Dicas

15 melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio

Há melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio, trabalharem e até aprenderem inglês. Eles vão desde os EUA até Malta. Confira!

por

Priscila B.

Publicado em

| Atualizado em

ANÚNCIOS

Conheça os melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio

melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio

Não há como negar: fazer um intercâmbio é o sonho da grande maioria das pessoas. As razões para sair do Brasil por um tempo são diversas: desde aprender ou aprimorar a comunicação de uma língua estrangeira até a mergulhar em um cultura totalmente diferente da nossa. Ainda, existem as razões profissionais, tendo em vista os bons olhos que as empresas veem em um currículo cujo intercâmbio faça parte, os trabalhos voluntariados e/ou não remunerados. Enfim, qualquer motivo que seja o seu, não podemos subestimar o fato de que é comum essa vontade de ter uma experiência no exterior. No entanto, para onde ir?! Se essa também é uma dúvida sua, então confira agora os 15 melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio.

15. Estados Unidos

Se tem um país que vem logo à mente quando o assunto é morar fora, ele é, com toda a certeza, os Estados Unidos. Não à toa, o número de brasileiros que buscam o sonho americano aumentou consideravelmente de uns anos para cá. Por exemplo, em 2018, 4,4 mil pessoas trocaram o Brasil pelos Estados Unidos por meio de processos legais, alta de 27,3% em apenas um ano.

Sobre os melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio, Estados Unidos é o clássico dos clássicos – com muito mérito, aliás. Dentre as diversas razões, entre elas o próprio sonho americano, o destino é perfeito para quem deseja aprimorar o inglês, um idioma universal necessário para qualquer bom emprego no mercado de trabalho.

14. Canadá

Assim como os Estados Unidos, o Canadá é um dos destinos favoritos dos brasileiros no quesito intercâmbio. Não à toa, afinal o país é realmente um dos melhores destinos para morar no exterior. Mas também… o que esperar do país com maior nível de educação do mundo, não é mesmo!? OBS: para se ter uma ideia do quanto este assunto é sério por lá, uma pesquisa da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) indicou que o Canadá tem 55% de seus adultos com ensino superior, o que é um das maiores porcentagens do mundo. Só no Brasil, a mesma pesquisa indicou apenas 14%. Ponto negativo pra nós!

Enfim, falando sobre intercâmbio, nós já sabemos que teremos no Canadá uma belíssima educação. Mas o que mais?! Além de aprender a se comunicar em inglês (ou francês, se for viver na cidade de Montreal), o país é mais em conta que os Estados Unidos e possui lugares de tirar o fôlego de qualquer um, a exemplo do Lago Louise, situado na província de Alberta. Ou seja, se deseja não só estudar fora, mas também conhecer lindas paisagens naturais, Canadá é um destino perfeito para você! Mas não se esqueça de contratar um seguro de viagem internacional, ok?

13. Inglaterra

Há destino mais tradicional para se aprender a falar inglês do que a própria Inglaterra?! Não, né?! Mãe da língua inglesa, ela é um dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio. Não só por conta do seu idioma oficial, mas também porque a Inglaterra é um dos lugares mais desejados do mundo em termos turísticos, principalmente devido à sua rica história.

No entanto, morar na Inglaterra tem um ônus bem grande para os brasileiros. Por ter como moeda oficial a libra esterlina, cuja cotação atual está ultrapassando a casa dos R$6,00, fazer um intercâmbio no país pode sair caro demais para os padrões financeiros da população do Brasil. Além disso, tem a questão do BREXIT, que é a saída do Reino Unido da União Europeia. Oficializada em janeiro de 2020, não se sabe muito bem como ficará o futuro – embora há quem diga que nada mudará para os brasileiros. Assim esperamos!

12. Espanha

Não é só de inglês que o mundo vive, não é mesmo?! Nos tempos de hoje, em que tudo está cada vez mais globalizado e conectado, falar apenas uma língua estrangeira não passa a ser um diferencial, mas sim um pré-requisito básico no mercado de trabalho. Então, é nessa hora que se mostra a importância de se comunicar também em espanhol, a segunda língua mais falada do mundo.

E qual país seria melhor para se aprender o espanhol do que a própria Espanha?! Não há! Ela, que está localizada na Europa e faz parte da União Europeia, é um dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio. Além de ser mais em conta do que o restante da região, é ainda possível arranhar um pouco de inglês por lá graças ao fato de receber turistas do mundo todo. Ou seja, é o famoso combo dois por um!

ANÚNCIOS

11. França

França

Além do espanhol, outra língua extremamente importante nos dias atuais é o francês. Por exemplo, comunicar-se neste idioma é fundamental até mesmo para as relações diplomáticas entre países. Não à toa, redigir uma prova em francês é uma das fases do Concurso de Admissão à Carreira de Diplomata – Instituto Rio Branco. Consegue agora perceber a importância da língua?!

Assim como o espanhol está para a Espanha, o francês está para a França. Logo, o país se torna o número 1 dos brasileiros que desejam aprender a falar o idioma ou aprimorar a sua comunicação. No entanto, como bem sabemos, a França é um país caro para se viver, principalmente se quiser morar em sua capital, Paris. Mas está tudo bem se você não abre mão de viver na cidade mais linda do mundo. Para isso, basta um bom planejamento financeiro para transformar o seu sonho em realidade.

5 melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio e trabalharem

Dos destinos que citamos acima, como os Estados Unidos, muito deles – se não todos – não permite que o aluno estude e trabalhe ao mesmo tempo. Com isso, o intercâmbio de longa duração pode se tornar oneroso demais para diversas pessoas. Então, como realizar o sonho de morar fora sem se quebrar financeiramente?! A solução é simples: escolha os lugares onde você pode fazer aquela graninha extra. E que lugares são esses?! É justamente sobre isso que falaremos agora!

10. Irlanda

Outro país queridinho dos brasileiros em termos de intercâmbio é, sem dúvidas, a Irlanda. Além de ser um destino relativamente mais barato quando comparado aos demais, o país é muito menos burocratizado. Como assim?! Independente do tempo programado para ficar no país, você poderá emitir o visto de turista ou de estudante sem a necessidade de emissão prévia, o que lhe economiza não só dinheiro, como tempo.

Além dessas condições facilitadas, a Irlanda tem diversos pontos positivos que a tornam um dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio. Obviamente, um deles é a própria língua inglesa, assim como o fato de ela estar na Europa, o que facilita visitar outros países da região. Todavia, em relação aos intercambistas, o que realmente se destaca no país é o fato de que é permitido estudar e trabalhar apenas com o visto de estudante. Mas atenção! Para que você possa estudar inglês e trabalhar na Irlanda, deve ficar, no mínimo, 25 semanas no país, sendo o tempo máximo de 2 anos.

09. Austrália

Conhecida por muitos como sendo o Brasil que deu certo, a Austrália é a queridinha dos intercambistas que não querem se desapegar de jeito nenhum de algumas características brasileiras. Isso porque o país possui um clima bem parecido com o nosso, em que até mesmo os período das estações coincidem, tem belezas naturais bem similares e, principalmente, belas praias pra quem sente a necessidade do mar.

Além de todos os aspectos positivos citados acima, a Austrália ainda permite que os intercambistas intercalem estudo e trabalho, o que configura uma oportunidade única em termos de experiência. Assim como a Irlanda, você precisa apenas optar pelo visto de estudante com permissão de trabalho. Com ele em mãos, você terá a permissão de trabalhar no país se estiver matriculado em um curso com mais de 14 semanas e que tenha carga horária mínima de 20 horas semanais. Oportunidade sensacional essa, hein?

08. Nova Zelândia

Nova Zelândia

Bem próxima da Austrália, a Nova Zelândia também faz parte do rol dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio. Isso porque, além de ter como língua oficial o inglês, a Nova Zelândia é um país de primeiro mundo, apresentando o menor índice de corrupção do planeta! Já pensou em viver em um lugar assim?! Parece até delírio para nós, brasileiros, não é mesmo?!

Mas as vantagens da Nova Zelândia não param apenas no fato de falarem inglês e não ser um lugar corrupto. Ela é um destino perfeito para quem gosta de belezas naturais aliadas a esportes radicais e calmaria, mesmo em uma cidade urbanizada, como é o caso de Auckland, a maior do país. E, para estar nesta parte da lista, você já sabe que é plenamente possível conciliar o estudo e o trabalho na Nova Zelândia. Melhor impossível!

07. Argentina

Se você deseja aprender o espanhol, mas não conseguiu levantar recursos financeiros o suficiente para ir à Espanha, não se preocupe porque há um país vizinho que pode lhe ajudar a quebrar este galho: a Argentina. Com a moeda local desvalorizada, morar em terras argentinas pode sair um bom negócio para os bolsos brasileiros, ainda mais em tempos de crise, como estamos passando.

Mas não é só devido aos baixos gastos diários que a Argentina sai à frente em relação a diversos outros países… Por fazer parte do Mercosul juntamente com o Brasil, não há quaisquer burocracias para que um brasileiro trabalhe no país vizinho. Todavia, se você quiser criar de vez raízes na Argentina, daí vai ser necessário obter o visto de residência, que lhe dará direito de permanecer e trabalhar no país por um período mais longo. O processo burocrático para a obtenção desse visto é meio chatinho, mas muito mais simples se comparado com de outros países.

06. Uruguai

Do mesmo modo que a Argentina faz parte do Mercosul e, por isso, não há grandes burocracias para os brasileiros trabalharem no país, há o Uruguai no mesmo pacote. Ou seja, o país, que inclusive já fez parte do Brasil, possui as mesmas facilidades que a Argentina tem no que diz respeito ao mercado de trabalho para os brasileiros.

Com isso, se o seu desejo é aprender a falar espanhol e trabalhar ao mesmo tempo, fica a seu critério qual país escolher, pois tanto o Uruguai e a Argentina têm características bem semelhantes. No entanto, sempre há um ponto positivo e negativo para ressaltar. No caso do Uruguai, o país possui lindas praias e um povo mais gentil, mas o custo de vida é bem mais alto do que o argentino. Enfim, cada escolha é uma consequência, não tem jeito!

Conteúdo Recomendado

Como Conseguir Vaga no Mercado de Trabalho em 2021

Confira nossas dicas para conseguir uma oportunidade de trabalho no ano de 2021, principalmente em termos de quais são as melhores vagas e áreas de atuação.

5 melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio e aprenderem inglês

Voltemos para o inglês... Nós bem sabemos o quão importante é falar o idioma nos dias atuais. Como já dissemos acima, saber se comunicar na língua inglesa não é mais um diferencial no mercado de trabalho, mas sim um pré-requisito básico. No entanto, os países que falam inglês possuem um custo de vida mais alto do que o do Brasil. Mas calma que para tudo se tem uma solução! Selecionamos os 5 melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio e que são realmente baratos para aprender inglês. E aí, bora saber mais?!

05. Malta

Pouco conhecida pelos brasileiros, Malta é uma ilha paradisíaca em pleno mar mediterrâneo, situada na Europa entre a Sicília e a costa do Norte da África. Com muitos locais históricos relacionados a uma sucessão de governantes, entre eles os romanos, os mouros, a Ordem Soberana e Militar de Malta, além de contar com incríveis praias, Malta é, com toda a certeza, um dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio.

Com uma beleza natural exuberante - inclusive, há quem recomende não visitar o país para não correr o risco de se apaixonar, Malta é um destino perfeito para os brasileiros morarem no exterior. Isso porque o país tem como língua oficial o inglês, o que o torna ideal para quem deseja aprender o idioma, possui um clima muito semelhante com o do Brasil e - a melhor parte! - é muito mais econômico do que o restante da Europa.

04. África do Sul

Outro país com características bem parecidas com as do Brasil é a África do Sul. Considerada também como um dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio, ela é uma ótima alternativa e solução para quem deseja aprender inglês sem gastar muito.

Além de aprender o inglês, o intercambista, se optar por morar em Cape Town, poderá vivenciar uma das cidades mais animadas do mundo, principalmente no verão. Ainda, irá conhecer paisagens naturais únicas, como a Boulders Beach, praia dominada pelos pinguins, e, é claro, os tradicionais safáris africanos. Ou seja, sabe um país que oferece um pacote completo a seus intercambistas?! Pois então, a África do Sul é um deles!

03. Índia

Com certeza, um dos destinos mais improváveis para se fazer um intercâmbio é a Índia. Embora muitos o considerem principalmente para fazer retiros espirituais nos ashrams ou trabalhos voluntários, o país é bem pouco procurado pelos brasileiros que desejam aprender o inglês. Uma pena, pois eles estão perdendo a oportunidade de estudar num lugar que é quase uma pechincha para os padrões financeiros do Brasil.

O motivo da Índia não ser uma das possibilidades mais populares para morar no exterior tem uma razão. Embora esteja na nossa lista por ser um dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio, principalmente por conta do inglês e do baixo custo de vida, é preciso que os intercambistas sejam extremamente flexíveis e adaptáveis ao optar pela Índia. Isso porque a cultura do país é muito diferente da nossa, o que pode causar um impacto (às vezes, até negativo) muito grande nos brasileiros.

02. Filipinas

Você já parou para pensar qual é o idioma oficial das Filipinas?! Caso ainda não, então tente acertar! (...) E aí?! Se você falou “filipino”, não está de todo errado. No entanto, esta não é a única língua falada por lá. Provavelmente, se você não conhece muito bem a história das Filipinas, jamais iria pensar que o inglês também é considerado idioma oficial do país. Pois é, é isso mesmo que você leu!

Graças à influência dos Estados Unidos, que já dominou o país no passado, as Filipinas passou a ter o inglês como idioma oficial desde 1935. Com isso, você já sabe, né!? O lugar ganhou o seu merecido espaço na nossa lista dos melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio justamente porque é possível aprender a língua inglesa lá sem se quebrar. Além disso, as Filipinas conta com muitas opções de lazer e turismo, dentre elas diversas praias de deixar qualquer um de queixo caído.

01. Chipre

Não, você não leu errado! Ainda desconhecido pelos brasileiros, Chipre é o nosso destino número 1 no que diz respeito aos países realmente baratos para aprender inglês. Considerada uma das maiores ilhas do Mar Mediterrâneo, com praias cristalinas e clima ameno, Chipre já fez parte do Império Britânico e, por isso, o inglês é amplamente falado pela população local. No entanto, há algumas observações a serem feitas sobre o país. Ele é super receptível a estrangeiros, além de possuir uma enorme riqueza natural e cultural; todavia, atualmente, há uma relativa instabilidade política. E aí, sabendo disso, você se arriscaria a morar no Chipre?!

E então, o que achou do nosso texto sobre os 15 melhores países para os brasileiros fazerem intercâmbio? Com certeza, você deve ter se interessado por algum em específico. Se sim, então bora tornar seu sonho em realidade! Não tenha dúvidas de que, ao fazer isso, arrependimento não será uma palavra do seu dicionário.

Conteúdo Recomendado

Os 30 lugares proibidos no mundo

A realidade é que, sim, há regiões aqui nesse nosso planeta em que você não poderá pisar. Quer saber quais são?! Então se liga no nosso texto e descubra agora mesmo!

Cartões

Como solicitar o Cartão BTG+ Black

BTG+ Black é uma modalidade de cartão de crédito com uma série de vantagens e benefícios exclusivos. Clique e saiba como solicitar o seu!

por

Aline Saes

Publicado em

| Atualizado em

Cartão BTG+ Black

Cartão BTG+ Black

Muita gente ainda não sabe que é possível ter uma conta digital no BTG + que possibilita usufruir de uma série de vantagens, além de poder solicitar o seu próprio cartão BTG+ Black. E esse é um cartão bastante interessante para quem tem renda mais alta e pretende ter investimentos com o banco BTG.

Pois a versão Black do cartão de crédito possui uma série de benefícios BTG adicionais, além da cobertura nacional e internacional com todas as vantagens da bandeira Mastercard.

Ou seja, o cliente tem benefícios a mais em relação às demais categorias de cartão de crédito do BTG (Gold e Platinum). Além disso, poderá contar com a bandeira mais aceita por estabelecimentos no mundo, com seu programa exclusivo de benefícios Mastercard Surpreenda.

Principais vantagens BTG+ Black

Principais vantagens BTG+ Black

Muita vantagem em um só cartão, não é?

Mas além disso, o cliente BTG+ Black poderá contar também com uma versão virtual do seu cartão para compras online e de serviços digitais, além de poder pagar por aproximação com o serviço Contactless.

Mas atenção, pois a versão BTG + Black não é isenta de anuidade. Ou seja, você precisa pagar uma taxa anual de 1080 reais, ou 12 x de 90 reais mensais.  Porém a depender do seu perfil consumidor pode valer a pena por conta dos muitos benefícios e programas de vantagens extras com acúmulo maior de pontos, etc.

Também não se esqueça de toda a praticidade que poderá ter com suas transações financeiras facilmente administradas diretamente através do aplicativo do BTG+, que lhe permite consultar saldo e valor de fatura, ajustar limite e utilizar seu cartão virtual.

Então, se quiser fazer a solicitação do seu cartão BTG+ Black , continue lendo nosso artigo. Pois criamos um passo a passo com todas as informações que você irá precisar para solicitar o seu cartão, a partir de diferentes canais.

E para simplificar, conheça a seguir a lista de principais vantagens do cartão de crédito BTG+ Black:

  • Processo de solicitação totalmente online;
  • Uso nacional e no exterior;
  • Chip de segurança com geolocalização;
  • Pagamento por aproximação Contactless;
  • Aceito em milhares de estabelecimentos e sites nacionais e internacionais da bandeira Mastercard;;
  • Controle do cartão pelo app BTG+;
  • Mastercard Airport Concierge;
  • Assistência Global para emergências;
  • Assistente de viagens exclusivo;
  • Benefícios e facilidades associados a sua conta digital;
  • Mastercard Surpreenda;
  • Anuidade zero sem valor mínimo de gastos mensais;
  • Mastercard Travel Rewards;
  • Programa Invest+ (opcional) para você começar a investir;
  • Saques na rede Banco24Horas;
  • Acesso a carteiras digitais, como Apple Pay e Google Pay;
  • Alteração do limite a qualquer momento;
  • Acesso a cartão virtual para compras online e de serviços digitais, como Netflix, Ifood, Uber, etc;
  • Parcelamento da fatura em até 24 meses;
  • Sala VIP no aeroporto de Guarulhos;
  • Dois tipos de seguro: proteção de preços e garantia estendida para produtos comprados usando o seu cartão.
  • Mastercard Airporto Experiences pelo programa LoungeKey;
  • Boingo WiFi.

Portanto, confira o que trouxemos para você a seguir!

Passo a passo para solicitar Cartão BTG+ Black

Passo a passo para solicitar Cartão BTG+ Black

Como queremos facilitar todo o processo de solicitação do seu BTG+ Black ainda mais fácil, criamos esse passo a passo. Com ele, você poderá entender a melhor forma de fazer o pedido do seu cartão de crédito a partir de diferentes canais, como online, telefone e pelo app.

Vamos lá?

Solicitar online

Solicitar online

Você sabia que solicitar o seu cartão BTG+ Black pela internet é a maneira mais prática de obter seu cartão? Pois tudo depende apenas de você e poderá fazer a qualquer momento. Mas primeiro você precisa ter sua conta digital no site do BTG+.

Então, primeiro é preciso que você acesse o site do banco BTG e clique na opção “abrir minha conta” no alto da página do lado direito.

Após fazer isso você irá ver uma página que lhe pede para preencher um formulário de cadastro com alguns documentos e informações pessoais. E entre as informações que serão necessárias estão:

  • RG, CNH ou CPF;
  • Número de telefone;
  • Endereço de e-mail;
  • Data de nascimento;
  • Usuário e senha para login na plataforma digital.

Então, você receberá um e-mail e um SMS com os códigos que receber para fazer o login em sua conta digital diretamente no aplicativo no smartphone.

E, após uma rápida análise de seus documentos e informações pessoais, você poderá acessar sua conta digital e solicitar também o seu cartão de crédito BTG+ Black. Finalmente, após uma análise de crédito, você saberá se tem a aprovação ou não para ter um cartão da modalidade Black.

Assim, se você preencher todos os requisitos de score de crédito, o seu cartão vai chegar no endereço que está em seu cadastro na sua conta digital. E tudo o que ocorre com seu cartão pode ser administrado através do app do BTG+.

Solicitar via telefone

Solicitar via telefone

Já para quem ainda prefere fazer a solicitação do cartão BTG+ Black através do atendimento telefônico, também será possível. Para tanto, será preciso ligar diretamente com a Central de Relacionamento do BTG de segunda à sexta-feira (exceto feriados) das 08h às 22h, através dos seguintes números de telefone:

  • 3003-9500 - (Capitais e regiões metropolitanas)
  • 0800-777-9500 - (Demais localidades)

Dessa forma você irá conversar diretamente com um atendente, informando que você quer abrir uma conta digital e também solicitar um cartão de crédito na modalidade Black. Assim, você conseguirá fazer o seu cadastro na conta digital do BTG+ e também fazer a solicitação do cartão BTG+ Black em seguida..

Baixar aplicativo

Baixar aplicativo

Será sempre preciso fazer o download do aplicativo do banco, já que é somente através dele que você consegue gerenciar sua conta e cartão de crédito diretamente pelo celular.

E para fazer esse download você pode acessar diretamente o site do BTG+. Pois logo na página principal do site há um botão que te direciona para iniciar o download do aplicativo.

Assim, basta que você clique no botão “Baixe o app”. Mas caso prefira, também é possível realizar o download diretamente pela loja de apps do seu celular tanto para sistema IOS (Apple) ou para Android. Mas sempre se certifique de que acessou a página de downloads do aplicativo oficial do banco, tenha cuidado com falsos apps.

Então, após baixar o aplicativo você consegue fazer o seu cadastro para ter a sua conta digital BTG + e fazer a solicitação diretamente pelo app do seu cartão BTG+ Black.

Cartão BTG+ Platinum ou Cartão BTG+ Black?

Cartão BTG+ Platinum ou Cartão BTG+ Black?

De maneira geral os benefícios da versão Platinum e da BTG+ Black são bem semelhantes. Todavia, quem adquirir o Black irá ter acesso a algumas vantagens exclusivas, como as salas VIP no aeroporto de Guarulhos, e também os serviços da rede LougeKey..

Além disso, os clientes do BTG+ Black podem acessar o programa Invest+ com vantagens na pontuação em relação ao cartão Platinum. O sistema Invest + permite que parte dos gastos em compras com seu cartão de crédito sejam revertidos para um programa de cashback diretamente em um fundo de investimentos do BTG Pactual. 

Assim, quem tem o BTG+ Black consegue reverter 1% dos seus gastos com o cartão para esse fundo de investimentos. Ou seja, você gasta e ainda recebe 1% do que gastou de volta como um investimento!

E para que entenda, a versão do cartão de crédito Platinum conta com uma taxa de anuidade menor em relação à Black, mas possui menos vantagens e converte apenas 0,75% dos seus gastos em investimentos no sistema Invest+. 

Já o cartão BTG+ Black oferece mais benefícios adicionais, mas também cobra taxa de anuidade mais alta, no valor de 1080 reais, ou 12 vezes de 90 reais. 

BTG+ PlatinumBTG+ Black
Renda MínimaNão informadaNão informada
Anuidade12 x de R$45 reais ou R$540 reais12 x de R$90 reais ou R$1080 reais
BandeiraMastercardMastercard
CoberturaInternacionalInternacional
BenefíciosMastercard Surpreenda, Mastercard Rewards e Travel; Invest+ com 0,75% dos gastosMastercard Surpreenda, Mastercard Rewards e Travel, Sala VIP e Invest+ com 1% dos gastos
Continuar Lendo

Em Alta