Empréstimo

Passo a passo para conseguir empréstimo para MEI

empréstimo para MEI é algo que ainda te deixa com muitas dúvidas? Então esse artigo foi feito para você. Clique e confira esse passo a passo!

Anúncios

Como conseguir empréstimo para o MEI

Como conseguir empréstimo para o MEI
Como conseguir empréstimo para o MEI

Recentemente, o número de profissionais que atuam como Microempreendedores Individuais (MEI) é grande. Pois existem uma série de vantagens e benefícios em realizar o cadastro e ter CNPJ. E um desses diferenciais é a forma de conseguir empréstimo para MEI.

Em geral, conseguir um empréstimo sendo profissional autônomo pode ser um processo difícil e complicado. Pois as instituições financeiras têm receio de conceder crédito por conta da instabilidade de renda e altos valores de empréstimo.

Porém, se você fizer parte da categoria, existem muitas opções para conseguir empréstimo para MEI, com incentivos do governo para facilitar. E isso faz toda a diferença no momento atual de pandemia, que afeta muito a categoria dos Microempreendedores. 

Por isso, que tal entender melhor como você pode conseguir um empréstimo para MEI? Pois reunimos neste artigo uma série de dicas e informações que vão lhe ajudar. Então confira a seguir!

Anúncios

O que é MEI? Microempreendedor Individual

O que é MEI? Microempreendedor Individual
O que é MEI? Microempreendedor Individual

Bom, o primeiro passo para conseguir um empréstimo para MEI é ao se tornar um. Mas o que é MEI? Pois existem alguns requisitos para que você possa se cadastrar como um Microempreendedor Individual e ter direito às facilidades da categoria.

E o principal requisito é ser um trabalhador autônomo e receber anualmente até 80 mil reais por ano. Porém, existem outros fatores que devem ser cumpridos para poder ser MEI, como:

  • O candidato a MEI deve ter apenas 1 estabelecimento comercial e não pode ser sócio em outro empreendimento;
  • MEI não pode ter vínculo empregatício com outra empresa, ou seja, ser trabalhador contratado em regime CLT;
  • A microempresa pode ter apenas um único empregado contratado;
  • Não poderá estar exercendo nenhuma atividade impeditiva ao Simples Nacional.

Então, caso você cumpra todos esses requisitos, pode se cadastrar como um MEI no site do governo federal. Assim você vai se tornar uma pessoa física, com um CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica).

E para finalizar seu cadastro como MEI, você deve pagar a Declaração de Arrecadação Simplificada (DAS) todos os meses. 

Como funciona o empréstimo para MEI?

Como funciona o empréstimo para MEI?
Como funciona o empréstimo para MEI?

O empréstimo para MEI ocorre de uma forma diferente aos empréstimos comuns para trabalhadores de fora da categoria. Pois caso você seja um MEI, poderá solicitar um empréstimo com alguns direitos e benefícios exclusivos.

E isso ocorre porque um MEI naturalmente sofre maiores adversidades e imprevistos relacionados ao lado financeiro, em sua atuação profissional. Portanto, o empréstimo para MEI ocorre com menos burocracia e com taxas reduzidas.

De maneira geral, as vantagens e facilidades são:

  • Isenção de certos impostos;
  • Também o pagamento reduzido de alguns impostos e tarifas;
  • E maior facilidade na contratação de crédito

Porém, para pedir empréstimo para MEI, existem algumas regras:

  • Você deve comprovar capacidade de pagar pelo empréstimo;
  • Também é preciso apresentar qual será a finalidade daquele empréstimo. Ou seja, de que forma o dinheiro será utilizado;
  • E o empréstimo deve sempre ser utilizado para uma finalidade relacionada com o tipo de atividade exercida pelo MEI declarada em seu cadastro;
  • Portanto, o empréstimo tem que ocorrer para expandir o empreendimento do MEI.

Mas como o empréstimo comum, o empréstimo para MEI tem diferentes condições e taxas dependendo da instituição financeira escolhida. Então, vamos entender melhor os tipos de empréstimo.

Anúncios

Quais os tipos de empréstimo para MEI?

Quais os tipos de empréstimo para MEI?
Quais os tipos de empréstimo para MEI?

Como dissemos, existem diversas linhas de crédito que um MEI pode solicitar. Então, é importante que você analise cada opção cuidadosamente antes de escolher qual será a mais vantajosa para sua atividade. Então, confira nossa seleção a seguir.

Cartão BNDES

Cartão BNDES
Cartão BNDES

Essa opção de cartão existe tanto para MEI, quanto para pequenas e médias empresas. E seu principal benefício são as menores taxas de juros em relação ao mercado.

Além disso, tem limite de até 2 milhões de reais e o empréstimo pode ser parcelado em até 48 vezes.

Entre os pré-requisitos para solicitar esse empréstimo estão:

  • Ter CNPJ;
  • Também um faturamento de até 90 milhões;
  • E a sede do empreendimento deve ser no Brasil.
  • Ter certidão negativa de débitos relativa a créditos;
  • Apresentar um certificado de regularidade do FGTS;
  • Comprovar regularidade de entrega da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), caso possua um empregado registrado.

Empréstimo para MEI através de garantia de imóvel ou veículo

Empréstimo para MEI através de garantia de imóvel ou veículo
Empréstimo para MEI através de garantia de imóvel ou veículo

Com esse empréstimo, as taxas de juros são menores e você poderá quitar dívidas, comprar insumos, equipamentos e repor seu capital de giro. Também é possível solicitar valores mais altos, e o prazo para pagar pode chegar até 30 anos!

E a única diferença está no fato que você deve deixar um imóvel como garantia de pagamento do empréstimo;

Já no empréstimo com garantia de veículo, você deverá deixar um automóvel como forma de garantia de pagamento do seu empréstimo para MEI. Portanto, se o empréstimo não for quitado após as negociações, seu carro ou imóvel será utilizado para isso.

Linha de microcrédito

Linha de microcrédito
Linha de microcrédito

A linha de microcrédito é específica no empréstimo para MEI e procura incentivar o microempreendedorismo. E quanto maior o seu empreendimento, maior o valor que pode solicitar.

Porém, é preciso apresentar de que forma esse valor será utilizado, além de previsões dos resultados a longo prazo do investimento. 

Mais algumas informações sobre esse tipo de empréstimo para MEI:

  • Os valores do empréstimo variam de 300 reais até 20 mil reais;
  • Também o prazo de pagamento é diferente, e costuma variar entre 2 e 4 meses;
  • A concessão geralmente é muito rápida para MEI;
  • Menor burocracia e uma relação mais próxima entre a instituição financeira e o MEI que solicita empréstimo.

Cheque especial para pessoa jurídica

Cheque especial para pessoa jurídica
Cheque especial para pessoa jurídica

Esse empréstimo é semelhante ao concedido para a pessoa física que excede o limite da sua conta corrente, mas direcionado para empresas. Em geral, já é pré-aprovado.

Porém, é uma opção com altas taxas de juros, que chegam até a 16% ao mês. Portanto, em geral é vista como a última opção que o MEI deve considerar.

Empréstimo para capital de giro

Empréstimo para capital de giro
Empréstimo para capital de giro

Esse tipo de empréstimo para MEI em geral tem limite de valor baixo. E as taxas aplicadas costumam variar entre 1,5% e 2,5% ao mês.

Porém, existe um período do empréstimo em que não são aplicadas taxas de juros, que costumam variar entre 5 e 15 dias. Portanto, muitos MEI utilizam essa opção para antecipar valores que sabem que vão entrar no longo prazo.

Então, são esses os tipos de empréstimo para MEI que estão disponíveis. Mas é preciso estudar com cuidado a sua situação e do seu empreendimento, antes de se decidir por qualquer uma dessas opções.

Um empréstimo para MEI pode fazer toda a diferença na expansão do seu negócio, mas tenha calma e se limite ao que vai atender suas necessidades e esteja dentro da sua possibilidade de pagamento.

Dessa forma, poderá crescer, atender mais clientes e fechar mais negócios.

Quais são os documentos exigidos para solicitar empréstimo para MEI?

Quais são os documentos exigidos para solicitar empréstimo para MEI?
Quais são os documentos exigidos para solicitar empréstimo para MEI?

Pois todo empréstimo requer uma documentação específica de quem solicita. E claro, com o MEI não seria diferente. Então, para lhe ajudar, separamos uma lista com os documentos exigidos quando for pedir empréstimo para MEI:

  • RG;
  • CPF;
  • Documento comprovante de MEI, que é emitido online pelo site do Portal do Empreendedor. E para emitir, você deve apresentar seu número de CNPJ e outros dados relativos a sua atividade como MEI;
  • Um comprovante de residência, que tenha sido emitido há no máximo 90 dias;
  • Seus dados da sua conta bancária;
  • Também pode ser solicitado um comprovante de endereço comercial, segundo o seu cadastro MEI. Mas não é algo obrigatório, caso você seja prestador de serviços sem endereço comercial fixo;
  • Finalmente, é preciso um comprovante de renda. E isso pode ser feito com um extrato bancário ou pela declaração de Imposto de Renda Pessoa Física;

Passo a passo: Como conseguir empréstimo para MEI?

Passo a passo: Como conseguir empréstimo para MEI?
Passo a passo: Como conseguir empréstimo para MEI?

Após escolher com cuidado qual tipo de empréstimo para MEI é o mais adequado para você e seu negócio, é a hora de solicitar e conseguir o seu empréstimo. E para lhe ajudar nessa tarefa, preparamos um passo a passo para conseguir seu empréstimo.

Primeiro passo: pesquise e escolha a melhor instituição financeira 

Primeiro passo: pesquise e escolha a melhor instituição financeira 
Primeiro passo: pesquise e escolha a melhor instituição financeira 

A primeira coisa a se fazer para conseguir seu empréstimo para MEI, é garantir que vai fazer um acordo com a instituição financeira que tenha as melhores condições. Ou seja, você deve analisar se a instituição está regular no Banco Central, e outras coisas como:

  • Critérios de análise de concessão de crédito;
  • Limite de empréstimo que a instituição financeira disponibiliza;
  • Caso seja uma instituição com quem você já negociou e quitou empréstimos anteriores, fica mais fácil conseguir um outro empréstimo e de maior valor;

Também é importante que procure bancos públicos, como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Pois são tradicionais e confiáveis, com taxas de juros melhores e maior flexibilidade nos prazos oferecidos.

Então, cheque quais são as opções de instituições financeiras que disponibilizam empréstimo para MEI:

  • Banco do Brasil;
  • Banco Nacional do Desenvolvimento;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Santander;
  • Itaú;
  • Bradesco;
  • Nubank;
  • Ferratum.

Segundo Passo: junte todos os documentos necessários

Segundo Passo: junte todos os documentos necessários
Segundo Passo: junte todos os documentos necessários

Para facilitar o processo de solicitação e obtenção de empréstimo para MEI, tenha em mãos toda a documentação exigida pela instituição financeira escolhida. 

Em geral, será preciso apresentar RG, CPF, CNPJ, Certificado MEI, e comprovantes de renda e residência. 

E lembre-se, entre todos os documentos o mais importante é o que comprova a sua renda.

Assim, analise antes quais os valores que as instituições exigem e tenha certeza que você tem as condições de pagar as parcelas desse empréstimo.

Então, para comprovar sua renda você poderá apresentar os seguintes documentos:

  • extrato bancário;
  • contratos de prestação de serviços;
  • Declaração de Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF);
  • A Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore);

E cada opção de documento que comprove sua renda irá garantir uma análise diferente por parte da instituição financeira. Por exemplo, se você envia seu extrato bancário, precisará selecionar os últimos 3 a 6 meses para análise de renda por parte do banco.

Já no caso da DIRPF, o banco terá acesso aos seus ganhos do último ano, mas não os mais recentes. Assim, a instituição pode necessitar que você envie documentos de extrato bancário dos últimos meses.

Terceiro Passo: apresentar motivação para a solicitação de empréstimo

Terceiro Passo: apresentar motivação para a solicitação de empréstimo
Terceiro Passo: apresentar motivação para a solicitação de empréstimo

Essa última etapa é muito importante, pois você precisa convencer a instituição bancária de que ela estará fazendo um bom investimento caso forneça o empréstimo para MEI.

Então, é aqui que você vai mostrar para quê e de que forma irá utilizar o crédito concedido.

Além disso, é preciso demonstrar quais são os resultados esperados após o uso do dinheiro. Por exemplo, quais serão os retornos financeiros desse empréstimo? E em qual prazo você pretende obter esse retorno?

Portanto, tenha todo esse planejamento pronto quando for solicitar um empréstimo para MEI. Pois sem um bom planejamento, não será possível passar a segurança necessária para que a instituição financeira aprove o seu empréstimo.

Também, quem tem um bom planejamento consegue negociar melhores condições de empréstimo.

Pois quem é “bom pagador” e mostra que sabe como utilizar o dinheiro e obter um bom retorno em certo prazo, conseguirá a confiança da instituição financeira para menores taxas ou maiores prazos de parcelamento do empréstimo.

Cuidados na hora de solicitar um empréstimo para MEI

Cuidados na hora de solicitar um empréstimo para MEI
Cuidados na hora de solicitar um empréstimo para MEI

Quando um Microempreendedor decide que precisa solicitar um empréstimo, ele deve levar em consideração alguns cuidados na hora do planejamento do seu pedido.

Ou seja, se você já decidiu que irá pedir um empréstimo para MEI, é hora de tomar alguns cuidados para evitar situações como:

  • Pedir um empréstimo menor do que o valor que realmente precisava. Pois nesse caso, as dívidas irão permanecer e você ainda terá as parcelas do empréstimo, mais as taxas, para pagar.
  • E também pode ocorrer de pedir um empréstimo maior do que o valor que você realmente precisava. Nesse caso, a dívida com o banco é grande e de forma desnecessária.
  • E pode ocorrer de você não ter as condições para arcar com as parcelas e taxas de juros de um dinheiro que nem estava precisando para começar.
  • Não apresentar um bom planejamento financeiro à instituição financeira. E nesse caso, você pode perder suas chances de conseguir o empréstimo, ou não ter boas condições para negociar.
  • Então, sempre se prepare muito bem para apresentar da melhor forma seus objetivos e expectativas de retorno com aquele empréstimo.

Agora é só planejar e solicitar o seu empréstimo 

Agora é só planejar e solicitar o seu empréstimo 
Agora é só planejar e solicitar o seu empréstimo 

E então, ficou mais simples entender o processo para solicitar o seu empréstimo? E também todos os documentos e cuidados necessários para garantir que você terá boas condições de negociação. 

Mas não se esqueça de elementos indispensáveis para pedir um empréstimo para MEI da melhor maneira:

  • Organize bem o orçamento da sua empresa;
  • Planeje e saiba com antecedência como vai fazer os pagamentos das parcelas do empréstimo;
  • Além disso, saiba sempre de que forma vai investir esse dinheiro e não fuja do planejamento inicial. 
  • Também separe sempre o capital da empresa e o que é a sua reserva financeira pessoal. Portanto, não misture as duas coisas, para não colocar em risco seu patrimônio pessoal e de sua família.
  • Leve em conta todos os gastos com tarifas, taxas e encargos antes de planejar o seu pedido de empréstimo com uma instituição financeira. Pense sempre em qual será o Custo Efetivo Total, que o banco vai te informar.
  • Portanto, compare sempre todas as instituições financeiras e suas condições de empréstimo. Assim, vai ter uma visão geral de quais são os Custos Efetivos Totais de cada uma, e qual será a melhor opção para a situação do seu negócio.
  • Finalmente, priorize a instituição bancária com a qual você já tem uma boa relação, mesmo que seja apenas como pessoa física. Isso irá facilitar a análise de renda e a liberação de crédito.

Então, esperamos que agora esteja mais claro o que é um MEI, e quais são os benefícios e vantagens que você pode ter caso se cadastre como Microempreendedor.

A seguir, aproveite para descobrir quais os cuidados você deve ter antes de solicitar um empréstimo.

Sobre o autor

Aline Saes

Mestre em História Social pela USP, com ênfase em História das Mulheres. É escritora autônoma para variados nichos desde história e finanças, até beleza e saúde. Sempre apaixonada pela escrita, tem como missão levar informação para as pessoas de forma simples e atrativa. Vê a importância em saber mais sobre a sociedade e tudo que nos cerca.

Em Alta

content

Conheça o empréstimo Livre Digital

Você conhece o empréstimo Livre Digital? Então, leia este post e confira tudo sobre o crédito que pode ajudar a organizar as suas finanças.

Continue lendo
content

Como solicitar o cartão Ponto Frio

O cartão Ponto Frio é ideal para quem gosta de comprar nesta loja. Se você se encaixa neste perfil, leia este post e saiba tudo sobre ele!

Continue lendo
content

Como solicitar o Cartão Smiles Santander Gold

Quer solicitar seu cartão Smiles Santander Visa Gold e viajar mais e mais barato? Descubra todas as vantagens. Saiba como solicitar.

Continue lendo

Cartões

C6 Bank ou Digio: qual o melhor cartão de crédito?

C6 Bank ou Digio? Ambas as opções podem ser boas escolhas de bancos digitais e cartões de crédito. Clique e saiba mais sobre cada.

Escolha o melhor cartão para você

Cada vez mais o mercado financeiro brasileiro se diversifica com novas opções em termos de tecnologia financeira. E essas mudanças também chegam rapidamente ao ramo dos cartões de crédito. Assim, algumas boas opções como C6 Bank ou Digio se renovam e trazem benefícios exclusivos aos seus clientes.

Portanto, ambos os cartões seguem as novas tendências em termos de contas digitais e características de taxas e tarifas bem semelhantes. Assim, criamos esse artigo para que você consiga escolher se vai ser melhor para você um cartão de crédito C6 Bank ou Digio.

Pois vamos lhe esclarecer todas as vantagens e desvantagens de cada cartão, além de todas as suas características relacionadas à conta, etc. Então, confira!

DigioC6 Bank
Renda mínimaNão exigidaNão exigida
AnuidadeIsentoIsento
BandeiraVisaMastercard
CoberturaInternacionalInternacional
BenefíciosDigio StorePrograma de Cashback

Como solicitar o cartão Digio

Saiba o passo a passo para solicitar o seu cartão Digio. Um cartão com cobertura internacional, sem exigência de renda mínima e bandeira Visa.

Como solicitar o cartão C6

Entenda o passo a passo para solicitar o seu cartão C6 Bank. Um cartão com cobertura internacional, sem exigência de renda mínima e bandeira Mastercard.

Conta C6 Bank

O C6 Bank é uma empresa de tecnologia financeira que surgiu com a proposta de trazer praticidade e facilidade para sua vida financeira. Assim, é um banco totalmente digital e que investe no público alvo em busca de agilidade e boa interação com o mundo digital.

E pensando nisso, a empresa trouxe para seus clientes uma modalidade de conta digital interativa e prática. Pois essa conta digital pode ser solicitada a qualquer momento pelo site ou pelo aplicativo do C6 Bank, exigindo poucos documentos e uma avaliação rápida.

Assim, com sua conta digital o usuário poderá fazer todas as transações bancárias das contas correntes tradicionais. Porém com a total facilidade de gerenciar e controlar suas finanças e gastos de maneira totalmente online através do aplicativo.

Além disso, também existe a mais nova modalidade de conta digital internacional do C6 Bank, a conta global, que atua da mesma forma que uma carteira digital. Ela é um serviço de conta corrente em moeda estrangeira, que o C6 Bank abriu em sua filial em Cayman. Pois é um país que permite o depósito de valores em diferentes moedas.

Ou seja, você poderá realizar uma série de transações financeiras internacionais e com moeda estrangeira através dela facilmente, como:

  • Guardar dinheiro em dólar ou euro sem burocracias;
  • Fazer pagamentos através do exclusivo cartão de débito internacional de bandeira Mastercard;
  • Tudo é feito totalmente online, desde a abertura da conta.

Então, basicamente a conta global C6 Bank traz toda a comodidade de uma conta bancária digital junto às facilidades de uma conta internacional muito prática.  Além disso, toda conta global C6 Bank vai contar com um cartão de débito internacional.

Porém, vamos nos restringir aqui a falar sobre o cartão de crédito C6 Bank. E se você está curioso sobre isso, continue lendo!

Cartão de Crédito C6 Bank

Se você está com dúvidas entre C6 Bank ou Digio, vamos entender quais são as principais características do cartão de crédito de cada conta, certo? Primeiramente, vamos falar sobre o cartão de crédito C6 Bank.

Mas atenção, não estamos falando do cartão de débito que vem com a conta global, ok? Aqui vamos falar sobre as características do cartão de crédito que você poderá solicitar ao abrir a sua conta digital nacional.

Então, o C6 Bank investiu bastante em um visual moderno e procura atrair clientes com perfil inovador e que procuram facilidades e agilidade, tudo em sintonia com o mundo digital. Com isso, o cartão de crédito C6 Bank tem um estilo inovador, oferecendo diferentes cores e nomes personalizados à escolha do cliente.

O cartão de crédito pode vir na versão convencional, ou ainda na versão Carbon Black, que oferece benefícios adicionais, mas também taxas adicionais. A bandeira do cartão é a Mastercard Internacional, o que por si só já traz benefícios ao cliente, como o Mastercard Surpreenda e outros programas de descontos e benefícios em estabelecimentos parceiros por todo o mundo.

Como funciona o cartão?

O cartão do C6 Bank funciona em sintonia com a sua conta digital do C6 Bank. Portanto, é preciso abrir uma conta no banco para poder solicitar o seu cartão de crédito. E todas as transações financeiras que você fizer com o seu cartão ocorrerão através do aplicativo do C6 Bank.

Assim, você poderá:

  • Efetuar transferências instantâneas e gratuitas entre contas do C6 Bank;
  • Transações bancárias por TED, DOC e PIX, ilimitadas e gratuitas entre diferentes bancos;
  • Contar com um programa exclusivo de cashback, em que ganha uma porcentagem de volta sobre o que gastou, de acordo com cada estabelecimento parceiro;
  • Porém existe a necessidade da análise de crédito, renda e patrimônio.

Quais as vantagens do cartão C6 Bank?

O cartão C6 Bank fideliza clientes através de uma cartela de benefícios muito boas, e em média mais mimos do que a maioria dos bancos semelhantes oferece. Então, vamos entender quais são as vantagens do cartão para você conseguir decidir entre C6 Bank ou Digio. Confira!

  • O carro chefe está na total isenção de taxa anual para ter o seu cartão;
  • Também não há exigência de qualquer renda mínima para que o banco possa aprovar sua solicitação e lhe enviar o seu cartão;
  • A bandeira é a Mastercard Internacional, ou seja, além dos benefícios do Mastercard Surpreenda você pode usar o cartão em compras nacionais e internacionais;
  • O cartão de crédito conta com programa de descontos, ofertas e recompensas tanto do próprio C6 Bank quanto da Mastercard, como: C6 Triggy, Mastercard Surpreenda e Átomo;
  • E para facilitar, o processo de solicitação de conta e para pedir o cartão é online, e tudo você resolve pelo aplicativo ou por telefone, o banco é totalmente digital;
  • Também poderá realizar saques em caixas da rede Banco24Horas gratuitamente;
  • Além disso, o C6 Bank oferece zero taxas de manutenção da sua conta digital, e também não cobra nada pela emissão de cartão de crédito para sua conta;
  • Finalmente, não há tarifa para transferências entre bancos, seja TED, DOC ou PIX. 

Viu só quantas vantagens super interessantes o seu cartão C6 Bank pode lhe trazer? E além disso tudo, quando você solicitar o seu cartão, ele poderá funcionar tanto na função crédito quanto na função débito, dependendo da sua escolha. Ou seja, acabou aquela coisa de ter um cartão para cada coisa e perder o controle dos cartões!

Mas sabemos que podem restar dúvidas entre C6 Bank ou Digio. Então, trouxemos informações sobre o cartão Digio, a seguir. Confira!

Cartão de Crédito Digio

Da mesma forma que os demais cartões de crédito, o cartão Digio busca se atualizar e fidelizar clientes com suas inovações e praticidade. E como o próprio nome já diz, é um cartão com uma proposta totalmente digital.

Então, com uma proposta muito similar às demais fintechs, o cartão Digio atrai clientes pela isenção de taxa de anuidade ou de manutenção. E com um aplicativo de alta tecnologia, o cliente pode acompanhar seu limite disponível, seus gastos e todas as transações financeiras que fizer, assim como saldo e extrato.

Portanto, de maneira geral com o cartão Digio você terá:

  • Isenção de taxa de anuidade;
  • Zero taxa de manutenção do seu cartão;
  • Controle total de seu cartão, fatura, limite e de gastos através do aplicativo da Digio;
  • Parcelamento da fatura em até 12x;
  • Atendimento exclusivo através do whatsapp, para facilitar a vida do cliente.

Viu só que excelente cartão de crédito o Digio pode ser? Então, continue lendo e entenda um pouco mais sobre como esse cartão funciona na prática.

Como funciona o cartão?

Sabemos que pode ser difícil escolher entre C6 Bank ou Digio, pois ambas são excelentes opções de cartão de crédito. Mas que tal entender mais sobre o funcionamento do cartão Digio e assim facilitar a sua escolha?

Primeiro, você precisa entender que o cartão de crédito Digio não está vinculado a nenhuma conta bancária. Ou seja, você pode solicitar diretamente o cartão, sem antes precisar abrir uma conta corrente.

E como dissemos, o cartão Digio possui a bandeira Visa Internacional. Ou seja, é um cartão que pode funcionar para gastos tanto no Brasil quanto no exterior. Além disso, ele acumula a função de débito e crédito em um mesmo cartão. Muito prático, não é?

Também poderá contar com uma versão digital do seu cartão, com numeração diferente. E esse cartão digital é específico para compras online e assinaturas de serviços digitais. Pois assim há a segurança de utilizar um cartão que pode ser facilmente apagado e substituído em caso de problemas de clonagem. Muito mais prático do que precisar trocar seu cartão físico, não é mesmo?

Mas vamos agora entender mais especificamente quais são as vantagens do cartão Digio para você. Assim, quem sabe fica mais simples ainda escolher entre C6 Bank ou Digio? Vamos lá!

Quais as vantagens do cartão Digio?

O cartão Digio reúne uma série de benefícios e vantagens, tanto do banco quanto da sua bandeira, que é o Visa Internacional. E quem opta por um cartão simples já tem acesso a benefícios como:

  • Vai de Visa, com descontos em lojas parceiras;
  • DigioCash, que permite o saque de valores conforme o seu limite do cartão de crédito;
  • Possibilidade de parcelamento do pagamento da fatura em até 12 vezes, um dos que oferece o maior prazo para parcelas dessa modalidade;
  • DigioStore, com uma série de produtos e serviços dentro do próprio aplicativo do cartão, com muita praticidade e exclusividade para os usuários;
  • Melhores condições para pagamento dos juros rotativos quando você não consegue pagar a fatura total do seu cartão de crédito. No caso, é uma multa em torno de 2% sobre o saldo devedor (o que você ainda não pagou) + a taxa de IOF.

E para quem pretende ter a versão mais completa do cartão, com o Visa Infinite, poderá contar com ainda mais benefícios em serviços de seguros, descontos, cashbacks, salas VIP em aeroportos, etc. Mas nesse caso haverá taxa de anuidade chegando em torno de mil reais, lembre-se disso.

É bastante coisa boa, não é? Principalmente por oferecer todos os serviços de um banco tradicional, porém com toda a tecnologia de uma fintech totalmente digital. E a ausência de necessidade de abrir uma conta bancária para ter um cartão de crédito!

Mas agora é hora de chegar a uma decisão, C6 Bank ou Digio? Então confira nossa avaliação final, a seguir.

Afinal, C6 Bank ou Digio: qual o ideal para você?

É impossível dizermos com certeza qual é o cartão ideal para você, já que somente você poderá saber com conhecimento qual é sua situação financeira e de que tipos de serviços você precisa no momento.

Ou seja, agora é hora de pesar os prós e contras de cada cartão. Além disso, é preciso que você já tenha uma boa noção de como são suas finanças, se você precisa de determinados serviços e benefícios, e quais taxas e tarifas serão mais vantajosas para você agora.

Mas vamos lhe dar um panorama geral entre C6 Bank ou Digio. Bom, os dois cartões são internacionais e com bandeiras que oferecem bons programas de benefícios. Além disso, oferecem a isenção de anuidade e de taxa de manutenção.

O que você deve pesar é a necessidade de abrir uma conta com o C6 Bank para obter seu cartão de crédito. Enquanto com o Digio isso não é uma exigência. Portanto, se você não precisa ou deseja abrir uma conta bancária nova, talvez o Digio seja uma escolha melhor para você.

Também pesquise bem os programas de cashback e descontos, e pese o fato de que você precisa gastar para usufruir desses benefícios. Então, se você não pretende gastar muito com seu cartão, esse fator deverá influenciar menos em sua escolha.

Finalmente, tanto o C6 Bank ou Digio são empresas que possuem uma boa solidez em termos de instituição financeira. O C6 Bank ainda perde um pouco nesse quesito para o Digio, que possui o respaldo do Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal indiretamente. Portanto, reflita bem sobre tudo isso antes de escolher seu cartão de crédito ideal.

E assim chegamos ao fim de nosso artigo exclusivo para lhe ajudar a decidir entre C6 Bank ou Digio para solicitar o seu cartão de crédito. Esperamos que agora seja mais fácil enxergar as características gerais de cada um, assim como vantagens e desvantagens.

14 respostas sobre o cartão Digio

entenda mais sobre as principais dúvidas quanto ao cartão Digio

Você também pode gostar

content

Conheça o aplicativo PouPay+: economize dinheiro em 2021

Com o aplicativo PouPay+, você tem maior controle das finanças e, ainda, recebe dicas de como economizar dinheiro. Saiba mais aqui!

Continue lendo
content

Conheça os melhores modelos de carros para revenda 2021

Para saber melhores carros para revenda 2021 entenda o custo-benefício, modelo e economia. Há modelos da Renault, Chevrolet e mais! Confira.

Continue lendo
content

Curso gratuito de finanças pessoais Serasa

Saiba tudo sobre o curso gratuito de finanças pessoais Serasa e veja que é possível melhorar sua organização financeira ainda em 2021.

Continue lendo