Dicas

Dicas para fazer renda extra em 2021

Boas dicas para fazer renda extra em 2021 incluem ser motorista de app, vender infoprodutos ou até criar uma loja virtual. Saiba mais!

Anúncios

Dicas para fazer renda extra em 2021

Dicas para fazer renda extra em 2021. Foto: Unsplash / Artem Beliaikin
Dicas para fazer renda extra em 2021. Foto: Unsplash / Artem Beliaikin

O ano novo está aí e nada melhor do que conseguir uma renda adicional em 2021. Por isso, acompanhe com a gente todas as dicas para fazer renda extra em 2021 e conseguir começar a investir!

Vamos te mostrar ideias bem práticas, para que você consiga, o quanto antes, juntar uma grana a mais.

Além disso, queremos te mostrar como alguns projetos de renda extra podem se tornar sua principal atividade no mês. Substituindo, inclusive, o trabalho formal.

Isso porque, dependendo do que você escolher fazer, pode conseguir bastante sucesso e desse modo, transformar a renda extra em principal.

Acompanhe com a gente!

Anúncios

Como fazer renda extra em 2021

De modo geral, a renda extra é um jeito que as pessoas encontram para conseguir ganhar mais dinheiro no final do mês. Isso porque, muitas vezes, só o salário como CLT não dá conta.

Diante disso, cada vez mais, as pessoas estão procurando por ideias de como ter uma renda adicional para conseguir tirar os planos do papel.

Mesmo que muita gente já esteja seguindo por esse caminho, podemos garantir que ainda há espaço para outras pessoas começarem.

Por isso, se você tem uma ideia de negócio criativa ou está precisando de um pouco mais de dinheiro no bolso, invista em você e no que acredita.

Para que seu ano seja mais tranquilo que o ano passado, preparamos algumas dicas para uma fazer renda extra em 2021.

Os melhores cursos gratuitos para sair das dívidas

Quer começar 2021 saindo do vermelho? Então, está na hora de aprender um pouco mais de finanças pessoais. Confira os melhores cursos gratuitos abaixo.

7 Dicas para fazer renda extra em 2021

A seguir, vamos te mostrar 7 dicas para fazer renda extra em 2021.

Você vai reparar que algumas ideias demandam um pouco mais de estrutura para começar, enquanto que outras só precisam que você tenha força de vontade.

O importante aqui é te mostrar algumas opções que são viáveis para que você escolha aquela que for melhor e que você goste mais de fazer. Afinal, apesar de ser uma renda extra, você precisa gostar do que faz.

Além disso, lembre-se de que, pelo menos no início, essas ideias servem para você completar a renda.

No entanto, pode ser que, com o tempo, você consiga transformá-las na sua principal fonte de ganhos. O que seria ótimo, não é mesmo?

Dito tudo isso, fique agora com as 7 dicas para fazer renda extra em 2021.

Guia rápido de como fazer renda extra

Está precisando de mais dinheiro? Então não perca o guia rápido com as melhores ideias para fazer renda extra agora mesmo.

Anúncios

1- Dê aulas online

Dê aulas online. Foto: Pexels / Julia Cameron
Dê aulas online. Foto: Pexels / Julia Cameron

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam, para dar aula online você não precisa ser formado em algum curso de licenciatura.

É claro que o mercado tem muitas opções para quem já é professor de algum idioma ou de matérias ensinadas na escola.

No entanto, se você é especialista em outra coisa, também pode usar esse espaço para dar aulas online.

Com a pandemia de 2020, muitos profissionais precisaram começar a dar aula online e aprenderam na marra como fazer isso. E, ao que tudo indica, esse ramo continua forte agora.

Por isso, dar aulas online é uma das nossas dicas para fazer renda extra em 2021.

Nesse sentido, se você trabalha com atividades como: yoga, gastronomia, música, design, marketing, programação, serviços de manutenção ou serviços gerais, pode conseguir alunos para dar aulas à distância.

Como você viu pelos nossos exemplos, praticamente qualquer tipo de atividade pode ser ensinada com aulas online.

Além disso, o investimento inicial costuma ser baixo, principalmente se você já tem um computador em casa. Daí basta uma câmera e um microfone (para começar pode ser o que está no fone de ouvido mesmo) e muita disposição!

Ah, e para conseguir os primeiros alunos, você pode divulgar nas suas redes sociais, ou então entrar em plataformas como o Corujito, o Superprof e a Udemy.

Nesses sites você consegue encontrar alunos e ainda pode usá-los para dar as aulas.

2- Seja infoprodutor

Certamente essa palavra ainda é nova para muita gente.

Em resumo, o infoprodutor é alguém que trabalha com a criação de novos produtos digitais. Isto é, trabalha diretamente com a escrita e desenvolvimento de produtos como e-books, cursos online e podcast.

Estes três exemplos são os infoprodutos mais comuns, mas você ainda pode trabalhar criando, por exemplo: audiobooks, templates de apresentações, infográficos, videocast, webinars, e qualquer outro produto que seja feito pela internet.

Além disso, o mercado de infoprodutos cresce a cada dia. Por isso, conseguir fazer renda extra com isso é uma das melhores dicas para 2021.

Para que isso seja possível e você consiga lucrar, primeiro é necessário escolher um nicho ou área.

Desse modo, você pode focar e produzir conteúdos relevantes.

Ademais, você pode trabalhar de duas maneiras com os infoprodutos:

  1. Pode produzir conteúdos a partir de seus conhecimentos como, por exemplo, cursos online sobre confeitaria, caso essa seja a sua área. E depois que fizer a produção do material, você divulga e vende.
  2. Ou pode trabalhar prestando serviços para terceiros. Ou seja, criar infoprodutos para outras pessoas. Em geral, você é contratado como freelancer por uma empresa que deseja desenvolver algum e-book ou infográfico para deixar disponível aos clientes.

De modo geral, essa atividade exige um pouco mais de conhecimento sobre as demandas dos clientes e o que pode ou não ser vendido.

No entanto, tem se mostrado muito rentável. Inclusive, muitos produtores de conteúdo digital conseguem transformar essa renda extra em seu único trabalho e passam a fazer seus próprios horários.

3- Vire freelancer

Outra dica para fazer renda extra e lucrar com a internet é fazer trabalhos como freelancer.

Em suma, os trabalhos mais procurados são:

  • Programador
  • Redator web
  • Copywriter
  • Gestor de mídias sociais
  • Designer
  • Desenvolvedor de marketing

Mas, hoje em dia já é possível encontrar procura por quase todas as profissões.

Para que você consiga fazer uma renda extra como freelancer, o ideal é criar uma conta em aplicativos como o GetNinjas, o Freelancer, o 99freelas ou no Workana.

Nessas plataformas, você cria seu perfil e indica o que sabe fazer. Ao mesmo tempo, empresas que precisam de um serviço, criam um projeto e você pode fazer uma proposta.

Ou seja, determinar o quanto cobraria pelo serviço e qual é o seu diferencial para que o cliente escolha você e não outro.

No início é um pouco difícil saber quanto cobrar e até mesmo criar propostas interessantes. Mas, com o tempo surgem os primeiros clientes e você vai aprendendo como funciona.

Além disso, procure assumir compromissos que você consegue cumprir. Na maioria desses sites, o cliente pode te avaliar e, se ele não gostar do seu serviço, você ficará com uma nota ruim.

Para saber mais sobre os aplicativos que mencionamos, veja nosso artigo com os melhores apps para ganhar dinheiro:

4- Venda e revenda produtos

Se você gosta de vender e já tem uma boa rede de contatos, uma das dicas para fazer renda extra é investir na venda ou revenda de produtos.

Para fazer isso, existe uma infinidade de produtos e serviços que podem ser vendidos.

Por exemplo, você pode trabalhar com as revistas que vendem cosméticos e artigos de beleza. Como é o caso da Natura, Jequiti, Boticário e Avon.

Outra opção é procurar por revendas de produtos para casa, como a Tupperware.

E ainda existe a opção de vender produtos digitais. Aqueles mesmos produtos que falamos antes precisam ser vendidos, não é mesmo?

Por isso, algumas pessoas têm se especializado na venda de e-books, cursos online e outros produtos digitais.

A melhor parte de fazer renda extra com a venda de todos os produtos que listamos é que o investimento inicial é muito baixo e você pode fazer as vendas em seu tempo livre.

Desse modo, você não precisa se preocupar em bater metas mensais ou coisa parecida. Pode vender o quanto conseguir e tentar aumentar sua rede de contatos a cada mês, para que fique mais fácil.

Além disso, para te ajudar nas vendas, o ideal é que você aprenda a divulgar seu trabalho extra. Para isso, divulgue nos grupos de Whatsapp e nas suas redes sociais.

Não precisa ter vergonha de vender. E lembre-se de que, se não oferecer para ninguém, as pessoas não saberão que você vende os produtos de uma marca e vão acabar comprando de outro.

5- Trabalhe com aplicativos

Hoje em dia você tem diversas opções de apps para trabalhar e ganhar uma renda adicional.

Seja em aplicativos de entrega seja em apps de carona, cada vez mais surgem serviços desse tipo.

Além disso, para começar a trabalhar, o cadastro costuma ser bem simples. Sendo que você pode trabalhar somente no seu tempo livre ou nos finais de semana, por exemplo.

Em relação aos aplicativos de carona, podemos destacar três que são muito procurados: Uber, 99taxi e Cabify.

Para começar, você precisa de um carro. Mas, caso não tenha o seu próprio carro, pode alugar com uma empresa o seu veículo. A maioria das empresas tem um programa de descontos para quem aluga o carro com intenção de ser motorista de aplicativo.

Ademais, você também pode trabalhar como entregador de encomendas para aplicativos como:

  • Rappi
  • iFood
  • UberEats
  • 99 food

Nesse serviço, você recebe um valor por cada entrega que fizer. Além disso, com uma moto ou bicicleta, você já pode fazer entregas, o que torna o trabalho muito mais barato para começar.

6- Abra uma loja virtual

O mercado de venda pela internet por meio de e-commerces tem crescido muito nos últimos anos. Por isso, investir em uma loja online é uma das boas dicas para fazer renda extra em 2021.

Para abrir sua loja online, você precisa ter um domínio e criar seu site. Mas não fique desesperado, hoje em dia já existem muitos modelos que são fáceis de serem feitos e não precisa ser especialista.

Além disso, se quiser começar com algo mais pequeno, o Instagram e o Facebook já oferecem um serviço de shopping.

Nesses, você consegue montar uma lojinha online facilmente e seus clientes fazem a compra sozinhos, pois o catálogo está disponível, assim como as opções de pagamento.

Outro espaço bastante usado para lojas online é o app da Enjoei (tem versão em site também). Nesse espaço você consegue vender para todo Brasil sem problemas.

E, por fim, ainda pode abrir sua loja em sites como OLX, Mercado Livre, que são grandes marketplaces de comércio.

Agora, quanto ao que vender nessa lojinha, existem muitas opções que são super viáveis em 2021:

  • Loja de desapegos com as coisas que você não usa mais.
  • Venda de produtos naturais. Nesse sentido podem ser produtos veganos, vegetarianos, fitness, entre outros. Só tome o cuidado de investir apenas em um público.
  • Produtos de beleza e maquiagem.
  • Camisetas com estampas divertidas e criativas.
  • Produtos para pets.
  • Loja com itens de decoração como quadros, por exemplo.
  • Loja com produtos importados da China.

7- Invista seu dinheiro para render mais

Comece a investir e veja o dinheiro render mais. Foto: Pexels / Burak
Comece a investir e veja o dinheiro render mais. Foto: Pexels / Burak

Por fim, nossa última dica é importante para qualquer pessoa que esteja fazendo renda extra.

Procure se organizar e comece a fazer pequenos investimentos. Com o tempo esses investimentos podem se tornar uma pequena fonte de renda para você.

Isso porque, na maioria dos casos, o dinheiro que você aplica rende juros que, com o tempo, vão somando um valor bem legal.

Para investir seu dinheiro no Brasil, você tem algumas opções:

  • Pode investir em renda fixa. Ou seja, opções de investimentos em títulos públicos que vão render juros. A partir de R$30,00 você já pode investir.
  • Ou pode investir em renda variável. Em suma, esses investimentos demandam mais estudo para que você não caia em armadilhas. Mas, se você investir seu dinheiro em boas ações ou fundos imobiliários, o rendimento é bem maior do que na renda fixa.

Enfim, esse foi só um gostinho de como você pode investir o seu dinheiro e fazer com que ele trabalhe para você.

Siga acompanhando o blog, pois temos ótimos conteúdos sobre as melhores maneiras para investir seu dinheiro.

Melhores apps para organizar sua vida finananceira

Que tal 2021 com novos hábitos? Ter uma vida financeira saudável é um bom início. Conheça os melhores aplicativos para organizar sua vida financeira ainda em 2021!

Sobre o autor

Fernanda Weber

Produtora de conteúdos digitais e redatora web com formação na área de Letras. Atua com produção de conteúdos sobre educação financeira e deseja levar seus conhecimentos práticos para mais pessoas e assim ajudá-las a lidar melhor com seu dinheiro.

Em Alta

content

Conheça o empréstimo Cooperforte

Se você é associado da cooperativa de crédito Cooperforte, que tal conhecer o empréstimo Cooperforte? Leia este post e confira!

Continue lendo
content

Conheça o Empréstimo Bx Blue Consignado

Empréstimo Bx Blue Consignado é uma ótima opção para negativados, funcionários públicos e beneficiários do INSS. Venha saber mais sobre!

Continue lendo
content

Conheça o app Organizze

Você conhece o app Organizze? Ele é uma ótima opção para você organizar as suas finanças pessoais. Então, leia este post e saiba mais!

Continue lendo

Cartões

Os 9 piores cartões de crédito que você deveria evitar!

Os piores cartões de crédito vão desde opções simples como o Caixa SIM até cartões exclusivos como Safra Black. Confira 9 deles aqui!

Conheça e evite os piores cartões de crédito

É inegável que os cartões de crédito vieram para facilitar o nosso cotidiano. Ademais, utilizá-los tem diversos bônus, que vão desde o acúmulo de milhas aéreas até ao direito do seguro viagem, caso a passagem tenha sido adquirida com o seu cartão. No entanto, nem tudo são flores… Há também alguns ônus, como a cobrança de anuidade e a taxa de juros na ausência de quitação da fatura no dia do vencimento. Então, diante desse cenário, qual cartão escolher?! Melhor dizendo, qual NÃO escolher? É justamente sobre isso que falaremos aqui! Conheça agora os 9 piores cartões de crédito que você deveria definitivamente evitar!

9 piores cartões de crédito que você deve evitar

Conheça agora nossa seleção dos piores cartões de crédito no mercado brasileiro, que sugerimos que evite a depender do que você está buscando. Então, continue com a gente e confira a seguir.

1. Cartão Digimais

Você conhece o Cartão de Crédito Digimais? Se não, prazer! Administrado pelo Banco Renner, ele é um cartão sem anuidade com conta digital grátis no próprio banco Digimais. Todavia, apesar de ser gratuito, este produto é bastante criticado nas redes sociais.

Motivos não faltam para o Cartão Digimais ser considerado ruim. Dentre eles, o fato do seu aplicativo apresentar diversas falhas – o que é um ponto extremamente negativo, já que se trata de um banco digital, não é mesmo? Além disso, há diversas reclamações sobre o atendimento ser ruim e demorado, lentidão para a aprovação e recebimento do cartão, cobrança indevida, entre outras. Ou seja, é aquela típica situação em que o barato, ou melhor, o gratuito sai caro.

2. Cartão Mooba

Na lista dos piores cartões de crédito que você deveria definitivamente evitar, o Cartão Mooba, administrado pelo Banco PAN, não poderia ficar de fora. Embora não tenha anuidade e ainda ofereça o cashback (dinheiro de volta) em diversas lojas parceiras, existe um número extenso de reclamações sobre o produto.

Outros motivos que tornam o Cartão Mooba ruim:

  • Atendimento ruim e demorado
  • Possui lista de espera para solicitar o cartão
  • Falha ao contabilizar o cashback
  • Difícil aprovação
  • Informações não claras sobre as taxas

3. Cartão Caixa SIM

Com certeza, dentre os bancos brasileiros, a Caixa Econômica Federal é uma das mais consolidadas e consistentes do Brasil. Não à toa, oferece ótimos serviços, a exemplo de seus empréstimos que, normalmente, tem as taxas de juros mais baixas que a média do mercado e seus cartões de crédito. No entanto, o banco infelizmente se equivocou ao criar o Cartão Caixa SIM, um dos piores cartões de crédito existentes na atualidade.

Para quem não sabe, o Cartão de Crédito Caixa SIM é um cartão internacional da bandeira Elo e não possui anuidade. No entanto, o que parece ser um excelente produto à primeira vista, a verdade é que ele não é tão bom assim (ainda se levarmos em consideração os outros cartões da Caixa, como o Simples). Dentre as reclamações, temos a dificuldade para solicitação, falta de informações no site e aplicativo nada intuitivo. Pra fechar os seus defeitos, ainda há o fato de ser necessário possuir Conta Corrente Caixa SIM no valor de R$ 25/mês. Aí não dá, né!

4. Cartão C&A

Se pudêssemos dar uma dica sobre os piores cartões de crédito seria: fuja dos co-branded, isto é, dos cartões de empresa feito em parceria com uma instituição financeira. Embora existam exceções à regra, o produto não é bom em sua grande maioria. E o pior: normalmente, você fica atrelado ao programa de fidelidade da empresa emissora do cartão, não podendo transferir seus pontos para outros lugares.

Tendo em vista o que dissemos acima, não teria como o Cartão C&A não estar na nossa lista. Isto porque, além de ser co-branded, ele só autoriza a contratação do cartão após a comprovação de renda. Ainda, possui um valor alto na anuidade e juros abusivos, cravando de vez o seu lugar nos piores cartões de crédito do mercado.

5. Cartão BrasilCard

Pertencente ao Grupo Adriano Cobuccio, o Cartão BrasilCard é um cartão de crédito sem anuidade e que possui bandeira própria. Ou seja, só nesta informação já vimos uma grande desvantagem deste produto, pois, diferentemente do Visa, Mastercard e até Elo, que são amplamente aceitos, só é possível passar o Cartão BrasilCard em lojas credenciadas.

No entanto, se você acha que só esse fato já é motivo suficiente para não ter este que é considerado um dos piores cartões de crédito do mercado, tenha calma que ainda tem mais! O seu aplicativo apresenta problemas no acesso, há demora no atendimento e o site falta com informações importantes. Além disso, o Cartão BrasilCard possui juros e taxas abusivas. Sendo assim, game over para ele!

Os 12 melhores cartões para negativados!

Os melhores cartões para negativados são internacionais, sem exigência de renda mínima ou consulta ao SPC e Serasa. Confira e saiba mais!

6. Ourocard Estilo Platinum MasterCard

Até agora, falamos nos cartões de crédito destinado para população de baixa renda. Mas e o segmento intermediário? Qual cartão de crédito que deve ser evitado? Se você também tem essa dúvida, então saiba: evite o Ourocard Estilo Platinum MasterCard, pois, com certeza, há cartões melhores que ele no mesmo padrão.

Uma das vantagens de se pagar anuidade de um cartão é ter direito ao acúmulo de pontos, os quais podem ser convertidos em milhas aéreas. No entanto, para que pagar mais se a conversão de pontos por dólar gasto é inferior às das concorrentes? Não faz sentido, não é?! Justamente por esta razão, o Ourocard Estilo Platinum MasterCard se torna um dos piores cartões de crédito do mercado, pois acumula apenas 1.3 ponto por dólar a uma anuidade de R$536. Enquanto isso, o Credicard Exclusive Gold cobra uma taxa anual de R$399 e pontua 1,5 a cada dólar gasto.

7. Safra Visa Infinite

Mirando agora os produtos mais exclusivos, um dos piores cartões de crédito existentes no mercado é, sem sombra de dúvidas, o Safra Visa Infinite. Possuir um cartão black em mãos significa ter direito a diversas vantagens, tais quais uma alta pontuação, acesso às salas VIPS dos aeroportos, concierge e entre outras. Todavia, o Safra Visa Infinite se esquecer disso…

Com uma pontuação de 1 a 3 pontos por dólar, a depender do tipo de gasto e valor da fatura, o Safra Visa Infinite, neste quesito, equipara-se aos cartões da categoria Platinum do mercado. Além disso, o cartão dá direito ao Lounge Key, onde o associado pode acessar às salas VIPs parceiras do programa, mas é preciso desembolsar U$27 por visita. Pra torná-lo ainda pior, o cartão ainda cobra uma caríssima anuidade de R$ 1.200,00, ficando isentos apenas aqueles cuja fatura ultrapasse o valor mensal de R$8 mil ou que tenha um investimento de, pelo menos, R$500.000 no banco. Com este valor investido, melhor buscar outras opções mais favoráveis, como falamos neste texto aqui.

8. Itaú Black Personnalité

Um pouquinho melhor que o Safra Visa Infinite, porém ainda assim considero um dos piores cartões de crédito existentes na atualidade, o Itaú Black Personnalité apresenta poucas vantagens em relação a outros produtos da mesma categoria. Um exemplo é a baixa pontuação de apenas 2 pontos por dólar gasto, que se compara com o cartão Credicard Black, a uma anuidade absurda de quase R$1.000.

Se você pensa que há a possibilidade de ficar isento da anuidade caríssima, saiba que isso é uma conquista para poucos, pois o Itaú dificilmente abre mão de receber esta taxa. Com isso, este cartão acaba sendo uma das piores escolhas, já que não tem nenhum benefício que o diverge de alguns outros blacks do mercado.

9. Itaucard Latam Pass Black

Como já falamos acima, ter em mãos um cartão exclusivo nos oferece diversas vantagens, dentre elas a alta pontuação que pode ser convertida posteriormente em milhas aéreas. No entanto, de que adianta ter uma ótima conversão de pontos por dólar gasto se você fica limitado a um único programa de fidelidade? É justamente este o caso do Itaucard Latam Pass Black, o nosso décimo e último colocado da lista dos piores cartões de crédito.

O Itaucard Latam Pass Black, embora ofereça alguns benefícios dos cartões de crédito exclusivos, como acesso às salas VIPs dos aeroportos ao redor do mundo, está limitado ao programa de fidelidade Latam PASS. Isso significa que seus pontos caem direto na sua conta, ficando de fora de qualquer promoção de transferência e sem a possibilidade de optar por transferir no Smiles ou Tudo Azul, por exemplo. Para piorar, essas restrições estão acompanhadas de uma das mais altas taxas de anuidade do mercado: R$1.200,00 por ano! E depois não quer perder para a concorrência…

10 melhores cartões para comprar online

Melhores cartões para comprar online são os que te oferecem facilidades e benefícios ao gastar. Clique e confira os 10 que escolhemos!

Você também pode gostar

content

Como solicitar o cartão Harley-Davidson®

O cartão Harley-Davidson® tem cobertura internacional e um programa de pontos exclusivo! Não perca tempo e veja aqui como solicitar o seu!

Continue lendo
content

Conheça o empréstimo FinanZero

Você conhece o FinanZero? Ele é um buscador online de empréstimos que pode te ajudar a encontrar a melhor opção. Leia o post e saiba mais!

Continue lendo
content

Os 10 melhores cartões de crédito de companhias aéreas

Quer saber mais sobre os Cartões de crédito das companhias aéreas? Se sim, então confira a nossa publicação e descubra qual o melhor produto para você.

Continue lendo