Finanças

Conheça as principais fraudes de cartões de crédito

Você já foi alvo de uma clonagem de cartão ou outro tipo de golpe? Caso não tenha sido, queremos que a situação permaneça assim! Por isso, é melhor você conhecer quais são as principais fraudes acontecendo agora.

Anúncios

Fraudes de cartões de crédito

No Brasil, desde o início da pandemia causada pelo Covid-19, o comércio eletrônico registra um aumento expressivo das compras online. Assim, você precisa ficar atento com as fraudes de cartões de crédito.

De acordo com os dados da pesquisa conduzida pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic), esta alta das compras online ocorreu principalmente entre as camadas mais pobres da população.

Dentro deste cenário, considerando que o principal meio de pagamento no comércio online é o cartão de crédito, o número de fraudes de cartões de crédito cresceram no mesmo período. 

Um estudo feito pela Câmara de Dirigentes Lojistas em conjunto com o Serviço de Proteção ao Consumidor do estado de São Paulo mostra que em apenas 12 meses, quase 9 milhões de brasileiros foram vítimas desse tipo de fraude. 

Continue lendo e descubra quais as fraudes de cartões de crédito mais utilizadas pelos golpistas contra os consumidores e como se prevenir. 

Quais são as fraudes de cartões de crédito mais comuns

Anúncios

Quais são as fraudes de cartões de crédito mais comuns?

Primeiramente, destacamos que conhecer as fraudes de cartões de crédito em pessoa em compras online é um bom começo para não ser mais uma vítima. Veja a seguir os principais métodos de golpes. Vamos lá!

Clonagem de cartões

Clonagem de cartões

Um dos mais conhecidos golpes em cartões de crédito é a clonagem. Esse crime já foi tão recorrente que é quase impossível listar todas as técnicas que utilizadas pelos bandidos. 

Com certeza, o método mais tradicional desse golpe, aplicado nos cartões físicos, é o uso dos “chupa-cabras”. Esse método utiliza pequenos dispositivos eletrônicos inseridos de forma clandestina nos leitores de cartão, que os tornam capazes de roubar os dados dos cartões dos clientes. Porém, só é válido para o método de leitura por tarja magnética do cartão. 

Ainda assim, com a disseminação dos chips e a tecnologia contactless com confirmação por senha, as clonagens de cartão praticamente desapareceram no país. Hoje, a maioria das fraudes de cartões de crédito acontece por meio virtual, através da utilização dos dados inseridos em páginas sem segurança na internet. 

Ademais, um risco alto neste momento de pandemia, são as compras pela internet em sites com páginas falsas cujo objetivo é pegar os dados inseridos pelo comprador e, quase que no mesmo momento, ser utilizado para saques ou compras em outros sites.  

Para os administradores de e-commerce, o grande problema é ter que lidar com tentativas de compras utilizando esses cartões clonados. Em 2017, o estudo feito pela Konduto mostra que, a cada 33 compras feitas no comércio digital brasileiro, pelo menos 1 foi feita utilizando cartões de crédito clonados.

Roubo de dados em ligações falsas

Anúncios

Roubo de dados em ligações falsas

Acredite se quiser, mas existem fraudes de cartões de crédito que envolvem o roubo dos dados por meio de ligações telefônicas. Muitas vezes os fraudadores se passam por alguém do banco precisando atualizar dados ou para confirmar a entrega de um cartão. Para as vítimas desatentas, entregam os dados do cartão e o código de segurança sem imaginar o risco que está passando. Logo, com dos dados em mãos, o criminoso tem acesso a um cartão para realizar compras online ou até outras operações.

Uso de máquinas com a tecnologia de aproximação NFC

Uso de máquinas com a tecnologia de aproximação NFC

Existem vários vídeos na internet com brasileiros muito assustados com a nova tecnologia de pagamento por aproximação, o NFC. Comerciantes que desconheciam a inovação de pagamento e ficam com medo pela facilidade com que se pode utilizar o método em fraudes de cartões de crédito.

Desta forma, alguém mal intencionado pode digitar valores em uma máquina de cartões e aproximar de bolsas e carteiras em um ônibus ou metrô e, sem que as pessoas percebam, pode efetuar vários golpes com valores de até R$50.  

Essa tecnologia já está presente em mais de 90% das máquinas de cartões no comércio brasileiro há uns 7 anos. Contudo, somente em 2017 que os brasileiros passaram a conhecer a tecnologia de aproximação em pulseiras, cartões e até mesmo por meio de celulares com a tecnologia NFC. 

Fraudes de cartões de crédito

Compras feitas em sites sem certificado de segurança (Cadeado)

A compra online é novidade para milhões de brasileiros em 2020. Muitos começaram a usar o cartão em aplicativos como Uber e iFood.

Depois da boa experiência de compra, ganham confiança para efetuar compras usando o smartphone ou computador.

Assim, é nesse momento que, sem muita experiência, acabam caindo em páginas sem segurança de criptografia e acabam com os dados dos cartões roubados digitalmente. 

Sequestro de dados dos cartões de clientes por funcionários mal intencionados

Sequestro de dados dos cartões de clientes por funcionários mal intencionados

Primeiramente, precisamos destacar que, em lojas físicas ou online, alguns funcionários podem salvar os dados de cartões de clientes.

Então, conseguem vender para quadrilhas especializadas nesses tipos de crimes. Aliás, esses golpes começam com valores de centavos para validar os cartões ativos. Então, depois de um determinado tempo, esses mesmos cartões são usados para compras maiores.

Assim como, uma grande dificuldade de rastrear a origem de seu uso. Quando os donos dos cartões de créditos percebem os valores indevidos nas faturas, já pode ser tarde demais para recuperar. 

Prevenção contras estes golpes contra os consumidores.

Prevenção contras estes golpes contra os consumidores. 

Todos os métodos apresentados nesse artigo sobre fraudes de cartões de crédito podem ser prevenidos com informação sobre os devidos cuidados. Os consumidores precisam se manter atualizados e sempre muito atentos nos momentos que forem usar seus cartões, seja em lojas onlines ou físicas. 

Veja abaixo alguns exemplos: 

Inscreva-se para receber alertas no aplicativo do seu banco

Inscreva-se para receber alertas no aplicativo do seu banco

Primeiramente, os especialistas em fraudes de cartões de crédito afirmam que a melhor maneira de se proteger é por meio do cadastro para receber notificações por e-mail, no app do banco ou por SMS, sempre que seu cartão for usado para uma compra.

Dessa forma, é possível informar em tempo real quando alguma compra é efetuada, podendo assim, bloquear o cartão e entrar em contato com a operadora para contestar aquela compra fraudulenta. 

Cuidado com os sites em que você salva as informações do cartão

Cuidado com os sites em que você salva as informações do cartão

Não é infalível, mas quanto menos lugares onde você compra online ou salva os números dos cartões, menos pontos para os criminosos invadirem seus dados pessoais.

Por isso, busque sempre por sites que tenham o certificado de segurança, o famoso cadeado. Uma boa sugestão é o uso de soluções de pagamentos como o PayPal, Apple Pay, Google Pay ou opções semelhantes que gerem um número de conta temporário para cada transação.

Seja cauteloso! Afinal, o seu dinheiro é suado, não é mesmo?

Seja cauteloso! Afinal, o seu dinheiro é suado, não é mesmo?

Antes de mais nada, entenda que, todo link em um e-mail ou uma oferta muito boa para ser verdadeira em um site desconhecido pode estar buscando um meio de enganá-lo para obter detalhes do cartão de crédito e informações pessoais. 

Relate a cobrança fraudulenta

Relate a cobrança fraudulenta

Ocasionalmente, mesmo com todo cuidado, você pode cair em uma fraude. Informe imediatamente à empresa do cartão de crédito e bloqueie o cartão. E a polícia?

Em resumo, as fraudes de cartões de crédito são tão recorrentes que a polícia não vai atrás.

Assim, dificilmente a polícia irá atrás de um caso isolado de golpe de uma unica pessoa.

O que acontece na prática, são investigações em busca de quadrilhas que aplicam os golpes em vários usuários.

Contudo, mesmo assim, é muito importante que você faça o boletim de ocorrência para ajudar a polícia encontrar os criminosos e prende-los.

Fraudes que acontecem  nos negócios

Fraudes que acontecem nos negócios

Frequentemente, os crimes de roubos por meio de cartão de crédito não atinge apenas os consumidores.

Ainda assim, os comerciantes que não possuem uma boa gestão de suas transações por cartões de crédito e débito também podem ser lesados por funcionários e clientes mal intencionados.

Vamos descobrir como isso é feito! Mas antes, vamos mostrar riscos que envolve o negócio e não só o prejuízo do golpe em si.

Os principais riscos das fraudes para os negócios

Os principais riscos das fraudes para os negócios

Ser vítima de um golpe traz vários outros problemas para o seu negócio. Os riscos de fraudes levam a consequências não só financeiras, mas também de reputação. Veja quais são eles.

Receber multas

As multas são aplicadas quando as administradoras de cartão de crédito colocam sua empresa em um programa de chargeback. Isso acontece quando um grande número de fraudes são sofridas e superam a taxa de 1% ou outras métricas pré-definidas.

Como se não bastasse, as cobranças são realizadas em dólar e são aplicadas de forma progressiva. Ainda assim, se o problema continuar, as multas aumentam.

Recusa de vendas

Recusa de vendas

É aplicada pelos bancos que não têm programas de chargebacks, mas têm uma pontuação para a reputação das lojas. Nesse caso, o score da empresa influencia a autorização da venda. Portanto, quando há muitas fraudes de cartão de crédito, a nota cai e as instituições financeiras negam o pedido.

Experiência negativa do consumidor

Experiência negativa do consumidor

Sofrer muitos golpes faz sua empresa cair em descrédito perante os consumidores. Os clientes ficam com medo de terem seus dados vazados ou utilizados de forma indevida e deixam de fazer suas compras no estabelecimento físico ou virtual.

Os tipos de fraude no cartão de crédito

Os tipos de fraude no cartão de crédito

Existem vários tipos de golpe aplicados no varejo. As fraudes com cartão de crédito mais comuns são as que listamos abaixo. Veja!

Chargeback Fraudes de cartões de crédito

Chargeback

Este golpe é comum no Brasil e acontece 100% no digital. Refere-se à contestação da compra feita no cartão de crédito.

Apesar de ser um procedimento de segurança para os consumidores, em vez de uma fraude, consiste em um golpe quando pessoas mal-intencionadas usam a facilidade do estorno para deixar de pagar os produtos.

Além disso, para os comerciantes, podem ser aplicadas as multas já citadas, o que faz seu negócio perder ainda mais dinheiro.

Troca de máquina Fraudes de cartões de crédito

Troca de máquina

Neste tipo de golpe, funcionários acabam fazendo a troca das máquinas de cartão, em algumas vendas, cuja a mesma esteja vinculada a ela mesma ou para outras pessoas.

Empresas que não fazem controle diário das vendas, podem perder muito dinheiro até que descubram o golpe.

Em alguns casos, podem levar meses para identificar as quebras nas vendas e, em alguns casos, o funcionário já tenha pedido demissão e está aplicando o golpe em outras empresas.

Como prevenir as fraudes no seu comércio

Como prevenir as fraudes no seu comércio

Em primeiro lugar, a prevenção de fraudes de cartão depende de alguns cuidados no processo de concessão de crédito aos clientes. Portanto, as vendas a prazo precisam ser analisadas para evitar imprevistos.

Para chegar a esse patamar e garantir que seu negócio esteja protegido, vamos mostrar algumas medidas importantes. Acompanhe!

Investimento em tecnologia

Investimento em tecnologia

De ante mão, é importante saber que, os sistemas de gestão e automação financeira (ERPs) previnem os golpes pois possibilitam a confirmação dos dados e evitarem os chargebacks.

Esse processo acontece por meio da funcionalidade de conciliação financeira. Desta forma, com a integração dos pagamentos recebidos, fica mais fácil fazer a análise dos valores e descobrir se houve fraudes no mesmo dia.

Anda assim, para compras com valores mais altos, outro exemplo são as ferramentas de análise de crédito. Com elas, você descobre o score do cliente, qual é seu histórico pelo Cadastro Positivo e chega à conclusão sobre o parcelamento da compra.

Investir em serviços de análise de crédito

Investir em serviços de análise de crédito

Os cancelamentos estão entre as principais fraudes de cartões de crédito. Por isso, é importante garantir que o cliente tenha boa reputação, score. Você deve usar ferramentas especializadas para essa finalidade. Elas devem abranger:

  • consulta ao histórico do consumidor;
  • verificação de anotações no órgão de proteção ao crédito;
  • análise de documentos;
  • relação entre gastos mensais e renda para saber o comprometimento;
  • conferência de status na Receita Federal, se o cliente for pessoa jurídica.
Investir em treinamento para as equipes

Investir em treinamento para as equipes

Os colaboradores devem saber o que fazer para evitar fraudes de cartões de crédito. Eles são a linha de frente e precisam ter atenção. É importante que eles estejam preparados para identificar golpes e agir de maneira proativa perante o fraudador.

Por fim, forneça os treinamentos necessários e realize atualizações sempre que necessário. Assim, as fraudes com cartão serão menores e o resultado positivo sentido no seu faturamento.

Investir em atualização dos dados dos clientes

Investir em atualização dos dados dos clientes

Principalmente no comercio online, o banco de dados com as informações dos clientes é essencial para garantir uma análise correta. Ele deve permanecer atualizado, porque o score do cliente muda e seu comportamento também pode ser modificado, a depender da situação pela qual passa.

Por exemplo, se ele perder o emprego, poderá ficar inadimplente. Nesse caso, mesmo que ele seja historicamente um bom pagador, é indicado evitar as vendas a prazo. Além disso, o banco de dados atualizado evita fraudes de cartões de crédito.

Em outras palavras, quando o consumidor vai fazer uma compra, você confere os dados do cartão e outros para garantir que todos eles condizem com a verdade.

Dessa forma, sua empresa deixa de ser vítima e toma decisões mais acertadas.

Com a finalidade de ajudar, todas essas dicas servem para melhorar a análise no processo de vendas e evitar qualquer fraude de cartões de crédito.

A partir de agora, basta aplicar as boas práticas como consumidor e, se for um comerciante, contar com a tecnologia para alcançar bons resultados e não ter prejuízos com os golpistas.

Ademais, agora que você conheceu as principais fraudes de cartões de crédito, que tal aprender um pouco mais sobre como ganhar dinheiro na internet? Ao invés de perdê-lo! Clique no botão abaixo e descubra.

Em Alta

content

Cartão Caixa Simples: o cartão de crédito perfeito para os negativados

O Cartão Caixa Simples é perfeito para quem é negativado por ser consignado, com cobertura internacional e o serviço Check-up Lar. Conheça!

Continue lendo
content

Glossário do mercado financeiro

O mercado financeiro poussi vários termos como renda fixa, variáveis, tipos de ativos financeiros como CDB, Ações, Tesouro Selic. Saiba mais!

Continue lendo
content

Novo valor do Auxílio Gás: parcela de abril cai para R$51,00

O novo valor do Auxílio Gás para abril é de R$51 por consequência do cálculo da média do preço do gás de cozinha nos últimos 6 meses.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Cartão Santander SX Universitário ou Cartão Pan: qual escolher?

Cartão Santander SX Universitário ou cartão Pan? Qual destes produtos financeiros é o melhor? Leia o nosso post agora mesmo e descubra essa resposta.

Continue lendo
content

Conheça o financiamento Itaú

Você conhece o financiamento Itaú? Ele pode te ajudar a conquistar o sonho da casa própria. Leia este post e confira tudo sobre ele.

Continue lendo
content

Confira os principais motivos que podem reprovar a solicitação do novo empréstimo Caixa

Teve o novo empréstimo Caixa TEM negado? Você não está só! Veja quais as situações que resultam na reprovação do pedido.

Continue lendo