Contas digitais

Conheça a plataforma Wise

Saiba tudo sobre a Wise, antiga Transferwise, com destaque para suas funcionalidades e vantagens. Confira e descubra as novidades!

Anúncios

por Duda Razzera

04/08/2020 | Atualizado em 31/05/2021

A TransferWise agora é Wise: saiba tudo sobre!

Conheça a Wise
Conheça a Wise

A antiga TransferWise agora se chama Wise, e continua trazendo economia de tempo e dinheiro para seus clientes, com transferências realizadas totalmente online em contas digitais exclusivas. Ou seja, você não precisa se deslocar para uma agência ou ficar no telefone com algum atendente para enviar dinheiro para o exterior.

São apenas cinco minutos para se cadastrar na plataforma. Pronto!

Pois a Wise é uma plataforma online e uma das mais baratas e de interface intuitiva que existe no mercado para a movimentação de valores. Ademais, possui uma conta digital e cartão de débito exclusivos, que ainda não está disponível no Brasil.

Mas para facilitar para você, reunimos aqui as principais informações sobre a Wise! Então, continue com a gente e confira!

Como solicitar a conta Wise

A conta Wise facilita as suas movimentações de dinheiro no Brasil e exterior! Confira como solicitar online e aproveitar as vantagens.

Anúncios

O que é a Wise?

A plataforma é uma ferramenta que funciona 100% online e permite que você envie quantias de dinheiro para o exterior sem burocracia, de forma ágil e prática, além de ser bastante seguro.

Pois são mais de 10 milhões de pessoas que usar a plataforma para movimentar valores em transações internacionais através de TED e boleto bancário.

Assim, a fintech, com certeza, despontou e caiu no gosto do público por conta de suas taxas bem inferiores às instituições tradicionais.

Atualmente, o serviço está disponível em mais de 100 países ao redor do mundo. E o melhor: é gratuito!

Pois a fintech começou em Londres através de dois estonianos que sentiram a necessidade de simplificar a transferência de recursos financeiros entre contas bancárias de países distintos.

Ou seja, a premissa da empresa é, de fato, ter economia e repassá-la para os seus clientes, ao tornar as remessas mais baratas do que outros bancos tradicionais que oferecem serviços similares.

São mais de 1.300 rotas de moedas diferentes possíveis para envio de dinheiro.

Quais são as vantagens da Wise?

Quais são as vantagens da Wise?
Quais são as vantagens da Wise?

A fintechpossui diversas vantagens e algumas já mencionamos brevemente acima. Mas, iremos descrevê-las com mais detalhes a seguir.

  • Taxas inferiores. As remessas são muito mais baratas. Isso porque o câmbio oficial é utilizado na hora da conversão. Assim, você paga apenas uma comissão pequena pela transferência.
  • Valores transparentes. Na fintech, o valor simulado é o mesmo que você pagará ao realizar a transação. As cobranças são realizadas durante o recebimento, sem surpresas desagradáveis no final.
  • Transferências seguras. Quando se fala em dinheiro, segurança nunca é demais. A empresa é legalizada em todos os países em que opera. Ou seja, é regulada pelos bancos centrais e órgãos regulamentadores locais, conforme a legislação.
  • Processo simplificado. Para realizar a transferência, você só precisa gerar um boleto e realizar o pagamento no valor que deseja transferir. A criação da conta na Wise é gratuita. Além disso, o pagamento também pode ser feito por TED aqui no Brasil. Em apenas dois dias úteis o destinatário irá receber o dinheiro em sua conta. Muito mais comodidade para você.
  • Liberdade bancária. Você não precisa ter uma conta na fintech, podendo utilizar uma conta do seu próprio banco. Ou seja, não fica preso e nem precisa gerenciar mais uma conta corrente.
  • Custos reduzidos: com autorização para operar no Brasil como corretora, os seus custos ficaram ainda mais reduzidos. Afinal, não precisará mais de outras empresas para realizar suas transações, sendo ela própria a atuante, com porcentagem média de 0,74% do valor total da operação.
  • Envio para estudantes: opções de envio de pessoas físicas para instituições de ensino no exterior. Assim, quem faz intercâmbio se beneficia bastante.

Anúncios

Como é calculada a tarifa?

O cálculo da tarifa leva alguns fatores em consideração. São eles: taxa de câmbio, valor enviado, método de pagamento escolhido e o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras).

  • Taxa de câmbio. Cada moeda tem sua própria cotação e regulamentação. Sendo assim, o valor será diferente em cada caso. É importante destacar que a fintech utiliza a taxa de câmbio comercial. Ou seja, a mesma utiliza pelos bancos na hora de transferir dinheiro.
  • Valor enviado. Dependendo do montante total que enviar, você terá uma cobrança a mais. Isso porque a Wise cobra uma tarifa para essa remessa. Ela é uma porcentagem do valor que você converteu. Mas, fique tranquilo: a comissão é pequena.
  • Método de pagamento escolhido. Caso você opte por realizar uma transferência deverá pagar pelos custos de emissão, além das taxas cobradas pelo seu banco para realizar a transação.
  • Alíquota do IOF. Esse é o imposto federal sobre as transações de crédito, seguros e câmbio. Se você for enviar dinheiro para sua própria conta, a alíquota será de 1,1% do valor total. Mas, se enviar para outra pessoa, a alíquota é de 0,38% do valor total. O IOF já está no valor final desde o início da transação.

Quais as opções de pagamento da Wise?

Quais as opções de pagamento da Wise?
Quais as opções de pagamento da Wise?

Conforme mencionamos, existem duas opções de pagamento na Wise.

A primeira é por meio da transferência. Você precisa seguir as instruções disponibilizadas na plataforma e lembre-se de que não é possível fazer pagamento por DOC ou depósito bancário. Sempre escolha a TED. Nessa opção, você precisará arcar com os custos de emissão e as taxas cobradas pelo seu banco para realizar a operação.

Por outro lado, você pode realizar o pagamento por boleto bancário. Para isso, deverá levar em conta os valores máximos de transferência e pagamentos possíveis pelo seu banco pela internet. Sempre verifique previamente os limites autorizados pelo seu banco.

Quais os preços da Wise?

Não há mistério nos preços da Wise. Você precisa escolher a moeda destino, e entender a cotação e regulamentação do país.

Atente-se de que o valor será diferente para cada um dos 50 países disponíveis.

Em seguida, pense na forma de pagamento, conforme mencionamos anteriormente.

Se for boleto bancário será um valor e na transferência, você terá que entender as taxas de emissão e outras cobranças do seu banco.

Por fim, também terá que pagar o IOF que incide sobre transações de câmbio.

Para uma conta de sua titularidade, o valor é de 1,1% sobre o valor total. E, em caso de ser um terceiro, será 0,38% do valor total.

A fintech disponibiliza no site oficial uma tabela com o valor de R$1.000 reais e os preços equivalentes em cada moeda, com a TED como opção de pagamento que escolheu. Assim, você consegue entender melhor a precificação.

Quanto tempo leva para transferir?

O tempo depende da rota escolhida para envio da remessa. Caso seja uma rota frequente, como dólar, euro ou libras, por exemplo, a transação leva apenas dois dias úteis para ser finalizada após a transferência ou pagamento do boleto bancário.

Entretanto, se o destino da remessa não for em uma moeda tão comum, como o lev búlgaro, pode ser que a transação demore um pouco mais do que o esperado, como de três a quatro dias úteis. O que ainda é bem rápido!

Como devo declarar as remessas no Imposto de Renda?

Sem dúvidas, uma das perguntas mais recorrentes é sobre o Imposto de Renda. Como declarar as remessas de envio?

De acordo com as regras do Banco Central e da própria Receita Federal, uma remessa internacional precisa ter uma declaração de finalidade.

Se finalidade for gastos com educação, por exemplo, como intercâmbio, congressos, seminários ou palestras, não é preciso declará-la.

Contudo, quando a finalidade for para cobrir gastos pessoais em viagens no exterior, a tributação é de 6% do valor total que enviou.

Para dedução no IRPF, considera-se despesas com manutenção, como transporte, hospedagem, cruzeiros, aluguel de veiculo e seguro viagem. Ou seja, as remessas de envio ficam limitadas a R$10.000 reais por pessoa mensalmente.

Por outro lado, caso o beneficiário resida no exterior, a alíquota aplicada é de 25% do valor total. Mas, quem quiser enviar mais do que R$50.000 reais por ano deverá passar por um processo de verificação.

Ou seja, a Wise irá solicitar uma documentação extra antes de realizar a operação, sendo que um desses documentos será sua última declaração do IRPF.

Quais as desvantagens da Wise?

Apesar de ser uma das melhores plataforma para envio de remessas de dinheiro para o exterior, a Wise possui algumas desvantagens e é importante destacá-las. São elas:

  • Não é possível enviar dinheiro em espécie. Ou seja, apenas por meio de conta bancária;
  • Não existe agência física para tirar dúvidas. Mas, conforme já esclarecemos, o processo é bem intuitivo;
  • Há a cobrança do envio do cartão. A plataforma cobra 5 libras/6 euros para o envio do cartão no endereço informado;
  • No Brasil, você só pode enviar dinheiro na moeda real. Ou seja, não é possível enviar em dólar ou euro;
  • Na moeda real só é permitido o envio de remessas de pessoa física para outra pessoa física. Ou seja, não é possível trabalhar com conta de pessoa jurídica ou enviar para uma conta destino jurídica na moeda real.

Vale a pena utilizar a Wise?

Vale a pena utilizar a Wise?
Vale a pena utilizar a Wise?

Como você pode perceber, a Wise veio para ficar e tornar o envio de dinheiro um processo desburocratizado e muito mais econômico. Ademais, a fintech aposta na comodidade com um processo 100% digital em uma plataforma bem intuitiva, com conta Multimoeda e cartão de débito para a maioria dos países.

Agora que você sanou suas principais dúvidas sobre a Wise que tal solicitar a sua própria conta e cartão digitais na plataforma? Basta clicar abaixo e saiba como!

Como solicitar a conta Wise

A conta Wise facilita as suas movimentações de dinheiro no Brasil e exterior! Confira como solicitar online e aproveitar as vantagens.

Sobre o autor

Duda Razzera

Economista e Autora Empreendedora. Atua como produtora, revisora e gestora de conteúdo, além de ser estrategista de marketing. Escreve sobre a vida freelancer, empreendedorismo e economia, tendo como propósito auxiliar as pessoas a conquistar a autonomia financeira e ser protagonista da própria história.

Revisado por

Tathiane Mantovani

Editor(a) sênior

Em Alta

content

Cartão BTG+ tem anuidade? Descubra agora

Quer saber se o cartão BTG+ tem anuidade e qual opção disponível é a melhor para você? Então, clique neste post e confira!

Continue lendo
content

Como solicitar o cartão Torra Torra

É cliente da loja Torra Torra e quer fazer o cartão? Então confira aqui como pode pedir um e ter desconto de 10% na primeira compra.

Continue lendo

Você também pode gostar

content

Como receber dinheiro do exterior pelo PayPal?

Se você precisa realizar uma transação internacional, confira aqui tudo o que você precisa saber de como receber dinheiro do exterior pelo Paypal!

Continue lendo
content

Como conseguir empréstimo 240 meses para pagar

Quer realizar um sonho mas não tem dinheiro o suficiente? Leia o post de hoje e confira mais informações sobre o empréstimo com 240 meses para pagar

Continue lendo
content

Conheça o empréstimo Banco Pan

É aposentado ou pensionista do INSS e está negativado? Então, conheça o empréstimo Banco Pan e aproveite ótimas condições de pagamento.

Continue lendo