Finanças

Nube: iniciativa para inclusão de negras e negros no mercado de trabalho

Entenda como a Nube está auxiliando no Pacto Social, iniciativa para inclusão negras e negros no mercado de trabalho e o que você pode fazer

Anúncios

De acordo com dados do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a taxa de desemprego atual está em 11,8%.

Entretanto, o problema está além disso:

É possível notar um desequilíbrio em que o índice de desemprego é de 9,8% para brancos, enquanto para negros está em torno de 14,8%. O que mostra uma grande disparidade entre ambos e a necessidade de modificar essa realidade.

O Nube surge não só como uma ponte entre estudantes, instituições de ensino e empresa, mas como uma forma de inclusão de jovens universitários negros e negras no mercado de trabalho. 

Precisamos abordar o passado escravocrata do Brasil, que é historicamente recente. E, portanto, ainda gera consequências hoje, que podem ser vistas na desigualdade racial extremamente presente no país. 

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio – Pnad, dos 12,8 milhões de desempregados existentes, 8,2 milhões são pessoas pretas e pardas.

Em outras palavras, a cada três pessoas que não possuem uma ocupação formal, duas delas são pretas. 

Para a Kelly Querido, supervisora comercial do Nube, não há um número significativo de empregadores e movimentos que tentam mudar essa realidade assustadora. Ela acredita que as jovens negras e negros precisam de uma rede de apoio.

As instituições de ensino estão recebendo mais pessoas pretas e pardas, mas o indicador de aproveitamento e as chances de empregabilidade ainda são muito baixas.

Por esse motivo, é preciso lutar contra o racismo estrutural e garantir a inserção dos negros no mercado.

Para isso, é preciso que empresas e empresários promovam mais diversidade em suas ações e mais oportunidades para esses jovens. E o Nube está fazendo sua parte e pode te ajudar a fazer a sua também!

O que é o Nube?

Anúncios

O que é o Nube?

O Nube é considerado uma das maiores organizações privadas que trabalham com a colocação de jovens no mercado de trabalho.

Primeiramente, começou a atuar como um agente de integração entre empresas, instituições de ensino e estudantes.

Depois, passou a oferecer vagas de aprendizagem por meio de organizações parceiras. 

O principal objetivo do Nube é conseguir identificar, selecionar e então qualificar os candidatos aos programas de estágio e aprendizado oferecidos no mercado de trabalho. 

Para isso, a empresa atua de acordo com as leis vigentes: Lei de Estágios n.º 11.788/08, Lei de Aprendizagem 10.097/00 e Decreto 9.579/18.

O seu atendimento é moldado através dos pilares de trabalho em equipe, treinamento contínuo, planos motivacionais centrados nos elemento humano e excelência na prestação de serviços. 

O Nube conta com mais de 18 mil instituições de ensinos em todo território nacional e mais de 12 mil empresas clientes, que são atendidas por um call center moderno e com uma infraestrutura ampla. 

O Nube utiliza um sistema com uma tecnologia da informação único em todo o país especializado em colocação de jovens no mercado de trabalho. A gestão das candidaturas é realizada via internet, de forma prática, rápida e funcional.

Já são mais de 950 mil estudantes colocados no mercado desde 1998. E, atualmente, o Nube conta com mais de 6 milhões de currículos em seu banco de dados.

É quase impossível que sua empresa não encontre o candidato ideal por lá. 

O Nube, contudo, decidiu ir além da colocação de jovens no mercado.

Foi convidado pelo Ministério Público do Trabalho a aderir ao pacto social.

Ele tem como objetivo diminuir a desigualdade racial no mercado de trabalho, com iniciativas de inclusão de negras e negros no mercado de trabalho.

O que é o Pacto Social do Ministério Público do Trabalho?

O que é o Pacto Social do Ministério Público do Trabalho?

O Pacto Social foi firmado entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e as 15 maiores agências de publicidade do Brasil. O intuito foi ampliar o espaço para jovens universitários negras e negros no mercado nacional. 

Esse movimento inclusivo da publicidade foi nomeado Conexão Negra, ligado ao Pacto Social criado pelo MPT, que irá contemplar outros segmentos.

A meta para as empresas que aderiram ao pacto é conseguir aumentar em 30% o número de contratações de jovens negros em nível de estágio, analistas e assistentes e em 20% para níveis de média e alta gerência. 

A Conexão Negra é um projeto que foi criado com parceria do Instituto Ilê Ayê, Caritas Brasil, Instituto Ethos, ONU Mulheres, Pacto Global e Ministério Público do Trabalho. Espera-se aumentar assim a empregabilidade de negros e pardos no Brasil. 

O documento foi assinado de forma oficial no no dia 23 de setembro de 2019, durante o Festival do Clube de Criação, em São Paulo.

Dentre as agências que aderirem ao Pacto Social, estão: Africa, Artplan, DPZ&T, F/Nazca, FCB, Wunderman Thompson, Leo Burnett Tailor Made, Mutato, Ogilvy, Publicis, SunsetDDB, Talent Marcel, Tribal, WMcCann e Y&R.

Parceria do com o MPT

Anúncios

Parceria do Nube com o MPT

O Nube, por sua vez, assinou o documento no dia 21 de outubro de 2019, firmando a parceria com o Ministério Público do Trabalho. Assim, dando início a iniciativa para inclusão de negros e negras no mercado de trabalho. 

Para conferir o documento que foi firmado junto  à Coordenadoria Regional de Promoção de Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho (Coordigualdade), basta clicar aqui.

E para entender a justificativa legal da inclusão de negros e negras, confira a nota técnica do MPT.

Segundo a procuradora responsável pela Coordigualdade, Valdirene Silva de Assis, presente na assinatura do Pacto, ela está muito feliz pela participação do Nube. “Todos no setor privado devem pensar em como a sua área de atuação pode contribuir com a integração de grupos excluídos. Com essa participação, quando as corporações chegarem até o Nube com uma demanda de diversidade serão bem recepcionadas”.

A iniciativa entre o Nube e o MPT abre o diálogo para defender os direitos das pessoas pretas e pardas.

O intuito é compreender as demandas étnico-raciais do mercado de trabalho e atuar nos seguintes eixos, prioritariamente:

I – promoção da igualdade racial;

II – formação e qualificação profissional;

III – contratação. 

Seja você universitário, participante de uma instituição de ensino ou gerente de RH de uma empresa, a Nube pode te ajudar a promover iniciativas para inclusão de negros e negras no mercado de trabalho. 

O que o Nube faz?

O que o Nube faz?

Basicamente, conforme mencionamos, o Nube oferece soluções laborais para estudantes, empresas e instituições de ensino. 

Estudantes encontrarão ofertas de estágio e programas de aprendizagem. As vagas presentes no sistema são preenchidas em tempo real e é possível localizar as que melhor se encaixam com o perfil de quem procura. 

Ademais, são oferecidas dicas para que os candidatos tenham sucesso nas dinâmicas e entender as exigências do mercado de trabalho, as profissões do futuro.

Além disso, também tem acesso à legislação de estágios e aprendizagem, ficando ciente de seus direitos e deveres. 

Os serviços são oferecidos gratuitamente para os estudantes. 

Para empresas, o Nube auxilia a encontrar os melhores talentos em um banco de dados de mais de 6 milhões de currículos.

Dentre os serviços, estão a pré-seleção de estagiários e aprendizes. Além disso, o Nube também oferece administração, programas de estágios, seguros, dentre outros serviços. 

A grande vantagem para as empresas é a agilidade da seleção de um candidato mais preparado, não importa o segmento.

Ademais, ela conta com um atendimento personalizado e o sistema conhecido como Gestor Online.

O compromisso do Nube é superar as expectativas com um atendimento de alta qualidade. 

Para instituições de ensino, por sua vez, a grande vantagem é manter o estudante em sala de aula!

Para isso, o Nube oferece o programa de aprendizagem, que é uma maneira de inserir o jovem no mercado de trabalho e motivá-lo a permanecer estudando.

São mais de 18 mil instituições de ensino conveniadas. 

Iniciativas para inclusão

Iniciativas para inclusão 

De fato, a parceria entre a Nube e Ministério Público do Trabalho por meio do Pacto Social é uma grande iniciativa para reduzir a desigualdade racial entre jovens universitários brancos, pretos e pardos. 

Embora ainda seja um tema pouco discutido, o mercado de trabalho apresenta um grande abismo social em termos de oportunidades para oferecidas para negros em comparação às oferecidas para brancos.

Essa falta de representatividade colabora ainda mais para o racismo estrutural. E ele precisa ser combatido!

Mas, para uma iniciativa ser bem sucedida é preciso compreender o contexto histórico que envolve a luta das pessoas pretas e pardas no Brasil. E também o entendimento do racismo velado (estrutural) que a sociedade brasileira enfrenta. 

As empresas precisam entender que não existe diversidade sem inclusão.

Para essa inclusão ocorrer, no entanto, é preciso se transformar.

Não basta contratar pretos e pardos, mas construir um verdadeiro ambiente diversificado e plural, que debate, escuta e integra. 

Toda a estrutura de seleção de jovens estagiários e aprendizes foi desenvolvida para pessoas brancas.

Sendo assim, os processos de recrutamento precisar ser modificados partindo do princípio de que a jornada profissional de uma pessoa negra não é igual a de uma pessoa branca. 

Felizmente, existem ações e movimentos que atuam na educação da sociedade em relação à transformação laboral necessárias.

E, além disso, empresas que estão atuando para contribuir com a inclusão e participação de todos na sociedade, criando oportunidades reais. 

Pretos e pardos no mercado de trabalho

A ONG Britânica World Heal the World divulgou um estudo do Mapa do Ódio no Brasil. Esse estudo divulgou dados assustadores e que nos fazem compreender melhor como o racismo é velado no país. 

Em 2018, foram registrados mais de 12 mil crimes de ódio no Brasil, sendo que 70,47% desses crimes são motivados por preconceito racial. 

O racismo no Brasil existe, sim.

Ele é institucionalizado e por isso é tão fundamental compreender como ele reflete tanto na sociedade brasileira como um todo quanto na construção da identidade de pessoas negras. 

O abismo entre oportunidades para brancos e negros gera um efeito bola de neve no contexto sócio-econômico.

Nesse sentido, caso nada seja feito, cada vez mais veremos pessoas brancas em cargos de alta e média gerência, enquanto negros estarão aptos apenas para serviços braçais e sem necessidade de qualificação educacional. 

E esses impactos podem ser claramente visto em forma de dados quando apenas 4,7% dos profissionais C-level do Brasil são formados por pessoas negras. E quando se fala em mulheres negras, o número cai para 0,4%. A grande maioria de mulheres negras, em torno de 30%, atuam em condições precárias de trabalho. 

Ademais, 80% das empresas afirmam que não possuem medidas de inclusão de pessoas negras em suas contratações. 

E o que as empresas devem levar em conta na hora de transformar seus processos de contratação?

Em linhas gerais, precisam entender que a minoria ao adentrar em um ambiente competitivo de mercado se depara com situações em que já começa em desvantagem.

Afinal, é preciso levar em conta as diferenças sociais que jovens pretos e brancos tiveram ao longo de sua educação.

Ou seja, é necessário promover medidas que reforcem a igualdade e não aumentem a disparidade entre os candidatos. 

Empresas com diversidade alcançam melhores resultados

Empresas com diversidade alcançam melhores resultados

Quer um motivo para sua empresa reforçar medidas de igualdade, além da questão do racismo estrutural?

Uma pesquisa da McKinsey mostrou que empresas cujos quadros de colaboradores tem diversidade étnica tem uma performance muito melhor em relação às empresas que não tem. 

A BCG, por sua vez, compartilhou um estudo que mostra um aumento de 19% em receita em empresas que investem em iniciativas em prol da diversidade, principalmente quando se fala de cargos de liderança.

Esses efeitos se dão por conta de integrar diferentes perfis, com experiências completamente diversas entre si, o que promove um ambiente criativo, disruptivo e motivador para entrega de resultados ainda melhores. 

A contribuição do Nube

A contribuição do Nube

Nesse sentido, o Pacto Social criado pelo Ministério Público do Trabalho é fundamental para auxiliar tanto empresas e instituições de ensino, como os próprios estudantes negros e pardos a entenderem como se posicionar e criar oportunidades.

O Nube contribui ativamente com essa iniciativa e está aqui para auxiliá-los nesse processo, conforme mencionamos anteriormente.

Para isso, ele também oferece cursos online com o objetivo de qualificação profissional de estagiários e aprendizes.

Acesse o link www.nube.com.br/ead e confira. Ressaltamos que todos os serviços para o estudante são gratuitos.

Em Alta

content

Superdigital x Itaucard Click: descubra qual escolher

Quer fazer um cartão de crédito mas não consegue comprovar sua renda? Confira os cartões Superdigital e o Itaucard Click

Continue lendo
content

LG oferece vagas de emprego em diversas áreas para trabalhar em São Paulo

A LG oferece vagas de emprego com contratação imediata para profissionais de diversos setores atuarem em São Paulo. Confira mais agora mesmo!

Continue lendo
content

Band abre as inscrições do MasterChef 2022

Se você tem o sonho de se tornar um chef de cozinha renomado, não perca tempo e faça suas inscrições no MasterChef 2022!

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Serasa Limpa Nome promete descontos de até 99% e quitação de débitos em até R$100!

O Feirão Serasa Limpa Nome online promete condições especiais com até 99% de desconto na renegociação de débitos em empresas parceiras!

Continue lendo
content

Cartão Le Biscuit fatura: como emitir segunda via

Está com dificuldade em acessar a cartão Le Biscuit fatura? Ela pode ser emitida através do app ou site de forma simples, rápida e prática.

Continue lendo
content

Cartão Le Biscuit: descontos exclusivos e parcelamento especial

Quer ter descontos exclusivos na loja Le Biscuit e um cartão cheio de benefícios para você? Conheça aqui o cartão de crédito Le Biscuit.

Continue lendo