Investimento em Fundos Multimercado mais agressivos, com valor mínimo também de R$5.000.

Percebeu como qualquer pessoa pode fazer um bom investimento a longo prazo? 

Desde os mais “medrosos” até os mais “ousados” podem usar o tempo, que vai passar de qualquer forma mesmo, a seu favor e ver seu dinheiro se multiplicar com os investimentos certos!

Se você está começando a investir agora, fique por dentro dos artigos do Blog Senhor Finanças, especialmente sobre educação financeira!

investimento a longo prazo

Como construir uma reserva financeira?

Descubra agora como construir sua reserva financeira, e alcançar sua liberdade.

Sobre o autor

Carla Molina

Sou a Carla, tenho 19 anos e trabalho como redatora web. Também sou CEO da @carlamolina.marketing, onde presto consultorias e divulgo meus serviços, sempre com uma pitada de bom humor e incentivo. :)

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Mercado Bitcoin é confiável?

Está procurando por uma corretora de criptomoedas e não sabe qual escolher? Conheça o Mercado Bitcoin e veja se ele é confiável.

Continue lendo
content

Cartão de crédito PicPay é bom?

Se você conhece o cartão de crédito PicPay e quer saber se ele é bom, chegou ao lugar certo. No post de hoje falaremos sobre suas características, confira!

Continue lendo
content

Qual é o melhor cartão BTG? Saiba aqui

Conheça o melhor cartão BTG e suas três modalidades: Básica, Avançada e Black, e se surpreenda com os seus diferenciais. Confira aqui!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como receber dinheiro do exterior pelo PayPal?

Se você precisa realizar uma transação internacional, confira aqui tudo o que você precisa saber de como receber dinheiro do exterior pelo Paypal!

Continue lendo
content

Como começar a investir do zero em 2021

Nesse post, você confere como investir do zero com pouco dinheiro, o que deve saber antes de começar a investir e os erros mais comuns.

Continue lendo
content

Os 8 melhores cartões sem anuidade

Que tal conhecer os melhores cartões em anuidade disponíveis no mercado? Então, leia este post e saiba todos os detalhes sobre esses cartões.

Continue lendo