Dicas

Como preparar o seu cartão para Black Friday 2020

Saiba como preparar o seu cartão de crédito para a Black Friday 2020. Descubra como liberar seu limite de crédito para aproveitar as ofertas!

Anúncios

por Duda Razzera

16/10/2020 | Atualizado em 17/10/2020

Black Friday 2020

Dia 27 de novembro acontecerá a Black Friday 2020. De acordo dados do Google Brasil, as compras online aumentaram.

Assim, mesmo com a pandemia, ainda de acordo com dados do Google, essa deve ser a maior edição da Black Friday até então no país.

Ademais, o comportamento do consumidor tem se modificado. Com mais maturidade, os consumidores tem feito mais pesquisas e planejamento antes de comprar.

Black Friday 2020

Nessas pesquisas, a busca por móveis subiu para 22%, enquanto a por itens de decoração subiu para 51%. A procura por alimentos, por sua vez, aumentou para 40% e a de bebidas aumentou para 23%, em comparação com 2019.

Pensando na Black Friday, decidimos te dar dicas de como preparar seu cartão de crédito para suas compras. Contudo, lembre-se de não comprar por impulso e garantir que caberá no seu planejamento financeiro!

3 tendências para a Black Friday 2020

Anúncios

3 tendências para a Black Friday 2020

Conforme mencionamos, espera-se que esta seja a maior edição da Black Friday. Segundo relatório da Ebit/Nielsin, com o boom das compras pela internet, o Brasil apresentou a maior alta do setor de e-commerce dos últimos 20 anos.

Assim, são mais de 7,3 milhões de ovos consumidores pesquisando por produtos das mais diversas categorias. E quais são as tendências esperadas? Confira na sequência.

Frete grátis

Frete grátis

Primeiramente, precisamos destacar o frete grátis. Os consumidores tem buscado bastante por esse termo no Google. Aliás, o aumentou foi de 118% em relação ao ano anterior, 2019.

Descontos

Anúncios

Descontos

Além disso, os descontos também são algo que fala mais alto na hora da compra. Assim, termos como cupons de desconto e cashback também estão em alta procura e fazem diferença na hora da escolha.

Aliás, entre abril e julho desse ano, a busca pelo termo “promoções” aumentou em 38%, comparando ao ano passado.

Sendo assim, você pode pensar em programas de cashback como o Méliuz e o Ame Digital.

Comportamento do consumidor

Comportamento do consumidor 

Os consumidores também tem se preparado com antecedência para esse evento. Por isso, pesquise por preços mais baixos, confira ofertas e descontos antes de tomar sua decisão.

Elabore seu planejamento financeiro para a Black Friday

Elabore seu planejamento financeiro para a Black Friday

Conforme mencionamos, você não deve fazer compras por impulso. Aliás, as compras durante a Black Friday custam caro e os seus gastos pós Black Friday tendem a continuar altos.

Afinal, provavelmente você terá interesse em aproveitar promoções de eletrônicos, móveis e outros itens que costumam ter valores mais elevados. E, além disso, os meses de dezembro a fevereiro geram maiores gastos para os brasileiros: natal, pagamento de IPVA e IPTU no início do ano, férias, volta ao ano escolar, etc.

Sendo assim, se você deseja aproveitar esse evento para comprar um item que você, de fato, precisa, organize-se financeiramente primeiro.

Logo, verifique qual o limite disponível para você gastar e pesquise quais são os produtos que você necessita, em ordem de prioridade.

Normalmente, as pessoas juntam dinheiro ao longo de um determinado tempo para esse período. Afinal, você pode conseguir bons descontos pagando à vista. Mas, caso deseje parcelar, lembre-se de realizar um planejamento financeiro, já levando em conta a previsão de gastos até os próximos seis meses, pelo menos.

Caso contrário, você corre o risco de perder o seu controle financeiro e gastar mais do que pode, ficando endividado.

Analise sua finanças pessoais

Analise sua finanças pessoais

Portanto, antes de qualquer coisa, analise suas finanças pessoais. Estamos passando por um período sem precedentes na histórias. Assim, enquanto algumas pessoas perderam o emprego ou tiveram sua renda drasticamente reduzida, outras encontram novas oportunidades.

Se você for uma delas, esse pode ser um momento para realizar uma compra desejada e necessária. Portanto, examine suas despesas e receitas e verifique se agora é mesmo o momento de realizar uma compra.

Por exemplo, se você é freelancer e precisa de um computador novo, pode ser uma boa alternativa aproveitar os descontos da Black Friday. Afinal, o eletrônico é um instrumento de trabalho.

Por outro lado, se você quer comprar um XboX, mas não sabe muito bem como ficarão suas contas no dia de amanhã, segure seu dinheiro!

Logo, o importante é administrar seu dinheiro de forma inteligente e realizar compras de modo consciente e sustentável.

Elabore o orçamento para a Black Friday

Elabore o orçamento para a Black Friday

Conforme mencionamos, você precisará listar suas receitas e despesas. Depois disso, é hora de elaborar um orçamento.

Assim, como as compras serão online, você precisa pensar no seu cartão de crédito. Logo, faça as seguintes perguntas:

  • Quando de limite você tem disponível?
  • Irá parcelar a compra?
  • Já tem algum parcelamento no cartão?
  • Consegue antecipar as parcelas?
  • Tem capacidade financeira de pagar à vista?
  • Quanto você tem disponível para a compra?

Aliás, mesmo quem tem cartão pré-pago pode participar da Black Friday e fazer seu orçamento. Para isso, você precisará colocar o valor necessário da sua compra no cartão, uma recarga. Ademais, não poderá parcelar sua compra. Lembre-se disso.

Assim, respondendo essas perguntas você terá uma visão mais clara de como elaborar o orçamento e como organizar suas compras no cartão de modo a não comprometer o limite total e nem exagerar no parcelamento.

Estabeleça um objetivo

Estabeleça um objetivo

Portanto, para não exagerar nas compras ou gastar todo o seu limite, você precisa de um objetivo. Então, o que você está querendo comprar? Você realmente precisa de tudo o que colocou em sua lista?

Defina sua prioridade e trace um objetivo. Ademais, comprometa-se consigo mesmo: não gaste por impulso e não compre além do limite estabelecido. Mesmo se a oferta parecer imperdível! Muitas vezes, ela não é.

Por exemplo, se você precisa de um novo celular e só pode gastar R$2.500 reais, mas um modelo que você vem “namorando” há muito tempo está no valor com uma promoção de R$4.500 para R$3.500, mesmo que você tenha limite no seu cartão, não compre. Você passará R$1000 reais do seu orçamento e situações de emergência podem acontecer nos próximos meses.

Este é um dos grandes riscos da Black Friday 2020.

Realize pesquisas

Realize pesquisas

Sendo assim, para não cair no risco de passar do limite, realize pesquisas. Ou seja, procure por smartphones dentro do seu orçamento.

Se você tem R$2500 disponíveis, procure por opções de R$2.000 reais, por exemplo. E pode ser que na Black Friday, essas opções caiam para R$1700. Você terá economizado R$800,00 reais do seu limite disponível para compra.

Assim, você pode investir esse excedente ou escolher utilizá-lo no segundo item de sua liste de prioridades, por exemplo.

Para pesquisar, recomendamos que acesse os sites Zoom e Buscapé. Você consegue ficar de olho no histórico do preço e conferir se, de fato, ocorreu um desconto no dia da Black Friday 2020.

Planeje o Natal

Planeje o Natal

Conforme mencionamos, o período pós Black Friday 2020 é agitado, principalmente por conta das festas de final de semana.

Assim, muitas pessoas aproveitam esse evento de promoções para antecipar suas compras de Natal. Logo, se você já tiver o valor disponível para comprar os presentes antecipados, essa pode ser uma boa alternativa.

Contudo, essa estratégia só é interessante se você conseguir comportá-la em seu planejamento financeiro e estiver com o valor disponível para compra no dia 27 de novembro.

Dependendo do planejamento, vale mais a pena comprar os presentes quando dezembro chegar ao invés de parcelar as compras porque não tinha limite disponível em seu orçamento.

Não compre por impulso

Não compre por impulso

Conforme mencionamos, uma das maiores ciladas da Black Friday é comprar por impulso. Desconfie de ofertas com “só agora”, “imperdível”, etc.

Nesse momento, muitas lojas aproveitam o calor do momento para fazer o apelo psicológico. E você vai querer se render à tentação!

Por isso, uma ótima tática é não abrir os e-mails de ofertas que irão bombardear sua caixa de entrada. Desative as notificações para essas ofertas.

Assim, você realize pesquisas por conta própria, sem o risco de fazer alguma compra por impulso. Especialmente porque várias empresas começaram a fazer ofertas muito antes do dia 27 de novembro, de fato.

Tenha certeza de que quer e pode comprar o produto escolhido. Não se deixe levar pelas emoções!

5 dicas para preparar o seu cartão  para Black Friday 2020

5 dicas para preparar o seu cartão para Black Friday 2020

As compras acontecerão, principalmente, online. Por isso, você precisa preparar seu cartão de crédito para esse momento.

Primeiramente, quite suas dívidas. Se você tem alguma conta em atraso, de água, luz, telefone, internet…Coloque-as em dia. De nada adianta querer economizar com uma oferta se não está com suas contas equilibradas, não é mesmo?

Ademais, se estiver com parcelamentos em aberto, tente antecipar as parcelas e liberar o limite do seu cartão. Caso contrário, pode não conseguir aproveitar um desconto porque está “sem espaço” no cartão.

Por outro lado, cuidado com o parcelamento na Black Friday. Conforme mencionamos, o período de dezembro a fevereiro pode relevar gastos maiores do que o previsto e até mesmo situações de emergência. Você precisa ter uma folga tanto no cartão quanto no orçamento!

Por fim, tente realizar o pagamento à vista. Assim, você consegue limitar o crédito utilizado do cartão e não comprometê-lo com mais parcelas, que poderão pesar no seu orçamento, no caso de um desemprego involuntário, por exemplo.

Cuidado com os golpes!

Cuidado com os golpes!

A versão virtual do seu cartão de crédito será a forma de pagamento principal na Black Friday. Apesar dos bancos e fintechs terem tecnologias de extrema segurança, você precisa se precaver.

Na prática, a versão virtual do cartão nada mais é do que um cartão de débito que você utiliza na internet. Assim, ele possui uma sequência de números, senha e um código verificador, tal qual um cartão físico.

Ademais, você pode comparar diretamente pelo app, caso você queira fazer o pagamento por boleto, por exemplo. Mas, ao utilizar o cartão, tome cuidado com os sites e empresas escolhidas para realizar suas compras.

Abaixo elencamos alguns outros cuidados que você precisa tomar. Siga lendo!

Propaganda enganosa

Propaganda enganosa

Primeiramente, a propaganda enganosa. Infelizmente, muitas empresas tentam “maquiar” o preço dos produtos para que parece um desconto.

A prática mais comum é aumentar o preço do produto por um período e depois, durante a Black Friday, baixar para o preço original. Assim, pode aparecer ofertas como “de R$799 por R$499”, sendo que o preço era R$499, para começo de conversa.

Sendo assim, conforme já mencionamos, você deve utilizar sites como o Zoom e Buscapé para verificar o histórico de preços do produto desejado. Assim, você não corre o risco de cair em uma cilada.

Divergência no valor do produto

Divergência no valor do produto

Outro golpe muito comum nesse período é a loja mostrar um preço de produto e, no momento de confirmar a compra, eles cobram o valor inteiro. Ou seja, sem o desconto.

Assim, ressaltamos que isso é uma infração dos Direitos de Consumidor. Então, caso você seja vítima desse golṕe, recomendamos que abra uma reclamação junto ao Procon do seu estado.

Venda casada

Venda casada

Algumas vezes, as empresas também praticam a venda casada. Ou seja, condicionam o desconto a compra de outro produto em conjunto. Por exemplo, você só ganhará o desconto se comprar o sofá junto com a garantia estendida.

Essa prática também é proibida pelo Código do Consumidor. Por isso, fique atento!

Sites não recomendados

Sites não recomendados

Por fim, o Procon também aconselha que você consulte a lista de sites não recomendados que o próprio órgão divulga.

Essa lista contém sites e empresas que receberam muitas reclamações, que não foram encontradas, que ignoraram notificações do Procon ou que já foram alvo de muitos problemas com outros consumidores.

Além disso, você também pode entrar no site do Ministério da Justiça www.consumidor.gov.br e verificar outras reclamações que já foram feitas sobre o site ou a empresa. Aliás, também pode conferir os problemas que os consumidores enfrentaram e se foram solucionados.

Como verificar se a oferta vale a pena

Como verificar se a oferta vale a pena

Por fim, a pergunta que fica é: quando saber se uma oferta da Black Friday vale a pena? Por muito tempo, esse evento ficou conhecido como “Black Fraude” aqui no país. Exatamente por conta dos golpes que descrevemos anteriormente.

Contudo, isso tem mudado ao longo dos anos, os descontos tem aumentado, chegando a até 77% a menos do valor original. Além disso, o número de ofertas também tem aumentado, em torno de 124%, no ano anterior, segundo dados da Promobit.

Verifique o histórico do preço

Verifique o histórico do preço

Conforme mencionamos, mas vale ressaltar, é conferir o histórico de preço. Uma oferta só vale a pena quando é verdadeira.

Logo, uma empresa que aumenta o preço gradativamente um pouco antes da Black Friday apenas par aumentá-lo e “maquiar” esse valor, está sendo enganosa e não vale a pena.

Confira a reputação da empresa

Confira a reputação da empresa

A reputação da empresa também conta muito na hora de avaliar se uma oferta vale a pena. Por isso, confira no site Reclame Aqui o balanço anual de reclamação, nível de satisfação, número de reclamações respondidas e casos solucionados.

Assim, você consegue verificar com que tipo de empresa está lidando. Isso porque muitas vezes, embora haja de fato um desconto, a empresa demora na entrega, o produto vem danificado ou é de má qualidade.

Sendo assim, se você compra uma cadeira, por exemplo, porque precisa dela para o seu trabalho, mas a empresa atrasa 60 dias do prazo combinado, você pode acabar no prejuízo. Tanto financeiro quanto físico, porque não terá uma cadeira ergonômica para trabalhar, por exemplo. Além do desgaste emocional de ter que lidar com essa dor de cabeça!

Fique de olho no frete

Fique de olho no frete

Conforme mencionamos, a questão do frete também diz muito sobre a oferta. Isso porque algumas vezes a empresa compensa o valor do desconto no mesmo. Ou seja, você está recebendo R$100 reais de desconto, mas o frete curiosamente subiu o mesmo valor. Muito curioso, não é mesmo?

Por isso, veja essa questão com cuidado. Uma ótima estratégia é comparar o valor do frete com outras lojas online. Assim, faça a simulação para tomar sua decisão final.

Pesquise outras ofertas

Pesquise outras ofertas

Conforme mencionamos, fazer simulações em lojas diferentes é uma ótima estratégia. Assim, você confere todas que estão disponíveis para o produto que você deseja.

Ademais, também consegue verificar a reputação do estabelecimento e também o histórico de preço, fazendo uma comparação completa entre as lojas.

Confira o prazo de entrega

Confira o prazo de entrega

Por fim, sempre confira o prazo de entrega. Afinal, se você está aproveitando essa data para fazer suas compras de Natal, quer que elas cheguem a tempo, não é mesmo?

Muitas lojas mal intencionadas colocam um prazo de entrega muito alto e, se você não prestar atenção, acabará com uma oferta que não vale a pena.

Ademais, confira a reputação da empresa. Pois, conforme mencionamos, ela até pode oferecer desconto, mas atrasa na hora da entrega. Logo, a oferta acaba não compensando também!

Enfim, é tudo uma questão de planejamento, análise e comparação. Por isso, não faça nada às pressas!

Você precisa fazer alguma compra, mas está com o nome sujo? Sabemos que como as compras serão online esse ano, você precisa de um cartão de crédito.

Por isso, clique no botão abaixo e confira uma opção para quem está negativado.

Sobre o autor

Duda Razzera

Economista e Autora Empreendedora. Atua como produtora, revisora e gestora de conteúdo, além de ser estrategista de marketing. Escreve sobre a vida freelancer, empreendedorismo e economia, tendo como propósito auxiliar as pessoas a conquistar a autonomia financeira e ser protagonista da própria história.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

10 bilionários mais jovens do mundo 2021

Você sabe quais são os 10 bilionários mais jovens do mundo de 2021? Separamos aqui a lista com os nomes e patrimônios de cada um deles. Veja!

Continue lendo
content

Como solicitar o cartão Tricard

Descubra como pedir o cartão Tricard, que te ajuda a manter a sua vida financeira em dia e possibilita compras em diversos estabelecimentos.

Continue lendo
content

Abrir conta cartão de crédito C6

Veja como abrir sua conta, ter o cartão de crédito do C6 Bank e deixe de pagar taxas bancárias associadas a esses serviços. Saiba mais agora.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como abrir conta na corretora de investimentos Clear

Abrir uma conta na corretora de investimentos Clear é rápido é gratuito. Confira aqui mais detalhes de como funciona o processo!

Continue lendo
content

Como ser Itaú Uniclass?

Se você possui uma renda alta e está procurando uma conta exclusiva, esse post é para você. Hoje ensinaremos como ser Itaú Uniclass, venha conferir!

Continue lendo
content

Empréstimo Sim online: simples, rápido e 100% digital

Conheça o empréstimo Sim online e suas principais vantagens: rápido, seguro e 100% online, além das taxas competitivas de juros. Confira!

Continue lendo