Finanças

Como empreender com pouco dinheiro

Conheça 7 ideias para começar a empreender com pouco dinheiro, até mesmo da sua própria casa ou então, abrindo uma franquia.

Anúncios

Empreender é algo procurado não só por quem precisa de uma segunda fonte de renda, mas também porque quem deseja uma transição de carreira.

Segundo o Sebrae, são mais de 52 milhões de brasileiros que possuem seu próprio negócio ou tem o sonho de empreender. Entretanto, muitos acreditam que empreender com pouco dinheiro não é possível.

Porém, segundo especialistas que foram entrevistados em uma matéria da EXAME, é possível iniciar um negócio com pouco dinheiro. Até mesmo apenas R$500,00 reais.

Na realidade, quanto menos você precisar dispender no início do seu negócio, até mesmo para testá-lo, melhor.

Em termos de empreendedorismo, isso se chama de MVP (Mínimo Produto Viável), que é um conceito utilizado muito por startups.

Entretanto, é preciso destacar que empreender com pouco dinheiro não significa que você terá que esforçar-se menos.

Muito pelo contrário!

Afinal, você não terá orçamento para atrair um vasto público e precisará focar seus esforços, escolhendo muito bem quem é o seu público-alvo antes de investir em marketing e anúncios pagos, por exemplo.

Ademais, é importante também mencionar que você não deve cometer um erro muito comum para quem está começando a jornada empreendedora: misturar suas finanças pessoais com as empresariais.

Portanto, tenha contas separadas e defina um pró-labore, mantendo-se nesse valor.

A boa notícia é que um investindo menor significa menor risco para você também.

Contudo, é preciso analisar quais as oportunidades no mercado e aquela que se encaixa melhor com o seu perfil e propósito.

Pensando nisso, separamos algumas ideias para você. Siga adiante para conhecê-las!

É possível empreender com pouco dinheiro?

Anúncios

É possível empreender com pouco dinheiro?

Primeiramente, é importante responder essa pergunta de forma muito transparente: sim, é possível.

De fato, é possível começar um empreendimento sem ter muitos recursos financeiros.

E melhor ainda: sem precisar recorrer a empréstimos ou capital de giro junto às instituições bancárias.

Um fato interessante é que, conforme a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), de 2017, que foi conduzida com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), constatou-se que 36 em cada 100 brasileiros adultos são empreendedores.

Dentro desses números, contamos tanto os profissionais autônomos como os profissionais liberais.

Em 2020, por sua vez, a previsão é que o país atinja o maior patamar de empreendedores de primeira viagem dos últimos 20 anos, com 25% dos brasileiros envolvidos na abertura de um negócio ou com, em média, 3,5 anos de atividade.

Assim, se você encontra-se desempregado no momento, pode ser uma boa hora de fazer da crise uma oportunidade e começar a empreender com pouco dinheiro.

Entretanto, antes de começar um negócio, você precisa não só ter um planejamento, como também formalizá-lo.

O que é necessário para começar a empreender com pouco dinheiro?

O que é necessário para começar a empreender com pouco dinheiro?

Primeiramente, conforme mencionamos, você precisa de um planejamento para abrir o seu negócio. Assim, é preciso que você estruture sua ideia empreendedora e prepara-se para essa nova etapa da sua vida.

Você pode optar por criar um plano de negócios completo, como o modelo oferecido pelo próprio SEBRAE. Ademais, estruturar seus custos iniciais é muito importante e também verificar quanto você tem disponível como capital inicial para seu novo negócio. Isso te ajudará a escolher a melhor oportunidade que caiba dentro do seu bolso.

Por exemplo, se você deseja atuar com prestador de serviços – não importa a área, precisa entender como formalizar sua situação, o que você precisará comprar para começar, como irá divulgar o seu trabalho, se você terá que ter uma atividade paralela até começar a lucrar, como será o seu modelo de negócios (irá trabalhar sozinho, terá mais alguém, um sócio, etc.), como é o seu público-alvo, quais os canais irá utilizar para conectar-se com o mesmo, etc.

Formalização necessária para empreender com pouco dinheiro

Anúncios

Formalização necessária para empreender com pouco dinheiro

Conforme mencionamos, a formalização é muito importante na hora de começar a empreender.

Primeiramente, se a sua ideia é começar com pouco dinheiro, sugerimos que opte por ser um Microempreendedor Individual (MEI).

Assim, você precisará de uma pequena ajuda de um contador (ou do próprio SEBRAE, de forma gratuita) e pagará apenas um imposto mensal que varia de R$50,90 reais a R$55,90 reais, dependendo do ramo escolhido.

Além disso, o seu faturamento não poderá ultrapassar R$ 81.000,00 anuais anuais. Isso significa que você pode faturar R$5.000,00 reais ao mês e mais uma “gordura”.

Com a formalização você tem um CNPJ e com isso, acesso para benefícios sociais, tais como aposentadoria, licença-maternidade, licença por conta de problemas de saúde, emissão de nota fiscal, dentre outras vantagens bancárias.

Ademais, é importante destacar que os cinco primeiros anos do seu negócio são fundamentais, pois muitas empresas.

Isso porque, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 5 a cada 10 novas empresas fecham suas portas após esse período.

7 formas de empreender com pouco dinheiro

7 ideias de empreender com pouco dinheiro

Agora que você entendeu a importância de escolher uma ideia que caiba no seu bolso e tenha a ver com seu perfil e que é necessário realizar uma formalização, confira 7 ideias para empreender com pouco dinheiro a seguir.

Entregar marmitas

Entregar marmitas

Se você é um bom cozinheiro e gosta de criar novos pratos, a entrega de marmitas pode ser o ramo para você.

Você pode criar três categorias de marmita: individual, executiva e fitness.

O ramo saudável tem ganhado cada vez mais espaço, com uma alimentação sem glutén, sem lactose ou vegana.

Ademais, é possível começar dentro da sua casa, em sua cozinha. Muitas pessoas conseguem, sozinhas, fazer R$2.400 reais por mês com marmita.

E, quando você tem mais pessoas na sua família para ajudar, esse valor pode ser até maior.

Além disso, o custo inicial é apenas o dos insumos e a abertura de um CNPJ.

A divulgação, por sua vez, pode ser feita nas redes sociais e no Whatsapp, pedindo para amigos e conhecidos não só comprarem, mas auxiliarem compartilhando a novidade.

Além disso, você pode utilizar aplicativos como o iFood e Rappi para expandir o seu negócio, utilizando a opção “delivery”.

Assim, você pode até mesmo atender o público que gostaria de pedir pratos à noite.

Uma opção executiva e diferenciada pode ser uma alternativa para agregar mais valor.

Ou então, você pode optar por ter o próprio motoboy para fazer entregas ou utilizar seu carro.

Ademais, também é possível pensar em parcerias com empresas perto de sua casa para entregar o almoço e fazer um desconto se todos os funcionários decidirem encomendar com você.

Dar aulas particulares

Dar aulas particulares

Mesmo que você já seja um professor em uma instituição pública ou privada, é possível investir em aulas particulares também.

Aulas individuais costumam ter um maior valor agregado, ou para pequenos grupos de duas a três pessoas.

Contudo, você não precisa limitar-se às aulas presenciais.

Atualmente, existem diversas formas de divulgar o seu trabalho e dar aulas online.

Plataformas como Superprof, TutorMundi, Corujito, Beved e Profes permitem que professores das mais diversas matérias (história, matemática, português, geografia, etc) tenham alunos particulares pela internet. Além disso, os especialistas em idiomas podem optar pela iTalki, ganhando em dólares.

Mas, se você for um professor de música, de ensino superior ou qualquer outro conhecimento específico, você também pode criar um curso online e cadastrá-los em plataformas como a Udemy e Hotmart, tendo vários alunos ao mesmo tempo, sem precisar dar aula em tempo real.

E, se você é professor de educação física, pilates, dentre outras modalidades de atividade física, também há espaço para você.

Existem diversas plataformas que disponibilizam aulas online e aplicativos em que o aluno paga uma mensalidade para acessar aos treinos.

Investir em pequenas máquinas para operar em casa

Investir em pequenas máquinas para operar em casa

Caso você possua um pouco mais de dinheiro para começar a empreender, uma boa alternativa é comprar máquinas e operar dentro de sua própria casa.

Essas máquinas podem ser para criar estampa de camisetas personalizadas, sacolas, chinelos, canecas, dentre outros itens.

E é algo muito procurado em redes sociais para datas comemorativas ou apenas com item de decoração.

Dentre alguns exemplos, podemos citar a Fit Laser II, que tem um custo em torno de R$1 mil reais e permite que você confeccione até cem fuxicos por hora. Ademais, você não precisa utilizar tesoura, agulha ou linha.

A Prensa Transfer, por sua vez, é 5 em 1 e custa em torno de R$2 mil reais. Com ela, você pode realizar a personalização de taças, copos, canecas e outros produtos.

Com uma prensa de bótons, que custa em torno de R$1 mil reais, você pode confeccionar bótons de tamanhos diferentes, com todas as imagens possíveis, além de chaveiros e imãs para geladeira.

Por fim, a ChineloMaq, com um custo de até R$6 mil reais, permite que você produza chinelos e sandálias do tipo Havaianas.

É possível empreender sem precisar de dinheiro?

Atuar em sites de compra e venda

Primeiramente, você pode começar realizando uma verdadeira limpeza em sua casa e praticar o desapego. Então, utilize plataformas como a Enjoei, Mercado Livre e OLX para realizar essas vendas, ou até mesmo o Marketplace do Facebook.

Em seguida, você pode continuar atuando em vendas, oferecendo produtos de artesanato (se for uma habilidade de você possui) ou vendendo qualquer outro item que você considere interessante.

Você pode optar até mesmo por vender livros em sites especializados, como a Estante Virtual.

Ademais, uma das grandes vantagens é poder trabalhar sem estoque e diretamente da sua casa, pela internet.

A divulgação pode ser realizada pelas redes sociais e aproveitar os planos de assinaturas das plataformas para impulsionar suas vendas.

Abrir uma loja virtual

Abrir uma loja virtual

Outra ótima alternativa é ter sua própria loja virtual.

Se você é alguém que gosta de trabalhar na criação de itens de decoração, artesanato, bijuterias, moda ou outros produtos, ter a própria loja tem um custo baixo, ainda mais se você não precisar de estoque.

Que tal começar sua própria linha de roupas, com camisetas estampadas com frases famosas de cinema?

Existem lojas virtuais especializadas nisso e a encomenda é sob demanda, no estilo slow fashion, com consumo consciente.

O céu é o limite, tudo depende da sua criatividade para escolher um produto.

Assim, você pode trabalhar com produtos de beleza, venda de serviços (online), etc.

O modelo de negócios do tipo e-commerce é algo que está em crescimento exponencial e você pode aproveitar a oportunidade agora mesmo.

Atuar em marketing de afiliados

Atuar em marketing de afiliados

Ainda no ramo de vendas existe a opção para quem não quer criar produtos ou trabalhar com plataformas como a OLX e Mercado Livre, que exigirão uma certa logística com as encomendas e entregas, ou até mesmo no e-commerce.

Essa outra opção é o marketing de afiliados.

Assim, você, basicamente, atua como um representante de vendas de produtos e serviços de terceiros.

Você se cadastra em plataformas como a Hotmart, Eduzz ou Méliuz, escolhe os produtos que tem mais a ver com o seu perfil e as pessoas ao seu redor, afilia-se e passa a oferecê-los por meio das redes sociais e anúncios.

Dentre as opções, temos curso de designer de sobrancelha, confeitaria, curso de finanças pessoais, marketing digital, corte e costura, etc.

Assim, a cada venda realizada por meio do seu link, você ganhará uma comissão.

O valor varia de produto para produto.

A boa notícia é que você pode começar sem custo algum.

Abrir uma empresa de serviços

Abrir uma empresa de serviços

Se você não quer mais trabalhar como CLT, mas tem conhecimentos especializados, pode começar com uma empresa de serviços a um baixo custo.

Serviços de mentoria e consultoria são uma ótima opção.

Ou então, você pode trabalhar com a parte de tecnologia, oferecendo conserto de computador, celulares e outros dispositivos.

Além disso, outro serviço interessante é a manicure e pedicure, dentre outros serviços de beleza, que podem ser realizados a domicílio.

Ou então, oferecer o serviço de gestão de mídias sociais, que está cada vez mais sendo procurando, principalmente em plataformas de freelancer, como Workana, Upwork, Freelancer, etc.

É possível empreender sem precisar de dinheiro?

É possível empreender sem precisar de dinheiro?

Conforme você pode perceber, é possível empreender sem precisar investir o seu dinheiro.

Serviços que podem ser realizados diretamente pela internet, do conforto de sua casa, é uma opção, como o marketing de afiliados, consultoria, mentoria e gestão de mídias sociais.

Ademais, diversos outros projetos sob demanda disponíveis nas plataformas em busca de freelancers não exigem que você invista nem um centavo.

Bem como cadastrar-se em plataformas como professor particular.

Você pagará uma taxa à plataforma, mas apenas depois do serviço ter sido pago a você.

Assim, depois que você escolher a melhor opção e começar a empreender, é hora de pensar em como guardar o seu dinheiro.

Por isso, sugerimos que você clique no botão abaixo e leia na íntegra o nosso post sobre esse tema.

Em Alta

content

Como escolher um imóvel para comprar?

Descubra hoje como escolher um imóvel para comprar, quais tipos escolher, quais critérios usar e quais são os melhores para você, confira.

Continue lendo
content

Conheça o cartão de crédito Chase Sapphire Reserve

Muitos bônus, pontos e até mesmo recompensas por gastos. Esse é o cartão Chase Sapphire Reserve. Conheça mais sobre as vantagens que ele oferece aqui.

Continue lendo
content

O que é mais vantajoso: entregar a declaração do Imposto de Renda no começo, ou na data limite?

Vale mais a pena entregar a declaração do IR no começo ou no final do prazo limite? Entenda as vantagens e consequências.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Glossário do mercado financeiro

O mercado financeiro poussi vários termos como renda fixa, variáveis, tipos de ativos financeiros como CDB, Ações, Tesouro Selic. Saiba mais!

Continue lendo
content

Cartão de crédito Netshoes: o que é o N Card?

Conheça aqui o cartão de crédito da Netshoes e veja as vantagens de ser cliente Itaucard, com um cartão internacional e bandeira Visa.

Continue lendo
content

Conheça o cartão de crédito American Express Gold

Você conhece o cartão de crédito American Express Gold? Esse cartão famoso no mundo inteiro é feito para quem quer vantagens e segurança em um só lugar.

Continue lendo